agencia

Notícias

Atualizado em 22/02/2016 às 12h44

Prefeitura fortalece parcerias para desenvolvimento de projetos na área de Ciência e Tecnologia

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

Prefeitura fortalece parcerias para desenvolvimento de projetos na área de Ciência e TecnologiaEm diálogo com o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) e o governo do Estado, a Prefeitura de São Luís trabalha no desenvolvimento de projetos para serem implementados na cidade. Na manhã desta segunda-feira (22), o poder público municipal apresentou o projeto da Rede Metropolitana de Alta Velocidade (Remav) durante o Seminário Estadual de Política e Planejamento da Ciência e Tecnologia do Maranhão: áreas estratégicas para políticas estruturantes. O encontro, realizado no Palácio Henrique de La Roque, foi organizado por meio de parceria entre o governo do Estado, o MCTI e a Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria de Articulação Institucional.

A titular da pasta, Ana Paula Rodrigues, destacou que o seminário é um dos passos para o avanço da integração entre os parceiros. "Esse é um momento fundamental de interação entre os três entes federados para o desenvolvimento de um trabalho conjunto na área da ciência e tecnologia no Estado do Maranhão, no qual São Luís, como capital, será muito beneficiada. Esse é um momento ímpar para o avanço nessa parceria com o governo e o MCTI", destacou.

Representando o prefeito Edivaldo, a secretária municipal de Informação e Tecnologia, Tati Lima, participou do painel de abertura do encontro. "Esse é um momento de construção e planejamento de uma ação estruturante para o Maranhão e, consequentemente, para São Luís. Este é um anseio do prefeito Edivaldo. Nosso objetivo é elaborar um projeto integrado de implantação de uma rede de internet de alta velocidade na capital", destacou a titular da pasta.

REDE DE INTERNET

O projeto da Rede Metropolitana de Alta Velocidade (Remav) consiste na implantação de uma rede de fibra óptica para viabilizar internet em pontos estratégicos da cidade. A ferramenta visa instalar infovias públicas digitais em toda a capital, para interligar e melhorar o acesso aos serviços públicos municipais, com internet de alta velocidade, transparência, economia e eficiência, promovendo, também, a inclusão digital.

O chefe de gabinete do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, Carlos Augusto de Azevedo, afirmou que esse é o início de uma parceria que pode render frutos positivos para a cidade. "Estamos tendo uma conversa inicial a partir desse interesse da Prefeitura em desenvolver toda essa parte de Ciência e Tecnologia na cidade. A ideia é que possamos realizar seminários específicos para discutir as questões de interesse e chegarmos a projetos que possam ser viabilizados", destacou.

Durante o painel de abertura do encontro, foram abordados ainda temas como as estratégias nacionais de Ciência, Tecnologia e Inovação 2016-2019, apresentadas pelo representante do MCTI; e o Plano de metas 2015-2018, apresentado pelo secretário de Estado da Ciência e Tecnologia, Bira do Pindaré. A programação do seminário incluiu ainda discussões sobre biotecnologia e produtos naturais; energias renováveis, geofísicas e geologia; e engenharia aeroespacial e TIC's.

 

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem