agencia

Notícias

Atualizado em 09/02/2017 às 15h18

Prefeitura debate ações para o Carnaval no Centro Histórico de São Luís

Prefeitura define ações para Carnaval no Centro Histórico em diálogo com comerciantes e núcleo gestor

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

Prefeitura reúne Núcleo Gestor e comerciantes informais para definir ações no Centro HistóricoMediada pela Prefeitura de São Luís por meio da Fundação Municipal de Patrimônio Histórico (Fumph), ocorreu nesta quinta-feira (9), no Convento das Mercês, uma reunião entre representantes do Núcleo Gestor do Centro Histórico. Na ocasião, foram discutidos temas relacionados às festas de Carnaval na área da Praia Grande. 

O encontro foi mediado pelo presidente da Fumph, Aquiles Andrade. "Por recomendação do prefeito Edivaldo, vamos discutir e encontrar estratégias para tornar o ambiente das festas seguro e ordeiro, fazendo com que os foliões possam aproveitar da melhor forma possível o nosso Carnaval", disse o titular da Fumph.

Além da Fumph, participaram da reunião representantes da Secretaria Municipal da Criança e Assistência Social (Semcas), Secretaria Municipal de Segurança e Cidadania (Semusc), Guarda Municipal, Secretaria Municipal de Saúde (Semus), Conselho Tutelar, Vigilância Sanitária, Blitz Urbana e moradores.

CAPACITAÇÃO

Ainda como forma de melhorar o trabalho dos comerciantes informais, na terça-feira (7), a Vigilância Sanitária capacitou os que moram e trabalham no Centro Histórico. O curso "Boas Práticas de Manipulação de Alimentos" emitiu certificado que tem validade de três meses. Com o documento em mãos, os participantes podem pedir autorização da Blitz Urbana para trabalhar. Selma Camargo representante da Vigilância Sanitária, vinculada à Secretaria Municipal de Saúde (Semus), explicou que a capacitação prepara os ambulantes para lidar com a manipulação e acondicionamento adequados dos alimentos expostos à venda. 

A Guarda Municipal se comprometeu em aumentar o efetivo com mais 25 homens que deverão patrulhar as principais vias da área, com o intuito de proporcionar mais segurança aos foliões e a quem trabalha no local. O Núcleo Gestor também vai solicitar a representação da 1ª Vara da Infância para realizar uma ação conjunta com a Semcas, Semusc e Conselho Tutelar voltada a menores de idade que frequentam o local.

De acordo com Aquiles Andrade, o Núcleo Gestor tem importância fundamental para a cidade, na medida que assume a função de reunir diversos órgãos para discutir sobre os problemas do Centro e viabilizar ações que minimizam os problemas daquela área. "Realizamos reuniões mensais com representantes de vários setores, conseguimos avançar em diversas pautas, atuando na resolução dos problemas do Centro Histórico e propondo projetos que geram impacto positivo na região", afirmou.

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem