agencia

Notícias

Atualizado em 05/05/2017 às 14h59

Prefeitura valida Consulta Pública da Sistemática de Avaliação e Marco Conceitual

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), realizou na manhã desta sexta-feira (5), no auditório da secretaria, localizada no bairro São Francisco, a reunião técnica de validação da Consulta Pública sobre a reformulação do Marco Conceitual e da Sistemática de Avaliação da Rede Pública Municipal de Ensino de São Luís.

A Sistemática de Avaliação é um documento que orientará a prática avaliativa nas escolas da rede pública municipal de ensino de São Luís. Este documento é uma resposta aos anseios dos professores no que se refere à organização do tempo escolar em ciclos e ao registro do desempenho dos estudantes por meio de conceitos.

O secretário municipal de Educação, Moacir Feitosa, destacou a importância do documento. "Estamos convictos de que estamos no caminho certo, trabalhando com o intuito de elevar os indicadores educacionais do município de São Luís, conforme orientação do prefeito Edivaldo", frisou Moacir Feitosa.

A concepção de avaliação que fundamenta o documento faz parte de uma proposta pedagógica dialética e construtiva, fundamentada nas dimensões teórica e prática da avaliação qualitativa, considerando-a de fundamental importância para a construção de uma educação pública de qualidade.

CONSULTA PÚBLICA

As propostas de mudanças da Sistemática de Avaliação e do Marco Conceitual ficaram abertas para consulta pública entre os dias 3 e 14 de março. Durante este período, educadores de São Luís e outros profissionais puderam acessar os documentos no site da Prefeitura de São Luís e dar suas contribuições. Agora, após reunião de consolidação das informações com todas as contribuições feitas pela sociedade por meio do site, os documentos, com as devidas alterações, seguem para aprovação do Conselho Municipal de Educação.

"A avaliação é uma ferramenta de gestão pedagógica fundamental ao processo de ensino e aprendizagem, por fornecer subsídios para tomada de decisões referentes às intervenções pedagógicas necessárias ao desenvolvimento do pensamento crítico, participativo e autônomo do estudante" ressaltou a Coordenadora do Núcleo de Avaliação Educacional (NAE) da Semed, Vera Lúcia Gonçalves Pires.