agencia

Notícias

Atualizado em 13/07/2017 às 16h23

Sexta edição da Feirinha São Luís acontece neste domingo (16) com opções de lazer e produtos

Sexta edição da Feirinha São Luís acontece neste domingo (16) com opções de lazer e produtos

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

Feirinha São Luís oferece várias opções de compra e lazerAquecendo o Centro Histórico aos domingos, a Feirinha São Luís já é ponto de compra, lazer e diversão de famílias, amigos e turistas que visitam a capital maranhense. Motivo para visitar o espaço montado na Praça Benedito Leite é o que não falta: abastecer a geladeira de produtos agroecológicos cultivados na região metropolitana, encontrar artesanato e livros ou apreciar o melhor da gastronomia popular e regional. Dando continuidade ao programa neste domingo, acontece a sexta edição do evento que começa às  7h e se estende até às 15h. 

O titular da Secretaria de Agricultura, Pesca e Abastecimento (Semapa), Ivaldo Rodrigues, destacou que a Ferinha abre espaço para atrações dos mais diferentes estilos, respeitando todas a varidades culturais que o Maranhão tem. "O principal objetivo da Feirinha é a divulgação e comercialização da produção agrícola familiar da capital, mas no espaço unimos diversos produtos e setores, para consolidar um projeto de sucesso, que causa surpresa à cada edição pela quantidade crescente do público, e queremos agradar a todos", disse o secretário.

PROGRAMAÇÃO CULTURAL 

Nesta sexta edição a Feirinha São Luís terá uma programação cultural bem diversificada. Quem começa a fazer o som na Praça Benedito Leite, às 8h, é a Banda da Feirinha; na sequência, às 9h, Juan Rodrigo com o projeto Café com Vinil; 10h entra o Grupo Deu Branco com chorinho; às 11h tem a Cia Batuk ao som de bumba meu boi. Ao meio dia, quem anima a festa é o Boi de Morros, que segue às 13h com os tambores aquecidos do Tambor de Crioula do Mestre Amaral; às 14h o Forró Pé-no-Chão encerra a programação.

Flávio Alencar, presidente da Cia de Dança Encantar e que fez parte da programação cultural da edição anterior, comentou que em dez anos do grupo, foi a primeira vez que se apresentaou durante o dia. "O público é grande, e cooperou bastante para essa grande festa. Todo mundo veio com vontade de dançar! Era necessário um projeto como esse para fomentar ainda mais a cultura do nosso Estado" destacou Flávio Alencar.

GASTRONOMIA 

Regivan Lima de Morais, mais conhecido como "Abençoado", comanda uma das barracas sucesso de vendas e público, a Rei do Beiju Recheado, que existe há 18 anos, e explica que o bom atendimento é o principal ingrediente. "É uma oportunidade muito boa para nós comerciantes, em um tempo de crise, não nos acomodarmos, sempre procurando e buscando saídas para dribla-la, cuidando sempre do nosso principal patrimônio: os clientes. E a Feirinha está show de bola. Espero que continue crescendo cada vez mais", afirma o Abençoado Regivan.

Outro ponto alto da gastronomia no evento é a Barraca do Chef, que dá espaço a nomes reconhecidos da culinária maranhense e apresenta ao público pratos diferenciados, tradicionais e novidades, e nesta edição terá como chef convidado, Thiago Ogro da Casa do Ogro, trazendo carne de sol assada na brasa, com acompanhamentos típicos de um bom churrasco, como baião de dois, farofa e vinagrete.

A proposta da Barraca do Chef é que a cada edição, seja apresentado um cardápio com a marca maranhense. Nas edições anteriores, nomes como Melquiades Dantas, Luciano Rosa, Cila Brandão, Ana Lula e Danilo Dias, comandaram o espaço, levando ao público os sabores mais marcantes da gastronomia maranhense.

Participam da Feirinha 11 polos que comercializam produtos diversos a preços competitivos distribuídos em 61 barracas, sendo 25 para produtores rurais, 25 para artesanato e 11 para gastronomia.

A iniciativa tem apoio do Governo do Estado, e reúne órgãos municipais, Banco do Nordeste, Supermercados Mateus, Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Citelum e Associação Comercial do Maranhão (ACM). Apoiam ainda o evento, o Senac, a Academia Maranhense de Letras e a Arquidiocese de São Luís.

Acesse aqui galeria de imagens desta reportagem