agencia

Notícias

Atualizado em 12/04/2016 às 17h39

Prefeitura de São Luís oferece aula de ballet a crianças da rede municipal de ensino

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

Prefeitura de São Luís oferece aula de ballet a crianças da rede municipal de ensinoA Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), oferecerá aula de ballet para 300 crianças do núcleo Centro da Rede Municipal de Ensino a partir do mês de maio. A atividade faz parte do projeto Espaço Dançando e Educando, realizado pela Prefeitura em parceria com as secretarias municipais de Saúde, Assistência Social, Segurança Alimentar e Comunicação.

Cerca de 300 crianças do núcleo Centro da Rede Municipal de Ensino terão aula de ballet a partir do mês de maio. A oportunidade está sendo oferecida pela Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), através do projeto Espaço Dançando e Educando, realizado em parceria com as secretarias municipais de Saúde, Assistência Social, Segurança Alimentar e Comunicação.

Nesta terça-feira (12), foi iniciada a avaliação fisioterapêutica, primeira etapa da seleção dos estudantes que se candidataram às vagas. A iniciativa pioneira promete transformar a vida das crianças, que terão possibilidade de desenvolver novas habilidades através do ballet.

A idealizadora do projeto Dançando e Educando e a primeira-dama de São Luís, Camila Holanda, destacou que a ação tem objetivo de democratizar o acesso à arte, resgatar a cidadania e combater a exclusão social. "Esta é mais uma possibilidade que o prefeito Edivaldo confere aos nossos estudantes. O ballet agora está acessível. É uma sementinha que está sendo plantada e que será levada a outros alunos dos demais núcleos de ensino da rede municipal", disse a primeira-dama. Camila Holanda acrescentou ainda que, por meio da capacitação, os estudantes vão preencher seu tempo livre com o aprendizado.

DESENVOLVIMENTO

A bailarina Milliane Moreira, uma das professoras do projeto, contou que o ballet pode contribuir positivamente no processo formativo das crianças. "O ballet é importantíssimo para a formação da criança enquanto cidadã. Através dessa atividade, bailarinos e bailarinas aprendem a ter disciplina, organização e perseverança, características que acabam ajudando no mundo profissional. Outra lição do ballet para a vida é o estímulo à superação. As crianças acabam sendo incentivadas a nunca desistir", enfatizou.

Durante toda esta semana está sendo realizada a avaliação fisioterapêutica e, na próxima semana, será realizada a segunda etapa da seleção, o teste artístico – onde serão avaliadas as habilidades artísticas e interpretativas das crianças. O processo leva ainda em consideração boa frequência escolar. Além de 80 vagas para estudantes da Educação Infantil e 220 vagas para o Ensino Fundamental, o projeto inclui a entrega de uniformes adequados para a prática da atividade.

AULAS

Os estudantes selecionados serão divididos em várias turmas para aulas que serão realizadas de duas a três vezes por semana na Creche Maria de Jesus Carvalho. Para Kelly Bianca Silva, 11 anos, a aula de balé representa mais que uma atividade de lazer. "É um sonho que eu tenho e vou ficar muito feliz se conseguir realizar", afirmou.

Além das aulas práticas, os pequenos bailarinos e bailarinas terão aulas teóricas. O projeto Espaço Dançando e Educando prevê ainda a realização de seminários e discussões em grupos sobre temas relacionados à formação básica do cidadão, à saúde, ao meio ambiente, aos valores éticos, políticos e morais, à justiça social e a outros temas de interesse da arte.

 

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem