agencia

Notícias

Atualizado em 28/09/2017 às 17h19

Prefeitura lança chamadas públicas para 11ª Feira do Livro de São Luís

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

A Secretaria Municipal de Cultura (Secult) divulgou duas chamadas públicas para planejamento e execução da 11ª Feira do Livro, maior evento literário do Maranhão. As organizações da sociedade civil sem fins lucrativos, interessadas em concorrer ao edital, têm até o dia 26 de outubro para entrega da documentação na sede da Secult, localizada na Rua do Mocambo, nº 253 – Centro. A chamada pública nº 11/2017-PMSL/SECULT é para utilização de recursos da Prefeitura de São Luís e a de nº 12/2017-PMSL/SECULT é para captação de recursos privados. Os editais podem ser acessados site da Prefeitura no link www.saoluis.ma.gov.br/lista_editais.asp.

O evento é realizado pela Prefeitura de São Luís e Governo do Estado, com a correalização do Serviço Social do Comércio (Sesc), a parceria da Academia Ludovicense de Letras, Academia Maranhense de Letras, Associação dos Livreiros do Estado do Maranhão, Associação dos Escritores Independentes e o patrocínio das empresas Vale e Potiguar, além do apoio de outras organizações e entidades. A 11ª FeliS acontecerá de 10 a 19 de novembro, no Centro Histórico, das 10h às 22h, com uma vasta programação que envolve palestras e apresentações culturais, lançamentos de livros, exposição, espaço infantil e uma série de atividades literárias com convidados de renome nacional.

"Esta é a 11ª edição da FeliS, que foi consagrado como o principal evento literário e cultural da cidade. Apresenta relevante extensão social, reunindo mais de 20 mil estudantes da rede municipal e estadual, além de jovens e visitantes de outras cidades. Será realizado no Centro Histórico como forma de facilitar o acesso da população e valorizar o nosso patrimônio arquitetônico", pontua o secretário municipal de cultura, Marlon Botão.

INSCRIÇÃO

A inscrição no processo de seleção de propostas se efetivará com a entrega da proposta no protocolo da Secult, preenchido conforme instruções no modelo anexo ao edital. O protocolo encaminhará os envelopes recebidos à Comissão de Análise e Avaliação do Processo Seletivo. O horário de funcionamento é de segunda a sexta, das 13h às 19h, sendo as sextas-feiras no horário das 8h às 14h.

É vedada a participação de Organização da Sociedade Civil que tenha em seu quadro, de direção ou presidência, cônjuges, companheiros (as) e parentes em linha reta, colateral ou por afinidade até o 2º grau, que seja agente político ou servidor público municipal. Também é vedada a participação de entidades que tenham pendência de prestação de contas em convênios anteriores junto à Secretaria Municipal de Cultura.

O resultado será divulgado no dia 27 de outubro, no site da Prefeitura de São Luís, publicado no Diário Oficial do Município e fixado no mural da Secretaria Municipal de Cultura. As entidades poderão interpor recurso referente a inabilitação do seu projeto, após a divulgação dos resultados nos dias 30 e 31 de outubro de 2017. Após a análise dos recursos, o resultado final será divulgado no dia 1º de novembro, sendo formalizados os acordos de cooperação no dia 6 de novembro. 

A Feira do Livro de São Luís (FeliS) tem o objetivo de fomentar a tradição literária e cultural da capital maranhense, propiciar o maior acesso ao livro, estimular a formação de novos leitores e incentivar as cadeias produtivas em torno do livro e da mediação da leitura. O evento foi criado pela Lei Municipal no 4.449, em 11 de janeiro de 2005. 

 MARIA FIRMINA DOS REIS

A 11º FeliS tem como patrona a escritora maranhense Maria Firmina dos Reis, primeira romancista brasileira que este ano completa 100 anos de falecimento. O evento irá refletir sobre a literatura feminina. A cada edição, a FeliS é organizada em torno de uma temática construída coletivamente entre as diversas instituições parceiras na formatação do tema, definição do nome de patrono, homenageados, eixos temáticos, planos de divulgação, apoio institucional, estratégias de viabilização, projeto arquitetônico e ambiental.

A escritora maranhense Maria Firmina dos Reis ganhou notoriedade por sua ousadia, originalidade e pioneirismo no cenário literário nacional destacando-se como contista, folclorista, poetisa, abolicionista, compositora e primeira romancista brasileira. A Feira lançará um olhar para vida e obra da romancista negra que abordou temas complexos para o contexto social em que viveu, subvertendo uma ordem imposta que segregava a mulher. Sua trajetória de vida transcende o próprio percurso histórico, configurando-se, até hoje, uma personalidade literária que enaltece o gênero feminino.