agencia

Notícias

Atualizado em 24/03/2017 às 15h16

Prefeitura promove atividades alusivas ao Dia de Combate à Tuberculose

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

 Prefeitura promove atividades alusivas ao Dia de Combate à Tuberculose

Em alusão ao Dia Mundial de Combate à Tuberculose, a Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semus), está realizando uma série de ações na rede de saúde do município. As atividades serão encerradas na próxima terça-feira (28), às 9h, quando a equipe do Programa de Combate à Tuberculose, estará na Unidade Escolar João Sobreira de Lima, localizada no Complexo Penitenciário de Pedrinhas, levando material educativo, palestra e apresentação teatral.

A secretária municipal de Saúde, Helena Duailibe, disse que a campanha é direcionada a conscientizar sobre os sintomas da tuberculose e também alertar para a importância de fazer o tratamento completo. "O foco é mostrar para a população a necessidade de diagnosticar precocemente a doença e evitar a transmissão para familiares e pessoas que convivem com o paciente. Precisamos reforçar que a tuberculose ainda existe e não tem classe social. Todos precisam estar conscientes dos seus sintomas e do tratamento", afirmou.

Durante a semana, houve a apresentação de uma peça teatral durante a viagem do trem da Vale, no trajeto de São Luís para Açailândia; e nas unidades de saúde foram feitos atendimentos, distribuição de panfletos e esclarecimentos sobre a doença.

A superintendente de Vigilância Epidemiológica e Sanitária, Teresinha Lobo, ressaltou a importância do treinamento que é oferecido aos profissionais, especialmente das equipes de Saúde da Família. São eles que realizam consultas médicas e de enfermagem e são responsáveis, junto às equipes do consultório de rua, pela busca ativa e de faltosos ao tratamento, além da realização de exame de contatos em pacientes em tratamento.

Leila Cristina, moradora da Vila Maranhão e mãe de Carlos Vinicius, que está em tratamento contra tuberculose há quatro meses na Unidade Mista do Itaqui-Bacanga, falou da importância de buscar o tratamento. "Eu já conhecia os sintomas da doença, então quando meu filho começou a apresentar os sintomas, eu procurei a Unidade Mista, busquei ajuda. No começo foi muito difícil, pensei que ia perder ele, mas agora já tá bem e continuamos na luta até o fim do tratamento, para que a saúde dele seja totalmente recuperada. Eu sou muito grata aos profissionais dedicados desta unidade, pois quando a gente está abatida, eles nos motivam e mostram o quanto é importante fazer o tratamento corretamente e ter fé", emocionou-se.

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem