agencia

Notícias

Atualizado em 08/05/2017 às 14h27

Prefeitura concede Selo Legal a estabelecimentos comerciais e fortalece combate ao Aedes aegypti

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

Prefeitura concede Selo Legal a estabelecimentos comerciais e fortalece combate ao Aedes aegyptiNos quatro primeiros meses deste ano, a Prefeitura de São Luís concedeu o Selo Legal a 38 estabelecimentos comerciais que preenchem requisitos essenciais no combate ao mosquito Aedes aegypti. A ação é considerada de grande importância no combate ao inseto responsável pela transmissão de doenças como dengue, chikungunya e zica.

Instituído no ano passado, o Selo Legal é uma distinção da Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semus) e coordenada pela Superintendência de Vigilância Epidemiológica e Sanitária, concedida a borracharias, oficinas mecânicas, sucatões, ferros-velhos, entre outros estabelecimentos que potencialmente apresentam elevado risco de se tornar ponto de proliferação.

A secretária de Saúde, Helena Duailibe, reforçou a importância do serviço realizado pela Prefeitura. "A melhoria dos indicadores concretiza um compromisso do prefeito Edivaldo para a área da Saúde. Seguimos trabalhando em ações efetivas e intensivas de combate ao mosquito. Os bairros recebem gradativamente atividades emergenciais no período de sazonalidade, que vai de janeiro a junho, mais propício para a proliferação das doenças causadas pelo Aedes, além de ações de rotina durante todo ano", relembrou a secretária municipal de Saúde, Helena Duailibe.

"Estes locais que percorremos com a fiscalização do Selo Legal apresentam alto risco de proliferação do mosquito, mas o que vemos é um comprometimento para que se combata com eficiência o inseto transmissor de muitas doenças, seguindo uma orientação do prefeito Edivaldo que não tem medido esforços para que a cidade seja um lugar livre destas doenças. Para tanto, contamos também com o apoio da população", explicou o superintendência de Vigilância Epidemiológica e Sanitária, Pedro Tavares.

As vistorias aos estabelecimentos pelas equipes da Superintendência da Secretaria Municipal de Saúde são realizadas regularmente às quartas-feiras. Nos estabelecimentos em que as equipes de vistoria constatam inadequação no armazenamento de materiais, são primeiramente recomendadas novos procedimentos aos proprietários e dado prazo de 15 dias para regulamentação. Os estabelecimento que não cumprem as determinações são advertidos. Os reincidentes recebem notificações ou multas arbitradas pela Vigilância.

A ação tem sido realizada em parceria e colaboração com outras secretarias municipais como a de Meio Ambiente (Semam), Urbanismo e Habitação (Semurh), por meio da Blitz Urbana, Obras e Serviços Públicos (Semosp) e Segurança com Cidadania (Semusc), por meio da Defesa Civil.

RESULTADOS POSITIVOS

Graças aos avanços na área de prevenção, com campanhas educativas, de limpeza e gestão correta de resíduos, executadas na gestão do prefeito Edivaldo nas áreas de saúde pública, o município de São Luís nos quatro primeiros meses deste ano, houve redução de 80,81% no registro de casos notificados de dengue no município de São Luís em relação ao mesmo período de 2016.

A redução do número de casos foi possível graças às ações sistemáticas de combate ao Aedes aegypti e às campanhas de prevenção implantadas pela Prefeitura de São Luís na gestão do prefeito Edivaldo. Entre janeiro e abril de 2017, foram 326 casos notificados. No mesmo período do ano passado, a Secretaria Municipal de Saúde (Semus) havia registrado 1.699 casos.

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem