agencia

Notícias

Atualizado em 20/07/2017 às 18h50

Prefeitura de São Luís leva estudantes para "Encontro de Artes Marciais e Cultura" em Wuhan na China

Prefeitura de São Luís leva estudantes para "Encontro de Artes Maciais e Cultura" em Wuhan na China

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

Prefeitura de São Luís leva estudantes para ″Encontro de Artes Marciais e Cultura″ em Wuhan na ChinaJovens estudantes da rede pública irão participar de  mais uma etapa do programa 'Cidades-Irmãs' e estarão presentes no 'Encontro de Artes Marciais e Cultura', que será realizado na cidade chinesa de Wuhan. O grupo visitou o prefeito Edivaldo, no Palácio La Ravardière, na tarde desta quinta-feira (20). O momento com o prefeito foi para os jovens conhecer mais sobre o programa, receber orientações sobre a viagem e para relatar suas expectativas sobre o encontro na China. Professores, coordenadores e familiares dos estudantes também participaram da reunião.

O convênio 'Cidades-Irmãs', firmado há dois anos entre a Prefeitura de São Luís e o Governo Popular Municipal da cidade chinesa, oportuniza o intercâmbio socioeducativo, cultural e a troca de experiências entre jovens de diversas nacionalidades. O grupo de estudantes permanece na cidade de 8 a 22 de agosto. 

Na ocasião, o prefeito Edivaldo parabenizou os estudantes pela oportunidade única desejando que eles possam absorver todo o conhecimento e aproveitar as oportunidades que vão ser oferecidas com o programa. "O convênio "Cidades Irmãs" firmado com a cidade de Wuhan é mais uma parceria de resultados positivos em nossa gestão e que se amplia com a ida de mais um grupo de estudantes da rede municipal para a cidade chinesa. Sem dúvidas, eles vão terão um aprendizado imensurável que vai refletir em seu futuro. Que essa vivência desperte e os estimule para que façam dessa experiência uma lição para a vida toda", pontuou.

 

A delegação da viagem é formada por seis alunos de escolas do município e do estado, dois professores de artes marciais e um tradutor. O vice-prefeito Júlio Pinheiro destacou as possibilidades que o programa municipal confere aos estudantes. "Parabenizo o prefeito Edivaldo por essa iniciativa e pela escolha dos jovens que vão navegar por outros mares. O projeto se mostra salutar por tornar possível estreitar relações com outros países neste intercâmbio e, apesar de ser uma viagem curta, sabemos que vai representar para eles resultados únicos. Que possam aproveitá-los", enfatizou.

Como ocorreu na primeira etapa, os alunos terão um roteiro cultural a cumprir, vão conhecer pontos turísticos e nos fins de semana serão acolhidos nas casas das famílias na cidade chinesa, explica a secretária municipal de Articulação Institucional (Semai), Ana Paula Rodrigues. "Estamos sempre buscando parceria a fim de proporcionar para mais estudantes a chance de conhecer outras culturas. É uma determinação do prefeito Edivaldo que possamos, cada vez mais, ampliar e manter esse projeto que vem se consolidando como uma experiência única para os jovens estudantes", enfatiza.

O aprendizado é mais uma etapa da parceria com a cidade chinesa e será bem abrangente com o conhecimento de outra cultura e língua, pontua o secretário municipal de Desporto e Lazer (Semdel), Rommeo Amim. "É uma cultura extremamente diferente da nossa, a começar pela língua, o mandarim, passando pela escrita e o cotidiano. Com certeza, esses jovens retornam dessa experiência com outro conceito de vida", destaca.

Para o secretário de Estado de Esporte e Lazer (Sedel), Márcio Jardim, a parceria reforça a base do trabalho promovido pelas duas gestões, que tem foco na execução de projetos de benefício direto aos maranhenses. "Esses jovens terão uma oportunidade única e vão para o outro lado do mundo representar nosso Estado e mostrar um pouco do nosso esporte, do nosso cotidiano. É importante promover essas iniciativas, sobretudo quando em parceria. Quem ganha é a população", frisou.

O professor de Jiu Jitsu, Márcio Bruno Neri, 40 anos, que coordena a equipe, destacou a importância do intercâmbio para a formação dos jovens e como experiência pessoal. "É um sonho conhecer o país onde as artes marciais têm berço. E participar desse evento significa demonstrar nosso conhecimento nesta arte que traz disciplina e aprendizado, e ainda por estar conhecendo algo novo e tão diferente do que vivenciamos. Essa troca de experiência é o que considero de mais significativo", disse.

Leonardo de Jesus Cardoso, 13 anos, alunos da UEB Mário Andreazza, da Liberdade, disse que a viagem é uma oportunidade de crescimento. "Com essas oportunidades vamos crescer como pessoa, vamos aprender algo novo e sei que vou voltar com outro pensamento. Estou muito ansioso pela viagem e pelo que vou conhecer", disse ele.

Lucas Santos Gonçalves, 15 anos, estudante da UEB Luís Viana, do bairro Alemanha, se mostrou maravilhado com a oportunidade. "Não vejo a hora de chegar em uma cidade que, pelo que eu li, é bastante diferente da nossa, dos nossos costumes e quero conhecer pessoas e aprender mais. É um momento muito importante para mim. Estou ansioso", enfatizou. 

Durante a estada na cidade, os estudantes vão participar do 'Encontro de Artes Marciais e Cultura', que se realiza de 10 a 19 de agosto. Integra ainda a programação, diversas aulas, palestras sobre o perfil da arte marcial e das manifestações culturais. O grupo terá acesso a conhecimentos da língua local, da música tradicional e diversos minicursos e programação cultural, como passeios à pontos turísticos de referência.

Na primeira etapa da parceria, três jovens estiveram em Wuhan participando do 'Acampamento de Verão da Amizade Internacional', em junho. Integram ainda a delegação de viagem os estudantes Isaac Castro Machado, 13 anos, da UEB Maria Alice Coutinho, Turu; Robson Carlos Santos Veras, 14 anos, da EU Tácito Caldas, de Paço do Lumiar; e Salatiel Martins Ferreira, 17 anos, do Colégio Militar 2 de Julho.

PARCERIA

O projeto 'Cidades-Irmãs', formalizado em 2015, é mais uma estratégia da Prefeitura para somar na educação formal recebida pelos estudantes da rede municipal de ensino e proporcionar a troca de experiências. A China é o primeiro país com o qual a Prefeitura de São Luís firma parceria. Além de Wuhan, na China, a prefeitura de São Luís assinou acordo de 'Cidades-Irmãs' com a cidade de italiana, Tramonti e Hue, do Vietnã. Ainda por meio do acordo 'Cidades-Irmãs' será assinada parceria ainda com cidades de Portugal, França e Japão.

Acesse aqui galeria de imagens desta reportagem