agencia

Notícias

Atualizado em 05/08/2015 às 14h44

Prefeito Edivaldo viabiliza em Brasília recursos para projetos de inclusão tecnológica e digital

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

Prefeito Edivaldo viabiliza em Brasília recursos para projetos de inclusão tecnológica e digitalO Ministério da Ciência e Tecnologia disponibilizou para São Luís recursos no valor de R$ 2 milhões para a implantação dos Centros de Vocação Tecnológica (CVT) e criação de oito Unidades de Inclusão Digital, na capital. O recurso foi viabilizado por meio de articulação do prefeito Edivaldo, esta semana, durante audiência realizada com o ministro da pasta, Aldo Rebelo, em Brasília.

Na oportunidade, Edivaldo apresentou ao ministro Aldo Rebelo o projeto de implantação da Rede Metropolitana de Alta Velocidade (Remav), elaborado pela Secretaria Municipal de Informação e Tecnologia (Semit). A ferramenta visa instalar infovias públicas digitais em toda a capital, para interligar e melhorar o acesso aos serviços públicos municipais, com internet de alta velocidade, transparência, economia e eficiência, promovendo, também, a inclusão digital.

"Estamos empenhados em trazer para a nossa cidade tudo o que for importante para o desenvolvimento do Município e que influencie diretamente na melhoria da qualidade de vida dos cidadãos ludovicenses", disse Edivaldo.

Com relação especificamente ao projeto das infovias, o prefeito teve do ministro a garantia de empenho na viabilização dos recursos para a implantação da ferramenta em São Luís, com valor estimado em cerca de R$ 40 milhões.

"Com a viabilização deste projeto, procuramos colocar São Luís na vanguarda do uso da tecnologia da informação e comunicação, fazendo uso da ferramenta em favor dos cidadãos, desburocratizando a gestão pública, promovendo o crescimento econômico local e desenvolvendo uma nova perspectiva de cidadania por meio da inclusão digital plena", afirmou o prefeito Edivaldo.

Ao defender no Ministério da Ciência e Tecnologia o projeto de criação de uma rede municipal de comunicação digital de alta velocidade, em São Luís, o prefeito destacou que a iniciativa moderniza a governança pública, uma vez que as infovias promovem a integração entre toda a estrutura pública municipal para obter controle, economia e eficiência, alcançando toda a população que poderá ter acesso aos serviços públicos com qualidade e velocidade.

A secretária municipal de Informação e Tecnologia, Tali Lima, explica que a infovia governamental é uma rede de comunicação digital multisserviço (voz, dados e imagem/vídeo) de alta capacidade de transmissão, cujo propósito é conectar unidades de governo – prédios administrativos, escolas, hospitais, etc -, para oferecer acesso à internet, serviços de e-governo, inclusão digital, integração da rede dos serviços de saúde, compartilhamento de sistemas de informações e dados, suporte à pesquisa científica, modernização e melhoria da gestão pública.

A ferramenta oferece, ainda, serviços de telemedicina, vigilância policial, gestão do trânsito e do transporte público, acesso à educação a distância, entre outros serviços que tornam mais inteligentes os mecanismos de interligação do cidadão com a administração pública e transformarão São Luís numa cidade digital comparada às grandes metrópoles do mundo.

A estrutura das infovias se dá com a utilização das redes de telecomunicações que hoje são consideradas como uma nova infraestrutura urbana, da mesma forma que as redes de água, esgoto e de eletricidade, por exemplo.

"As sociedades modernas estão cada vez mais complexas, portanto, está comprovado que somente com a inovação e o uso da tecnologia seremos capazes de enfrentar os desafios que essa complexidade contemporânea nos impõe. As infovias são uma ferramenta digital imprescindível para fomento à modernização da cidade, ao desenvolvimento econômico local e para a redução das desigualdades sociais", concluiu Tati Lima.

Também participaram da reunião o deputado federal Rubens Jr. e o secretário de Governo, Lula Fylho.

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem