agencia

Notícias

Atualizado em 15/08/2017 às 16h16

Prefeitura de São Luís abre seletivo para bolsas do programa Brasil Alfabetizado

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), abre nesta quarta-feira (16), seletivo para coordenador, alfabetizador e tradutor/interprete de libras do Programa Brasil Alfabetizado (PBA). O programa foi lançado pelo Governo Federal e é executado pela Prefeitura com o objetivo de alfabetizar jovens, adultos e idosos, despertando neles o interesse pela elevação da escolaridade, bem como sendo uma porta de acesso à cidadania. São 71 vagas e as inscrições podem ser feitas entre 16 e 24 de agosto, das 8h às 12h e das 14h às 18h, no Centro de Formação do Educador – Sagarana I, no bairro da Alemanha.

O secretário municipal de Educação, Moacir Feitosa, explica que os interessados em trabalhar no programa Brasil Alfabetizado receberão uma bolsa auxílio do Ministério da Educação de R$ 400,00 (quatrocentos reais) mensais no caso do alfabetizador e do tradutor/intérprete de libras, e de R$ 600,00 (seiscentos reais) para o coordenador. Na realidade, os selecionados para trabalhar no PBA são tidos como voluntários, por se tratar de um programa social, e em contrapartida o governo federal oferece uma bolsa auxílio. A carga horária deles é de duas horas diárias, totalizando 10 horas semanais e o contrato de trabalho é de oito meses.

A execução do PBA em São Luís é de responsabilidade da Superintendência da Área de Educação de Jovens e Adultos da Semed (SAEJA), por meio da qual são dadas as orientações e também as formações dos voluntários que vão trabalhar no programa. "A adesão da Prefeitura de São Luís mais uma vez ao programa reforça o compromisso do prefeito Edivaldo com a Educação, oportunizando a todos o direito de aprender", destaca o secretário Moacir Feitosa.

CRITÉRIOS

A Superintendente da SAEJA, Áurea Borges, informa que para fazer a inscrição no programa Brasil Alfabetizado para uma das vagas disponíveis, o interessado deve ter o ensino médio completo e experiência comprovada na alfabetização de adultos para o cargo de alfabetizador; ter nível médio e mais o curso de intérprete para o candidato a tradutor/intérprete de Libras; e um curso superior de licenciatura, completo, ou em que o candidato tenha cursado no mínimo 50% da carga horária do curso, para quem deseja a vaga de coordenador.

Áurea Borges esclarece que todos os selecionados passarão por um processo de formação inicial para conhecimento de todas as etapas do programa Brasil Alfabetizado, metodologia e para receberem os materiais didáticos para o desenvolvimento do seu trabalho.
As aulas estão previstas para iniciar no dia 13 de novembro. O PBA irá disponibilizar 1.020 vagas para São Luís, para jovens a partir dos 15 anos, adultos e idosos, tanto da zona urbana quanto rural.

A professora e superintendente da SAEJA chama a atenção dos candidatos para as datas das inscrições constantes do edital, que serão feitas de acordo com a letra inicial do nome: Para as letras iniciais de A até L, as inscrições serão feitas dias 16, 17 e 18 (quarta, quinta e sexta-feira desta semana); e para as iniciais de M a Z, as inscrições serão na próxima semana, de 21 a 24 (segunda, terça, quarta e quinta-feira). Do total de vagas, 51 são para alfabetizador, 10 para coordenador e 10 para tradutor/intérprete de Libras.

INSCRIÇÕES
As inscrições serão realizadas em duas etapas: A primeira etapa será feita com um pré-cadastro, preenchendo a ficha de inscrição disponível no endereço eletrônico http://brasilalfabetizado.saoluis.ma.gov.br A segunda etapa consiste na entrega da Ficha de Inscrição e documentação exigida para a função pretendida no Sagarana I de acordo com as datas disponibilizadas para cada letra inicial do nome do candidato.