agencia

Notícias

Atualizado em 08/11/2017 às 18h58

Educadores do município participam do II Fórum das Licenciaturas do Maranhão

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

Educadores do município participam do II Fórum das Licenciaturas do MaranhãoA Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), está participando do II Fórum Interinstitucional das Licenciaturas do Maranhão. O evento teve início na tarde da terça-feira (7), e segue até quinta-feira (9), no auditório do Centro Pedagógico Paulo Freire, na Universidade Federal do Maranhão (UFMA). Participam também professores, coordenadores pedagógicos e especialistas da Semed, além de representantes da Secretária de Estado da Educação (Seduc) e de várias secretarias municipais de Educação e instituições de ensino superior da capital e do interior do Estado.

Nesta quarta-feira (8), o secretário municipal de Educação, Moacir Feitosa, destacou em sua palestra o atendimento aos estagiários da rede municipal de Educação de São Luís. "O acompanhamento e cuidados aos estagiários são tratados nas diretrizes nacionais. Os estágios obrigatórios têm uma carga horária prevista para que possa acontecer. Lá nas diretrizes, no artigo 13, sobre as licenciaturas, ela define que, devem ser dedicadas 400 horas ao estágio supervisionado na formação e atuação na Educação Básica, contemplando também outras áreas específicas, se for o caso, conforme o projeto de curso da instituição", disse.

A professora Maria de Jesus Gaspar Leite, secretária adjunta de Ensino (SAE/Semed), representou o titular da Secretaria de Educação de São Luís – Moacir Feitosa – na mesa de abertura do Fórum, na terça-feira (7), que contou com a presença da professora doutora Magali Aparecida Silvestre, da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), e da doutora em Educação, Dourivan Camara Silva de Jesus, Pró-Reitora de Ensino da UFMA e também coordenadora do evento.

A secretária adjunta de Ensino da Semed falou do desafio das instituições de ensino superior em formar cidadãos críticos, capazes de se inserir no mercado de trabalho, promovendo uma Educação Básica de qualidade. "Precisamos estreitar laços para pensar nos atuais desafios, e refletir no que podemos fazer, enquanto poder público e instituições de ensino, para garantir um estágio de qualidade para os acadêmicos dos cursos de licenciatura com um amplo campo de aprendizado, para estes que serão os professores de amanhã, que vão formar novos cidadãos", discorreu a professora Maria de Jesus Gaspar Leite.

DESAFIOS

A professora doutora Magali Silvestre falou sobre "O estágio nos cursos de licenciatura das instituições públicas: realidades, perspectivas e desafios". Em sua palestra, focada no desenvolvimento profissional, falou da importância em compreender qual é mesmo a função do estágio na formação do futuro professor, e discorreu sobre a concepção de prática e teoria na profissão docente.

A jovem Nilce Moraes Costa, acadêmica do 8º período do curso de Pedagogia da UFMA, participou do primeiro dia do evento, destacando a importância de um bom estágio na vida de um aluno de licenciatura. "Dependendo do estágio, onde o mesmo é realizado, o aluno pode decidir ser professor ou nunca mais pisar em uma sala de aula", alertou Nilce Costa. Ela conta que já teve algumas experiências boas e outras nem tanto. "Estar aqui hoje no Fórum nos leva a refletir sobre a prática do estágio e sua importância. Inclusive, penso que deveríamos ter mais cadeiras de estágio desde os primeiros períodos de faculdade, para nos acostumarmos com o ambiente de sala de aula e aprendermos mais o ofício de ser professor", assinalou.

PARCERIAS

O Fórum é uma realização da Universidade Federal do Maranhão, em parceria com a Universidade Estadual do Maranhão (Uema), o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia (IFMA), a Secretaria Municipal de Educação (SEMED/São Luís) e a Secretaria de Estado da Educação (SEDUC/MA), que tem como objetivo refletir acerca dos projetos político-pedagógicos em vigência nos cursos de licenciaturas, bem como a atuação dos professores na educação básica.

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem