agencia

Notícias

Atualizado em 01/10/2017 às 13h11

Dia do Idoso é marcado com Caminhada da Memória promovida pela Prefeitura de São Luís

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

X Caminhada da memória resgata a valorização da pessoa idosa em São LuísUm momento para valorizar e refletir a situação da pessoa idosa, principalmente no que se refere a seus direitos, dificuldades e participação na sociedade. Assim ficou marcado este 1º de outubro, dia em que é comemorado o Dia Nacional, Internacional e Estadual do Idoso. Para celebrar, a Prefeitura de São Luís, por meio das Secretarias Municipais da Criança e Assistência Social (Semcas) Saúde (Semus) em parceria com os Conselhos Estadual e Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa e Associação Brasileira de Alzheimer Regional Maranhão (ABRAz/MA) promoveu a X Caminhada da Memória.

De acordo com o secretário adjunto de Proteção Social da Semcas, Rodrigo Desterro, a parceria da Prefeitura com as demais instituições que atuam na defesa dos direitos da pessoa idosa segue a determinação do Prefeito Edivaldo. "Ações como a de hoje, reforçam o trabalho que já vem sendo feito pela Prefeitura de São Luís junto a este público. Na Semcas, por meio do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (CFV), mais de mil idosos divididos em 43 grupos participam de atividades recreativas, esportivas, culturais, palestras e oficinas socioeducativas e de artesanato durante todo ano", explicou o secretário adjunto.

A ação teve o objetivo de promover a interação social e reforçar a importância dos idosos na sociedade, bem como sensibilizar a sociedade para as questões do envelhecimento e a necessidade de proteger e cuidar da população mais idosa, para que tenham melhores condições e qualidade de vida.

A presidente do CMDI, Sofia Lisboa diz que X Caminhada é um momento pra dar visibilidades para os direitos da pessoa idosa. "Estamos com uma programação intensa desde a última semana e a caminhada na data em que se comemora o Dia Mundial do Idoso, contribui para reforçar a necessidade de engajamento da sociedade na defesa dos direitos desse público", ressaltou Sofia Lisboa.

A Caminhada, que contou com a participação dos idosos do Grupo de Memória da ABRAz/MA, Centro de Atenção Integral à Saúde do Idoso (CAISI), assim como as Instituições estaduais, municipais e de organizações da sociedade civil, também é alusiva as datas de: Dia 21 de Setembro, Dia 27 de setembro quando se comemora, o Dia Municipal do Idoso e o Dia Mundial de Conscientização Sobre o Alzheimer. A concentração saiu da Praça Dom Pedro II e seguiu até a Praça Benedito Leite, onde os idosos tiveram uma participação especial na Feirinha Cultural que acontece todos os domingos.

A aposentada, Maria de Lurdes Araújo, 87 anos que frequenta CAISI, se diz muito feliz em participar desse momento. "Eu frequento o Caisi há muitos anos, nem lembro mais quantos, e ele me proporcionou mais saúde, uma vida mais alegre, pois fiz amizades, participo do coral e hoje posso mostrar nessa X Caminhada como é importante termos políticas voltadas para a pessoa idosa. Eu estarei presente em todas enquanto puder", afirmou a aposentada.

A X Caminhada da Memória, ainda teve uma participação especial na 17ª Feirinha São Luís que aproveitou a oportunidade para se unir aos grupos presentes e convidar ao público presente na Feira para refletir sobre a causa.

ALZHEIMER

Além de reforçar a valorização da pessoa idosa, a X Caminhada da Memória, chamou atenção para o Alzheimer, que é uma doença caracterizada pela perda progressiva da memorização e da capacidade de realizar as atividades de vida diária e afeta com maior frequência a população idosa. Estima-se que existam no mundo cerca de 35,6 milhões de pessoas com a Doença de Alzheimer. No Brasil, há cerca de 1,2 milhão de casos, a maior parte deles ainda sem diagnóstico.

DIA MUNDIAL DO IDOSO

Comemorado no dia 01 de Outubro, o Dia Mundial do Idoso serve para refletir a respeito da situação do idoso no País, ao que se refere seus direitos e dificuldades, além de apresentar propostas de sensibilizar mundialmente a sociedade para as questões do envelhecimento. No Brasil, esta data é marcada pela conquista do Estatuto do Idoso, instituído em 2006. Este documento regulamenta os direitos da pessoa idosa e tem como objetivo proteger e fortalecer essa crescente parcela da população, garantindo assim o seu pleno exercício da cidadania.

Também participaram do evento, o Fórum Maranhense de Entidades em Defesa e Proteção dos Direitos do Idoso (Femadi), Comitê de Valorização da Pessoa Idosa (CVPI) e a Defensoria Pública do Estado. 

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem