agencia

Notícias

Atualizado em 24/04/2017 às 15h31

Prefeitura de São Luís oferece formação em Educação e Relações Étnico-Raciais

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

A Prefeitura de São Luís por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed) está capacitando profissionais da Educação Básica acerca das Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação das Relações Étnico-Raciais e para o ensino de História e Cultura Afro-brasileira e Africana. O objetivo da fomação é promover a discussão pautada na Lei nº 10.639/03 que trata sobre estes assuntos no ambiente escolar.

Este é o segundo módulo da capacitação e ocorre nesta segunda (24) e terça (25), no auditório da Unidade de Educação Básica (U.E.B.) Luís Viana, no bairro Alemanha. A formação está organizada em quatro módulos realizados de modo presencial e semipresencial. O primeiro módulo foi em 21 de março, no Dia Internacional pela Eliminação da Discriminação Racial, também na U.E.B. Luís Viana.

Para o secretário de Educação Moacir Feitosa, a formação continuada dos profissionais da educação promoverá uma reflexão para suas práticas pedagógicas, de forma a romper o silêncio da discriminação e exclusão no cotidiano escolar. "Conseguimos garantir uma formação permanente na rede municipal de ensino sobre as relações étnico-raciais. Este processo de formação contribuirá para o combate ao preconceito, enquanto um dos elementos de relevância para a revisão da identidade escolar, bem como estabelecendo nas práticas pedagógicas ações que impeçam a reprodução do racismo no contexto escolar" destacou o titular da Semed.

A professora da U.E.B. Olívio Castelo Branco, Rayra Cristina Veiga Campos, destaca a importância da sua participação na capacitação. "A formação é um intensivo aos professores que serão multiplicadores nas escolas que lecionam. Além disso, é um instrumento para trabalhar a história e cultura da África, e também às questões raciais relativas aos indígenas", ressaltou a educadora.

De acordo com a especialista em educação, professora Ilma Fátima de Jesus, a participação dos educadores neste tipo de evento contribuirá positivamente no futuro dos estudantes. "A formação possibilita um conhecimento para que possamos mostrar ao estudante um posicionamento diferente do que a gente vive hoje. A valorização da pessoa e o autoconhecimento são importantes para a constituição do ser como humano" completou.