agencia

Notícias

Atualizado em 19/07/2017 às 16h39

Ponto de Cultura realiza oficina de Tambor de Crioula na Galeria Trapiche

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

O Ponto de Cultura Manto de São Benedito realiza nesta quinta-feira (20) a oficina de Tambor de Crioula com o título "Africanidades em Canto e Dança". O evento, aberto ao público, começa às 18h, na Galeria Trapiche Santo Ângelo, equipamento de cultura da Prefeitura de São Luís, localizado na Avenida Vitorino Freire, S/N - Praia Grande, em frente ao Terminal de Integração. O Ponto de Cultura faz parte da Rede São Luís de Pontos de Cultura, iniciativa da Prefeitura por meio da Secretaria Municipal de Cultura (Secult), em parceria com o Ministério da Cultura.

A professora Claudia Matos, que faz parte da organização da oficina enfatiza que o evento é aberto para qualquer pessoa que tenha interesse nesse universo da cultura popular ligada à ancestralidade africana. "Nosso propósito é transmitir isso para famílias e comunidade", disse Claúdia Matos.

A oficina será facilitada pela mestra Maria do Coco, que completa 40 anos na direção do Tambor de Crioula Manto de São Benedito, que tem sede no bairro Cidade Olímpica, em São Luís-MA. Ela vai contar um pouco da sua história, além de ensinar como é feita a dança. Haverá saias disponíveis para os participantes usarem, e o toque dos tambores. Os integrantes do grupo estarão presentes e serão responsáveis pela parte prática da oficina.

SAIBA MAIS 

A história do Tambor de Crioula Manto de São Benedito se confunde com a história da mestra Maria do Coco. O grupo foi criado em 1943 no município maranhense de Guimarães, pela bisavó da Maria. Depois a direção foi transferida para a avó, após para a mãe e, em 1977, chegou às mãos da mestra.

No final da década de 1990, o grupo de tambor se mudou para São Luís. Para ajudar no sustento da dança folclórica, a mestra Maria passou a vender coco verde em uma barraca em frente ao Centro de Criatividade Odylo Costa Filho, no Centro Histórico de São Luís-MA.

REDE SÃO LUÍS DE PONTOS DE CULTURA

A Rede São Luís de Pontos de Cultura foi lançada no dia 5 de julho, no Cine Teatro da Cidade, no Centro Histórico de São Luís, e prevê a premiação de R$ 43.350,00 distribuída entre 40 organizações culturais como Pontos de Cultura. A segunda fase é a capacitação de 80 pessoas que serão multiplicadoras em suas regiões de temas prioritários para o desenvolvimento da economia da cultura local e para articulação em rede, alinhados com as políticas do Sistema Nacional de Cultura, do Plano Municipal de Cultura de São Luís e da Política Nacional do Programa Cultura Viva.

Ao longo do projeto, que encerra no dia 10 de outubro, serão realizadas seis oficinas, com os temas Cultura de Rede, Redes Associativas, Cultura Empreendedora, Comunicação Comunitária, Elaboração de Projetos Culturais e Comunicação Visual. Ao todo, nove macrorregiões estão incluídas na Rede São Luís de Pontos de Cultura, englobando 20 bairros da capital. A rede maranhense é uma das mais plurais do país, apresentando 14 diferentes segmentos culturais: Teatro, Dança, Tambor de Crioula, Bumba Meu Boi, Centro Cultural, Capoeira, Cultura e Educação, Escola de Samba, Bloco Tradicional, Mídia Livre, Moda, Festa do Divino, Música e Ocupação Cultural.