agencia

Notícias

Atualizado em 06/09/2017 às 16h06

Dia Municipal do Regueiro foi celebrado dentro da programação dos 405 anos de São Luís

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

Shows, reggae e rodas de conversas marcam programação dos 405 anos de São LuísSão Luís faz 405 anos de história nesta sexta-feira (8) e a Prefeitura preparou uma programação especial para marcar a data. Além dos shows de artistas locais e nacionais, que vão tocar ritmos do popular ao religioso, os equipamentos de cultura do municíupio têm promovido ações de valorização da arte e cultura locais. Nesta terça-feira (5), foi celebrado o Dia Municipal do Regueiro com o projeto Vibrações Positivas. O vice-prefeito Julio Pinheiro compareceu ao evento.

O projeto ocorreu na Praça Nauro Machado reuniu centenas de amantes da cultura reggae, entre turistas e ludovicenses. O Vibrações Positivas já acontece há 11 anos e é organizado pela Comissão Integrada do Reggae e Turismo e Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Cultura.

O vice-prefeito Julio Pinheiro, prestigiou o evento e contou como o reggae tem um legado para São Luís. "Este evento é uma excelente iniciativa, porque o reggae representa muito para nossa cidade e nada melhor do que celebrar esse dia dentro das comemorações do nosso aniversário. A Prefeitura entende que é uma marca efetiva de expressão da música, arte, do negro, da resistência e de nossa identidade, e por isso, São Luís também recebe os títulos de Jamaica Brasileira e capital brasileira do reggae", disse o vice-prefeito.

Na oportunidade, foram entregues certificados de reconhecimento a ludovicenses que contribuíram para o reggae na cidade. "Mais uma vez estamos realizando esse projeto que tem grande significância para nossa cultura e valoriza o movimento reggae. Temos vários motivos para celebrar, além de fortalecer esse ritmo, que vem da Jamaica e há aproximadamente 50 anos encanta os maranhenses. Estamos comemorando 405 anos de nossa cidade e mostrando tudo que temos de mais precioso, que é nossa cultura e as pessoas que a fazem continuar viva", ressaltou o secretário municipal de cultura, Marlon Botão.

Fabinho Jah é um dos fundadores da Comissão e destacou como o projeto vem se fortalecendo ao longo dos anos. "A partir da instituição da Lei Municipal do Dia do Regueiro, em 2002, o projeto passou a ser realizado nesta data do dia 5 de setembro, não importando o dia da semana e sempre conseguimos reunir um grande público, porque os ludovicenses são apaixonados pelo reggae, é algo que está enraizado em nossa cultura. Nosso principal objetivo é valorizar o produto da terra, os artistas locais. É uma oportunidade para mostrar e reconhecer grandes nomes que fazem a cultura reggae em nossa cidade".

A programação contou com a apresentação de Alex Müller; os shows das bandas Filhos de Jah, Capital Roots, Guetos e Barba Branca; dos cantores Luís Guerreiro, Levi James e Fabiana Rasta; e dos DJs Jorge Black, Andrezinho Vibration, Nega Glícia, Júnior Black, Ademar Danilo e Gustavo Roots. Além disso, se apresentam os grupos de dança GDAM, Saint Louis e Batan Passos (solo); e as Equipes do Vinil: Star Disco e Clube do Vinil. Artesanato, trancistas e penteados afro, moda reggae e culinária local completaram a noite.

A Comissão Integrada do Reggae e Turismo (CIRT) é formada por 14 representantes dos vários segmentos da cadeia produtiva do Movimento Reggae, sendo 36 pessoas envolvidas na organização do Vibrações Positivas.

CONVERSAS

Ainda na terça-feira (5), aconteceu uma roda de conversa com mestres da cultura popular no C.E. Estado do Amazonas, na Rua Dr. Newton Bello, Bairro de Fátima, das 9h às 11h. Estiveram presentes o mestre José de Jesus Figueiredo (dirigente do Bumba Meu Boi e do Tambor de Crioula "Unidos de Santa Fé"), Dona Maria Célia Ribeiro (diretora da Escola de Samba Marambaia) e do professor Wagno Casio dos Santos - Careca (dirigente do Tambor de Crioula Correio de São Benedito), que são residentes no Bairro de Fátima e apresentaram diversos olhares sobre a cidade. O debate foi mediado por José de Ribamar Moraes (Coordenador de Eventos/Secult).

Houve sorteio de livros de artistas maranhenses para os alunos e apresentação do Tambor de Crioula de Zé Olhinho. "É gratificante para mim que já milito há muito tempo dentro da cultura chegar em uma escola e levar conhecimento para os alunos. A gente vê que está muito distante do pensamento de vida dessa rapaziada querer incutir na mente a cultura, mas a gente faz o que pode para eles entenderem e valorizarem", explica Zé Olhinho.

A estudante do 1º ano do Ensino Médio, Letícia Carolina Gomes Rosa, diz que achou muito interessante a roda de conversa porque não conhecia pessoalmente a maioria dos palestrantes que participaram. "É importante porque se vier uma pessoa de fora me perguntar sobre a cultura de São Luís, agora eu vou poder responder, porque hoje teve um projeto na minha escola sobre isso", destaca.

SHOWS

Nesta sexta-feira (8), a partir das 17h, na Praça Maria Aragão, ocorre o show "Glórias" com o Pe. Cleidimar Moreira e Clay Viana. Às 19h30, o público evangélico vai aproveitar o show "Terra de Adoração", com os cantores Bruna Karla e Maurício Paes, e participação dos artistas locais Thiago Lucas e Carlos Alfredo, também na Praça Maria Aragão. Já na Praça Nauro Machado, às 19h, acontece o Show "Samba da Benção", com Fernanda Garcia e Nivaldo Santos.

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem