agencia

Notícias

Atualizado em 15/12/2016 às 15h44

População aprova recuperação de logradouros realizada por Governo e Prefeitura

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

 

 

As praças passam a integrar um conjunto de mais de 30 equipamentos públicos destinados ao lazer, convivência e interação social.

A população de São Luís aprovou as obras realizadas em mais três praças da capital. Resultado da parceria entre Governo do Estado e Prefeitura, as praça Frei Antônio, na Lagoa da Jansen e Valdelino Cécio e da Faustina, ambas localizadas na área tombada pelo Patrimônio Histórico, na Praia Grande, passam a integrar um conjunto de mais de 30 equipamentos públicos destinados ao lazer, convivência e interação social. Os logradouros foram inaugurados esta semana, com as presenças do governador Flávio Dino e do prefeito Edivaldo.

"É importante otimizarmos os esforços visando urbanizar a cidade, melhorando suas condições gerais. É o que estamos vendo aqui; espaços antes degradados hoje totalmente recuperados", disse o governador Flávio Dino.

"A Prefeitura de São Luís tem investido na recuperação de logradouros público em toda a cidade, e a parceria com o governo do Estado no possibilita ampliar essas ações. A população ganha mais espaços para seu lazer e convivência social. São espaços que se encontravam deteriorados, dominados pela insegurança, e agora podem ser ocupados com qualidade pela população", disse o prefeito Edivaldo.

Crianças e adultos moradores das proximidades aprovaram as obras realizadas na praça Frei Antônio. O logradouro substituiu um lixão que além de incomodar moradores, contribuía para disseminação de doenças e tirava a natural beleza do Parque Ambiental da Lagoa da Jansen. O que antes era um espaço de descarte irregular de resíduos se transformou em um importante equipamento social.

Diego Nunes Jansen, estudante do 5º ano do colégio João Evangelista, no São Francisco, era um dos entusiasmados com a entrega da obra. "Agora sim, tá beleza. A gente agora pode brincar e fazer tudo", disse o menino. 

 

OBRAS

Construída em curto espaço de tempo, as obras da Frei Antônio incluíram calçamento de bloquete, construção de bancos e pavimentação em concreto pigmentado. Com extensão de mais de 200 metros quadrados, a praça recebeu ainda um pequeno playground que se transformou de imediato na grande atração para as crianças. O projeto paisagístico, coordenado pelo Instituto Municipal da Paisagem Urbana (Impur), incluiu o plantio de mudas de ipês e a manutenção em coqueiros que já existiam no local - um pedido dos moradores. A conservação do espaço será feita com a parceria da população.

No Centro Histórico, a devolução de dois importantes logradouros também foi reconhecida pelos frequentadores e moradores das áreas vizinhas. A viúva do poeta Valdelino Cécio, Margarete Figueiredo, falou emocionada sobre a revitalização do logradouro. "Tenho certeza de que ele está feliz com estas obras", disse a arquiteta.

 

Vandico, agitador cultural e morador do Centro, disse que com a praça o espaço fica mais valorizado. "Ganhamos um espaço digno. Havia muita necessidade deste espaço ser devolvido com melhores condições de uso. Precisamos agora despertar nas pessoas o sentimento de pertencimento. Temos que conservar o que é nosso", recomendou.

Tanto a Valdelino Cécio como a praça da Faustina receberam melhorias no piso, pintura e bancos de concreto, além de lixeiras e mudas de ipês e palmeiras imperiais seguindo a tradição do espaço histórico tombado.

PRAÇAS

Desde o início da gestão Edivaldo, em 2013, já foram recuperadas mais de 30 praças em São Luís. Após a revitalização, os espaços antes degradados abrem possibilidades maiores de lazer e socialização dos moradores.

Entre os logradouros recuperados estão a Praça da Alegria e do Pescador, no Centro Histórico; do Letrado, no Vinhais; Irmã Gabriela Torselli e Poeirão, no Turu; Jackson Lago, Sol, Verão e das Árvores, no Cohatrac, entre outras.

A Prefeitura de São Luís tem investido também na recuperação e valorização do Centro Histórico de São Luís. Uma das ações nesse sentido é o programa "Patrimônio Digital", que concede incentivos fiscais a empresas da área de tecnologia que se instalam no Centro Histórico. No início deste ano, a Prefeitura também inaugurou a Casa do Bairro, no Desterro, ocupando com qualidade um espaço que antes era área de tráfico e insegurança. A Casa do Bairro oferece atividades de lazer, arte e cultura para a comunidade.

Em parceria com o governo do Estado, foram entregues também as duas etapas da recuperação da Praça do Pescador. Antes conhecido popularmente como "inferninho", o espaço hoje é um ponto agradável para convivência da comunidade.
Com o objetivo de manter o ritmo de investimentos e garantir a continuidade das ações de recuperação do Centro Histórico, a Prefeitura de São Luís também firmou parceria com Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), para mais ações de recuperação de logradouros públicos na área do Centro Histórico, como praças e monumentos. As obras tem previsão de início para o ano que vem.

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem