agencia

Notícias

Sábado, 02/08/2014 - 09h53

Prefeitura oferece 60 vagas para cursos de educação especial

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

Turma anterior do curso de Braille, com 42 estudantes, foi certificada em junho deste anoA Prefeitura de São Luís inicia nesta segunda-feira (4), o período de inscrição para os cursos de Braille e Soroban. Serão oferecidas 60 vagas, destinadas tanto a profissionais do magistério quanto à comunidade em geral. As aulas serão iniciadas no dia 13 de agosto e acontecerão duas vezes por semana na Escola de Cegos do Maranhão.

"Os cursos na área da Educação Especial são parte do empenho do prefeito Edivaldo em promover na nossa cidade uma política educacional cada vez mais inclusiva. Nosso objetivo maior é garantir igualdade de oportunidades, beneficiando a todos e todas com um ensino público gratuito e de qualidade", destacou o secretário municipal de Educação, Geraldo Castro Sobrinho.

Os cursos integram as ações da Prefeitura de São Luís para a área de Educação Especial. A turma anterior do curso de Braille, com 42 estudantes, foi certificada em junho deste ano. No mesmo mês, foi inaugurado também o núcleo de produção em Braille, com o objetivo de dar celeridade à produção do material utilizado em sala de aula pelos estudantes cegos.

Os interessados em se inscrever no curso Braille em Contexto devem se deslocar até a sede da Superintendência da Área de Educação Especial (SAEE) da Semed até o dia 8 de agosto, munidos de Carteira de Identidade e CPF, para preencher o formulário de inscrição.

Os interessados em cursar Soroban deverão apresentar documento de identidade, CPF e certificado de conclusão do curso Braille em Contexto na sede da SAEE no ato de inscrição. De segunda a quinta-feira, o atendimento será realizado de 8h às 12h e de 14h às 18h. Já na sexta-feira, as inscrições poderão ser feitas exclusivamente no turno matutino.

"Para o curso de Soroban, a prioridade das inscrições será dada aos estudantes que concluíram o Braille em Contexto no 1º semestre. A solicitação da oferta do curso de Soroban foi feita à Secretaria pela turma de Braille em Contexto que acabou de concluir o curso. Por isso, a prioridade das inscrições será dada a esses estudantes", justificou a superintendente da área de Educação Especial, Dalvina Ayres.

VAGAS

Para o curso de Braille são oferecidas 20 vagas em uma turma no turno noturno. Deste total, 15 vagas são destinadas a profissionais da rede municipal de ensino e cinco à comunidade ludovicense. A carga horária do curso é de 120 horas e permitirá aos cursistas acesso ao conhecimento sobre "Conceito de Deficiência Visual", "Histórico do Sistema Braille", "Alfabeto Braille", "Sistema Braille no Brasil", "A Comunicação e a relação Interpessoal com a Pessoa Cega", "Código Braille", "Normas de Aplicação do Sistema Braille", "Código Matemático Unificado", "Parágrafos e Parágrafos Jurídicos", "Elementos Químicos", "Disposição do Texto Braille" e "Grafia Braille para Informática".

Para o curso de Soroban, a Semed oferece 40 vagas em duas turmas. Para o turno matutino, serão disponibilizadas 15 vagas a profissionais do Magistério municipal e cinco à comunidade local, totalizando 20. Para o turno vespertino, também serão oferecidas 20 vagas, das quais 15 são destinadas a profissionais da Educação de São Luís e cinco à comunidade.

O curso de Soroban possui carga horária de 120 horas e possibilita aos cursistas adquirir conhecimentos sobre "Conceito de Deficiência Visual", "A comunicação e a relação interpessoal com a pessoa cega", "Histórico do Soroban", "O ensino e o uso do Soroban na contemporaneidade", "Pré-Soroban", "Formação de Números", "Operações Fundamentais", "Operação com números decimais", "Potenciação", "Fatoração", "Mínimo Múltiplo Comum (MMC) e Máximo Divisor Comum (MDC)", "Radiciação", "Números Fracionários", "Operações com frações homogêneas e heterogêneas" e "Números Mistos".