agencia

Notícias

Atualizado em 23/08/2017 às 14h40

Prefeitura certifica jovens e entidades pelo cumprimento exitoso de medidas socioeducativas

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

Prefeitura certifica jovens e entidades pelo cumprimento exitoso de medidas socioeducativasA Prefeitura de São Luís, através da Secretaria Municipal da Criança e Assistência Social (Semcas), realizou na tarde desta terça-feira (22), a IV Cerimônia de Certificação de Cumprimento Exitoso de Medidas Socioeducativas em Meio Aberto. Foram certificados 41 adolescentes que cumprem medidas socioeducativas em meio aberto, demandados da Justiça e atendidos pelos Centros de Referência Especializados de Assistência Social (Creas), bem como 51 entidades parceiras.

De acordo com a titular da Semcas, Andréia Lauande, esse momento de certificação reconhece o empenho dos jovens e de suas famílias, assim como o trabalho realizado pelas equipes técnicas dos Creas e entidades parceiras. "Esse momento de certificação coroa um trabalho feito a muitas mãos, gostaria de destacar o papel de todos esses jovens que têm o compromisso, a força de vontade e cumprir todo esse processo de forma exitosa. Mostra também o compromisso das equipes que trabalham todos os dias na ponta do serviço e também o papel fundamental das famílias, que é a base de tudo", afirmou a secretária.

Atualmente, 142 adolescentes cumprem medidas socioeducativas em meio aberto no município e a prática tem sido positiva. A execução é feita nos Centros de Referência Especializado da Assistência Social, que definem quais atividades e por quanto tempo as medidas serão cumpridas.

Para Carlos Silva (nome fictício), 18 anos, o cumprimento da medida mudou completamente sua perspectiva de vida. "Esse é um momento muito importante, chegamos até aqui e vencemos. Tudo mudou e foi para melhor, hoje posso vislumbrar um futuro diferente, longe de tudo que me afastava dos estudos e de uma vida digna", afirmou o jovem que cumpriu durante oito meses medida em meio aberto no Creas Centro.

Durante todo cumprimento da medida, Carlos contou com o apoio e suporte de sua família, que participou de todo processo. "Posso dizer que todo esforço e sacrifício valeram muito, hoje meu filho comemora uma vitória e parte disso foi graças ao trabalho realizado nos Creas, só posso agradecer por todo empenho e dedicação de todos", disse o pintor Valério Silva (nome fictício).

Além dos adolescentes, 51 instituições parceiras também foram certificadas, entre elas, o Instituto Federal do Maranhão (IFMA), que ofertou através do departamento de Física, o curso de Eletricidade Básica aos jovens em cumprimento de medidas.

O chefe de departamento do Curso de Física do IFMA, Fábio Sales, destacou a importância da parceria para a mudança de realidade dos adolescentes atendidos pela Semcas. "O Instituto Federal está aberto para abraçar esta causa, em prol da educação e qualificação profissional dos nossos jovens, dando a oportunidade de aprendizagem com o objetivo de proporcionar mudança de realidades", afirmou.

ATENDIMENTO ESPECIALIZADO

Os adolescentes e jovens sentenciados pelo Sistema de Justiça são encaminhados à Semcas para serem acompanhados pelos Creas, que realizam atendimento e acompanhamento social e psicológico através de uma equipe técnica composta por assistente social, psicólogo, orientador social, pedagogo e orientador jurídico.

O acompanhamento dos jovens envolve a elaboração de Plano Individual de Atendimento (PIA); participação em Audiências de Reavaliação e de Justificação; reuniões e contato sistemático com a 2ª Vara da Infância e Juventude bem como a 37ª Promotoria da Infância e Juventude e Defensoria Pública; encaminhamento para a rede de ensino para inserção e reinserção escolar; encaminhamento para a rede de saúde, com atenção para as demandas provenientes do uso e abuso de substâncias psicoativas.

Além disso, promove o acesso a esporte, cultura e lazer, e demais políticas públicas. O serviço ainda busca estabelecer parcerias no âmbito do desenvolvimento de competências profissionais, desenvolvendo ainda um trabalho que vislumbra a reconstrução e o fortalecimento dos vínculos familiares e comunitários.

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem