agencia

Notícias

Atualizado em 23/02/2017 às 15h00

Prefeitura sorteia endereços de unidades do Residencial Vila Maranhão V

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

Prefeitura sorteia endereços de unidades do Residencial Vila Maranhão VO sonho da casa própria de 272 famílias contempladas com unidades habitacionais do Residencial Vila Maranhão V, do programa do Governo Federal Minha Casa, Minha Vida, executado pela Prefeitura de São Luís, está bem próximo. Nesta quinta-feira (23), foi realizado, na Central de Atendimento Social do programa, no bairro São Francisco, o sorteio dos endereços dos beneficiados. O ato contou com a presença de dezenas de famílias agraciadas pelo programa.

Com mais estas unidades, a Prefeitura de São Luís supera a marca de 11 mil unidades habitacionais do programa Minha Casa, Minha Vida, entregues em São Luís. "Concluímos mais uma etapa exigida pelo programa, contemplando mais famílias ludovicenses com um benefício primordial à sua dignidade, que é ter a moradia própria. Isso reforça o nosso compromisso em reduzir o déficit habitacional em São Luís e em proporcionar mais qualidade de moradia e de vida a nossa população", disse o prefeito Edivaldo.

Nos últimos anos, a Prefeitura também já entregou unidades dos residenciais nos conjuntos Piancó, Vila Maranhão I, II, III e IV. As unidades são compostas de apartamentos com dois quartos, sala, cozinha, banheiro e área de serviço. Foram entregues também pela Prefeitura unidades do Residencial Ribeira I a IX; Residencial Amendoeira; Luiz Bacelar I e II; Apartamentos do Recanto Verde; Residencial São José V; apartamentos do Piancó VII e VIII; e casas do Residencial Santo Antônio. 

O secretário municipal de Habitação e Urbanismo (Semurh), Mádison Leonardo Andrade Silva, destacou que esta é uma etapa importante e representa um esforço da Prefeitura no intuito de diminuir o déficit no setor de habitação da capital. "É mais um residencial a ser entregue, concretizando mais um compromisso do prefeito Edivaldo com a população de São Luís. A expectativa para todos estes beneficiados é grande, pois vão ter sua casa própria", relembrou.

RESIDENCIAL

O residencial Vila Maranhão V tem 272 unidades e está localizado no bairro Maracanã, zona rural da capital. A etapa seguinte, antes do recebimento do imóvel, será a vistoria do empreendimento, marcada para acontecer do dia 6 a 13 de março. Posteriormente, será efetivada a assinatura dos contratos, agendada para dia 23 do próximo mês. O procedimento de vistoria é uma exigência do Governo Federal antes da entrega das chaves, para que o futuro morador faça a verificação in loco da estrutura e do acabamento das habitações que vão receber e constate que estão conforme o projeto. Sem a vistoria, o beneficiário não assina o contrato.

No sorteio dos endereços, o supervisor de Habitações da Caixa Econômica no Maranhão, Doriédson Costa Pinto, esclareceu às famílias contempladas os procedimentos administrativos que devem ser tomados por cada beneficiário até a entrega dos imóveis, entre outros detalhes relativos ao empreendimento.

O supervisor da Caixa pontuou ainda que os contemplados que não compareceram ao ato formal de sorteio das unidades devem procurar a listagem com os endereços que será afixada na Central de Atendimento Social do Programa Minha Casa, Minha Vida, na Avenida Marechal Castelo Branco, no São Francisco.

HABITAÇÕES

Em parceria com o Governo Federal, o programa é executado pela Prefeitura de São Luís, a quem cabe a realização de todas as etapas procedimentais, desde a captação dos recursos, a realização dos projetos, a prospecção e aquisição das áreas para construção dos empreendimentos até o cadastramento e seleção das famílias beneficiadas pelo programa.

As unidades habitacionais do Minha Casa, Minha Vida, em São Luís, estão distribuídas em cerca de 10 conjuntos residenciais localizados em áreas como Maracanã, Santa Bárbara, Piancó, Ribeira, entre outras regiões da capital.

A viúva aposentada Valderice Nascimento Sousa, 67 anos, fez questão de comparecer ao sorteio dos endereços. Ela mora em casa alugada na região da Cidade Olímpica. "Estou muito feliz, pois achava que nunca concretizaria o sonho de viver um lugar verdadeiramente meu", disse a aposentada, que vai partilhar o imóvel com uma de suas filhas.

Feliz também com a aquisição de sua casa própria estava a dona de casa Audeane Sousa, 30 anos, dois filhos. "Deixar de pagar aluguel é uma dádiva. Estamos muito felizes e ansiosos para mudar logo para nossa casa nova", disse ela.

CAPACITAÇÃO E RENDA

Os sorteados com imóveis do programa habitacional da Prefeitura têm ainda a oportunidade de se capacitar e somar na renda da família com as ações do Trabalho Técnico Social, que disponibiliza cursos, oficinas, ações sociais e palestras educativas.

O projeto de habitação executado pela Prefeitura de São Luís tem como um dos diferenciais a contratação e construção de equipamentos sociais como creche, escola, área de lazer e posto de saúde. As unidades habitacionais são destinadas a pessoas de baixa renda, que não tenham residência própria.

Cada empreendimento do Programa Minha Casa, Minha Vida em São Luís reserva ainda cerca de 3% a 5% das moradias para pessoas residentes em áreas de risco, desabrigadas ou que sejam beneficiárias do Aluguel Social. O trabalho de identificação desse público, que tem prioridade no programa, é realizado por equipes técnicas da Secretaria Municipal de Urbanismo e Habitação (Semurh).

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem