agencia

Notícias

Atualizado em 12/07/2017 às 18h35

Prefeitura de São Luís recebe estudantes que participaram de intercâmbio cultural na China

Prefeitura de São Luís recebe estudantes que participaram de intercâmbio cultural na China

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

Prefeitura de São Luís recebe estudantes que participaram de intercâmbio cultural na China
O prefeito Edivaldo recebeu, na tarde desta quarta-feira (12), no Palácio La Ravardiére, o grupo de estudantes da rede pública que estiveram na China em intercâmbio cultural. Os jovens participaram do 'Acampamento de Verão da Amizade Internacional', realizado na cidade de Wuhan, no mês de junho. Na ocasião, os jovens relataram ao prefeito as experiências vividas, as surpresas com as diferenças na língua e culturais e a alegria pela oportunidade única.

A oportunidade foi oferecida pela Prefeitura de São Luís, por meio do projeto de intercâmbio 'Cidades-Irmãs', fruto de acordo firmado com o Governo Popular Municipal da cidade chinesa, em 2015. O convênio tem o objetivo de promover a integração cultural entre jovens de diversos países. O projeto 'Cidades-Irmãs' é mais uma estratégia da Prefeitura para somar na educação formal recebida pelos estudantes da rede municipal de ensino e proporcionar a troca de experiências.

Em conversas com os estudantes o prefeito Edivaldo garantiu a continuidade do projeto e avaliou sua relevância para a formação dos jovens estudantes. "Fico satisfeito ao ver que estes jovens trouxeram dessa experiência a certeza da importância do conhecimento e vemos neste projeto um importante aliado de estímulo ao estudo e de busca por formação", reiterou o prefeito.

"É um projeto muito significativo e de dimensões indescritíveis, pois trabalha a educação e a busca pela formação. Uma ação muito exitosa e pioneira da Prefeitura que oportuniza a jovens estudantes da nossa capital", disse o vice-prefeito Julio Pinheiro.

A secretária municipal de Articulação Institucional (Semai), Ana Paula Rodrigues, que também participou do encontro, disse que há um direcionamento do prefeito Edivaldo de manter e ampliar o projeto. "Estamos bastante estimulados para fazer deste projeto algo frutífero e que garanta aos jovens o conhecimento da cultura estrangeira. O prefeito sabe a importância da educação e do complemento desse aprendizado, para os estudantes", enfatizou a secretária.

Para o secretário municipal de Educação (Semed), Moacir Feitosa, o projeto é inovador e contribuinte para o reforço na educação dos jovens estimulando a aprender mais para a vida futura. "A educação é a base de tudo e o prefeito consolida essa máxima ao tornar possível aos jovens da rede ir tão longe e poder vivenciar uma cultura totalmente diferente da nossa. O que vemos é um retorno com mais garra, vontade e confiança no futuro", enfatizou.

MAIS CONHECIMENTO

Sara Rangel Silva Costa, 19 anos, aluna da UEB Jornalista Neiva Moreira, era uma das mais entusiasmada e estimulada. Ela havia parado de estudar e ao retornar, foi presenteada com a chance de conhecer outra cultura por meio do projeto. "Essa oportunidade me trouxe a certeza de que devo estudar mais e mais. Estou muito focada nos meus estudos, em ampliar meu conhecimento porque, ali percebi que sem estudo eu não poderei viajar, não poderei aproveitar o que de tão lindo e diferente o mundo tem. Eles são extremamente acolhedores e me deixaram muito emocionada com o carinho e a preocupação. Amei as pessoas, a cidade e quero voltar", disse a jovem.

A estudante trouxe na bagagem, além das experiências, o contato dos novos amigos e a certeza de que quer ir mais longe. "Quero fazer Direito e ser delegada e, mais brevemente, prestar concurso para poder trabalhar e ter condições de custear as viagens que pretendo fazer", enumerou a jovem, cheia de expectativas.

Para Willame dos Santos, 18 anos, também estudante da UEB Jornalista Neiva Moreira, o intercâmbio foi uma experiência marcante. "Eu só tenho a agradecer ter sido escolhido para ter essa vivencia que, para mim, é inexplicável e memorável. Vai marcar a minha vida e foi tão maravilhoso e enriquecedor que, se eu pudesse, ficaria mais tempo para aprender mais", afirmou. Willame presenteou o prefeito Edivaldo com uma réplica da torre símbolo da cidade chinesa.

A estudante Nívea Cristina Chagas Amaral, 16 anos, aluna do Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA), parabenizou o projeto da Prefeitura e se mostrou entusiasmada com mais oportunidades deste porte. "Você percebe que há muito mais além da nossa vida cotidiana e como há muito o que aprender e conhecer. Eu me sinto honrada e feliz por ter tido essa chance e quero estudar cada vez mais para ter mais chances. Quero aprender uma língua estrangeira e viajar muito", disse.

APRENDIZADO

Na cidade chinesa, os estudantes participaram de palestras sobre o perfil da arte e da música tradicional chinesa, curso de caligrafia e pintura chinesa e ainda de artes marciais tradicionais chinesas. Ainda na programação, passeios dentro e fora da cidade de Wuhan, a exemplo de pontos turísticos destacados como a Galeria de Artes Tanghu, Museu Jianghuanguan e o Parque Fluvial de Hankou. Durante a estada na cidade, os jovens ficaram instalados na Universidade Jianghan, a maior e mais conceituada instituição de ensino superior local; e aos fins de semana, compartilharam experiências com as famílias da cidade.

A China é o primeiro país com o qual a Prefeitura de São Luís firma parceria. A ida dos jovens a Whuan foi a primeira atividade do convênio. Além de Wuhan, na China, a prefeitura de São Luís assinou acordo de 'Cidades-Irmãs' com a cidade de italiana, Tramonti e Hue, do Vietnã. Presentes ainda ao encontro com os jovens estava o pró-reitor de Ensino do Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (Iema), Elinaldo Soares Silva; a professora de inglês da UEB Jornalista Neiva Moreira, Nerivalda Oliveira, que acompanhou os jovens; e familiares dos alunos.

PARCERIA

A próxima viagem será em agosto, do dia 8 a 22, para uma delegação de nove pessoas, sendo alunos e professores da rede municipal e estadual. Segundo a secretária da Semai, as viagens devem acontecer sempre a cada dois meses, até o fim do ano, nesta etapa. "Os convites agora serão permanentes, pois os chineses e a nossa Prefeitura estão coesos e muito interessados em manter o relacionamento com as cidades-irmãs e proporcionar essa integração de culturas aos jovens estudantes", pontuou Ana Paula Rodrigues.

                     Acesse aqui galeria de imagens desta reportagem