agencia

Notícias

Atualizado em 29/03/2016 às 16h14

Prefeitura de São Luís promove 1º Feirão de Crédito para pequenos agricultores

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

Prefeitura de São Luís promove 1º Feirão de Crédito para pequenos agricultoresA Prefeitura de São Luís promoveu nesta terça-feira (29), na Casa Familiar Rural, o 1º Feirão de Crédito e Recuperação Rural, onde reuniu pequenos agricultores da zona rural da Região do Quebra Pote, a fim de tirar dúvidas sobre novos financiamentos, cadastros e resoluções de inadimplência. A ação foi organizada pela Secretaria Municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento (Semapa) e contou com as parcerias do Governo do Maranhão e do Banco do Brasil (BB).

Segundo explicou a secretária adjunta da Semapa, Cristina Guedelha, o objetivo do evento foi de fomentar as cadeias produtivas, o agronegócio e resgatar a autoestima do pequeno agricultor, além de incentivar novos produtores rurais das 18 comunidades da região (Cassaco, Quebra Pote, Tintiba, Vila Brasil, Arraial, Santa Helena, Formiga, São Joaquim, Bagdá, Tapera, Matinha, Vila Samara, Estiva, Vila Cabral, Piçarra, Igaraú, Vila Magril e Vila Nova República).

"Tem sido uma determinação do prefeito Edivaldo a promoção da agricultura familiar na zona rural de São Luís. E, por meio destas parcerias com o governo do Estado e o Banco do Brasil, o apoio do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, temos tido resultados bastante positivo", afirmou Cristina Guedelha.

DESENVOLVIMENTO

A secretária executiva do Sistema Estadual de Produção e Abastecimento (Sepab) do Governo do Maranhão, Rosany Aranha, salientou que São Luís foi a primeira cidade a receber o Feirão de Crédito e que o projeto irá percorrer as demais cidades polos agrícolas maranhenses. "Esse trabalho em conjunto com as prefeituras é muito importante no desenvolvimento da agricultura familiar. A união de todas essas forças favorecerá o pequeno e ao médio produtor ao dar oportunidade de crescer no seu local, de produzir e fortalecer a economia da cidade".

Para o gerente de agronegócios do Banco do Brasil, Vinicius Silveira, um dos principais motivos do "mutirão" é o de facilitar resoluções de inadimplência. "A Região do Quebra Pote abrange cerca de 400 agricultores, sendo que destes 170 se encontram inadimplentes. Estamos aqui para juntos solucionar esses problemas de débitos e abrir novos financiamentos, que tem a média de R$ 3 mil e que pode chegar a um empréstimo de R$ 10 mil".

FEIRÃO

Para o agricultores que compareceram a Casa Familiar Rural, o Feirão de Crédito e Recuperação Rural foi mais uma oportunidade tirar dúvidas a respeito de financiamentos agrícolas e, também, sobre as questões rurais ao levar representantes do Banco do Brasil, da Prefeitura de São Luís e do governo do Estado.

"Estou confiante e vou ouvir atento as propostas das pessoas que vieram aqui, acredito que o campo agora está sendo mais assistido e olhado com mais carinho", falou o agricultor Celso Rodrigues da Silva. "Uma iniciativa muito boa que pode melhorar muito a nossa produção, no qual estes créditos em muito nos ajudarão", completou a agricultora Sandra Maria de Oliveira.

 

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem