agencia

Notícias

Atualizado em 26/01/2017 às 15h20

Prefeitura inicia nova etapa do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA)

Prefeitura dá continuidade ao Programa de Aquisição de Alimentos e assina termo com agricultores

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

Prefeitura dá continuidade ao Programa de Aquisição de Alimentos e assina termo com agricultores
Os 178 agricultores cadastrados para a nova etapa do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) assinaram, na manhã desta quinta-feira (26), na Associação dos Produtores da Matinha, o Termo de Compromisso com a Prefeitura de São Luís. Com a assinatura, os agricultores passarão a fornecer à gestão municipal sua produção agrícola que será destinada às famílias em situação de vunerabilidade social e de insegurança alimentar cadastradas nos Centros de Referência e Assistência Social (Cras). O programa é feito em parceria com o Governo Federal.

"É uma determinação do prefeito Edivaldo fomentar, por meio de planejamento, a produção do trabalhador na Zona Rural de São Luís. A Prefeitura vai em busca de avanços nas questões da regularização fundiária, das estradas vicinais, para melhorar o escoamento dos produtos, sempre com o objetivo de qualificar e melhorar a vida dos agricultores rurais", disse o vice-prefeito Julio Pinheiro, que representou, na ocasião, o prefeito Edivaldo. Os produtos comprados pela Prefeitura são repassados para as famílias assistidas pelos Centros de Referência da Assistência Social (CRAS).

Os resultados positivos do PAA renderam ao prefeito Edivaldo a indicação para o Prêmio Prefeito Empreendedor, do Sebrae. A premiação, ocorrida em abril do ano passado, deu ao gestor a vitória na fase estadual, na categoria 'Pequenos Negócios no Campo', concorrendo com o projeto 'Fomento aos Negócios do Campo'. O prefeito foi classificado ainda entre os 20 melhores gestores municipais do país por ações de estímulo aos pequenos negócios no campo, tornando São Luís a única capital brasileira com reconhecimento do Sebrae nesse setor, por estimular o empreendedorismo.

Segundo a titular da Secretara Municipal de Segurança Alimentar (Semsa), Fátima Ribeiro, o programa incentiva a distribuição de renda, incentiva a fixação do homem no campo e garante segurança alimentar às famílias em situação de vulnerabilidade social. "Nessa fase contemplamos 178 agricultores, num programa que o Governo Federal deu continuidade em São Luís, porque devido à sua aplicação, o prefeito Edivaldo foi escolhido Prefeito Empreendedor, sendo a sua gestão referência entre os 20 municípios do país na área de assistência ao homem do campo com a aplicação do PAA", frisou Fátima Ribeiro.

Fátima Ribeiro, explicou ainda que o PAA distribui produtos hortifruti – frutas, verduras e legumes – além de frango caipira, farinha e mel. E salientou que, nesta nova etapa, foram incluídos carne de suína, juçara, batata doce, totalizando 39 itens na cesta.

Entre os presentes ao ato de assinatura do Termo de Compromisso do PAA com a Prefeitura de São Luís estavam os secretários municipais Tati Lima (Informação e Tecnologia), Ivaldo Rodrigues (Agricultura e Pesca); o vereador Marcial Lima; o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais do Maranhão, Sigisnando Rodrigues Lima; o presidente do Consea, Israelson Ferreira; e lideranças comunitárias.

"Uma ação imprescindível para a melhoria da qualidade de vida das pessoas do campo e das que necessitam desses produtos. E conforme tem salientado o prefeito Edivaldo, o programa vai ser ampliado e nossa secretaria estará trabalhando em parceria para que o trabalhador rural possa produzir mais e com qualidade", disse o secretário da Semapa, Ivaldo Rodrigues.

AGRICULTOR VALORIZADO

Os 178 agricultores cadastrados que assinaram o Termo de Compromisso com a Prefeitura de São Luís estavam bastante satisfeitos com a inclusão de seus nomes no Programa de Aquisição de Alimentos. Um programa feito em parceria com o Governo Federal com investimento em cerca de R$ 1,1 milhão.

Verlene Silva Almeida, agricultoraA agricultora rural Verlene Silva Almeida, que produz seus alimentos no povoado da Matinha, falou que o PAA traz mais renda para o campo e melhora a autoestima do homem e mulher que vive do campo. "Trata-se de um dinheiro garantido no qual podemos investir, sem medo de perder a produção. Uma outra forma de garantir o futuro de nossa família".

Para o produtor rural Silvio Carlos Garcez Cruz, 34 anos, morador do povoado de Mato Grosso, o PAA vem fortalecer a economia rural sendo fator importante de fomento para a agricultura familiar. "Estou participando pela primeira vez e estou muito feliz por ter sido escolhido, pois agora terei meus produtos comprados pela Prefeitura. Com isso só tenho a melhorar minha produção e crescer como agricultor".

O agricultor Vandelei Lima, 28 anos, que tem sua plantação no povoado de Itajipuru, destaca que o PAA dá mais tranquilidade ao pequeno produtor, além de promover uma importante ação social. "É bom plantar, depois colher e saber que a minha produção vai beneficiar muitas famílias. E, claro, ajudará a melhorar as finanças da minha casa".

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem