agencia

Notícias

Atualizado em 04/05/2017 às 16h17

Estudantes da rede municipal de São Luís farão intercâmbio cultural na cidade chinesa de Wuhan

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís


Estudantes da rede municipal se preparam para intercâmbio cultural na cidade chinesa de WuhanEstudantes da rede pública municipal de ensino de São Luís participarão do Acampamento de Verão de Amizade Internacional da Cidade de Wuhan, na China, em junho. O intercâmbio cultural é fruto de um acordo firmado em 2015 entre a Prefeitura de São Luís e o Governo Popular Municipal de Wuhan, que fez de São Luís e Wuhan cidades-irmãs. No ano passado, o prefeito Edivaldo e representantes chineses assinaram a ampliação da parceria por meio de um memorando de cooperação que reforça a colaboração entre as cidades, principalmente nas áreas econômica e social.

O Acampamento de Verão da Cidade de Wuhan, que será realizado de 19 a 30 de junho, visa promover o entendimento dos jovens na faixa etária de 16 a 18 anos, sobre a cultura chinesa e os costumes locais de Wuhan. Todas as ações junto ao governo de Wuhan para a concretização do Programa de Intercâmbio estão sendo coordenadas pela Secretaria Municipal de Articulação Institucional da Prefeitura de São Luís (Semai) e pela Secretaria Municipal de Educação (Semed).

O último encontro do prefeito Edivaldo e o seu secretariado com uma comitiva de autoridades de Wuhan aconteceu em 10 de março deste ano, quando Long Zhengcai, vice-presidente executivo do Governo Popular Municipal de Wuhan, reforçou o convite a São Luís para que estudantes da rede pública municipal participassem do Acampamento de Verão.

Para o secretário municipal de Educação, Moacir Feitosa, a ida dos alunos à China gera uma reação positiva em toda a rede, além de ampliar o universo cultural e cognitivo dos participantes. "Este intercâmbio reforça as ações promovidas na gestão do prefeito Edivaldo, que incentiva e estimula novas experiências em todos os campos da educação escolar. Esta é uma experiência que estes jovens levarão para toda a vida e servirá de estímulo para que outros alunos se dediquem ainda mais aos estudos", ressalta Moacir Feitosa.

INTERCÂMBIO

No intercâmbio cultural e educacional, os alunos estudarão na Universidade Jianghan e ficarão nos dormitórios em dias úteis. Nos fins de semana, viverão com famílias locais, trocando experiências culturais. Da programação, constam palestras sobre o Perfil da Arte e da Música Tradicional Chinesa, curso de caligrafia e pintura chinesa e ainda de artes marciais tradicionais chinesas, além de passeios dentro e fora da cidade de Wuhan - à galeria de artes Tanghu, ao museu Jianghuanguan, e ao parque fluvial de Hankou.

Na manhã desta quinta-feira (4), os estudantes Willyan Robert Santos Costa, 18 anos, e Sarah Raquel Silva Costa, também 18, da Unidade de Educação Básica (U.E.B.) Jornalista Neiva Moreira, no Bequimão, e Nívea Cristina Chagas Amaral, do Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (Iema), de São José de Ribamar, estiveram na sede da Polícia Federal em São Luís, localizada na Cohama, para tirar os passaportes de viagem.

Willyan Robert que, assim como Sarah Raquel, cursa o segundo segmento da EJA (Educação de Jovens e Adultos) na U.E.B. Neiva Moreira, diz estar honrado por ter sido escolhido pelos seus professores para participar do intercâmbio. "Fiquei em estado de choque. De início pensei que fosse para dentro do Brasil, mas depois que soube que era para fora fiquei eufórico. Minha mãe caiu no chão chorando quando dei a notícia. Estamos todos muito felizes e eu, particularmente, muito ansioso. Sonhava em fazer uma viagem internacional, mas nunca pensei que seria tão rápido", disse o jovem.

Sarah Raquel conta que já começou a pesquisar sobre a cultura e costumes chineses. Afirma que a mãe está apoiando em tudo e está muito feliz com a viagem. "Minha mãe diz que suas condições nunca poderiam me proporcionar uma viagem como esta, então disse para eu aproveitar bastante. E é isso que vou fazer. Estou muito feliz e ansiosa", acrescentou.

A Jovem Nívea Cristina, do Iema, foi à Polícia Federal acompanhada dos pais. Ser uma das melhores alunas da disciplina de Inglês e ter bom comportamento foram alguns dos critérios para a sua seleção. "Eu nunca tinha nem saído do estado do Maranhão e muito menos andado de avião. Vai ser uma experiência única, que creio vai mudar todo o resto da minha vida", assinalou. A mãe de Nívea, Clegiane Chagas Amaral, conta que a filha é determinada, estudiosa e dedicada. "Tudo isto que está acontecendo também é pelo esforço dela, e agradeço a Deus pela filha que tenho", disse.

CIDADES-IRMÃS

O relacionamento entre São Luís e Wuhan iniciou-se no ano de 2015. A partir de então, dois acordos foram assinados com a cidade de Wuhan. O primeiro foi assinado em 29 de abril de 2015 e estabeleceu o relacionamento de cidades-irmãs, visando melhorar a compreensão e promover o desenvolvimento social mútuo. O segundo acordo foi assinado no dia 21 de janeiro de 2016 e tratou-se de um Memorando de Cooperação com o objetivo de reforçar a amizade e colaboração entre as duas cidades, principalmente nas áreas de educação, esporte e portuária.

SAIBA MAIS - WUHAN

Wuhan fica localizada na China Central e tem extrema importância logística para o país, devido à localização geográfica. A cidade possui 10 milhões de habitantes e é composta por quatro zonas econômicas: distrito portuário, zona aeroportuária, a zona automobilística e o Grand Optical Valley, considerada a área de avanços tecnológicos da cidade. Wuhan também tem o quarto maior parque industrial da China, com produção anual avaliada em 115 bilhões de dólares. A cidade conta ainda com um grande centro científico de pesquisa, com 84 universidades (duas delas entre as melhores do país), 101 institutos de pesquisa e mais de um milhão de universitários.

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem