agencia

Notícias

Quarta-feira, 29/11/2017 - 16h28

Idosos atendidos pela Prefeitura participam de mostra de talentos na Casa do Maranhão

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

Idosos do Caisi na Casa do MAranhão durante a mostra de Talentos promovida pela Prefeitura Os idosos atendidos no Centro de Atenção Integral à Saúde do Idoso (Caisi), equipamento de saúde da Prefeitura de São Luís, realizaram nesta quarta-feira (29) a terceira mostra de talentos da unidade. Com o tema "A arte é a música que embala a vida", a mostra aconteceu na Casa do Maranhão, na Praia Grande e reuniu atrações culturais e exposição de produtos artesanais. O objetivo do evento, organizado pela Secretaria Municipal de Saúde (Semus), é mostrar para a sociedade os resultados do trabalho desenvolvido no centro ao longo do ano.

O secretário municipal de Saúde, Lula Fylho, prestigiou a mostra e reforçou a importância de ações como essas. "Os idosos têm tido uma vida cada vez mais ativa. Levando isso em consideração, a Prefeitura tem promovido ações para inserir a terceira idade na vida sociocultural da cidade. É determinação do prefeito Edivaldo que trabalhemos não apenas a assistência em saúde, mas um conjunto de atividades que integram os idosos e mostram à sociedade que há uma nova concepção do processo de envelhecimento", destacou o gestor.

A programação da mostra contou com exposição e venda de artesanato produzido pelos idosos, apresentação musical com o coral Vozes do Tempo, do Caisi; dança da ciranda; e declamação de poesias. Do evento, participaram também convidados com apresentação de dança portuguesa e música com os Fuzileiros da Fuzarca, que fecharam a mostra de talentos.

Pela primeira vez, a mostra aconteceu fora da unidade de saúde. "O evento é fruto do trabalho realizado no centro e o crescimento da mostra demonstra o interesse e envolvimento dos idosos e dos profissionais. Esse é um projeto que, além de estimular uma atividade que pode gerar uma renda extra, melhora a autoestima deles, o que impacta positivamente na sua qualidade de vida", ressaltou o diretor geral do Caisi, Paulo França.

A terapeuta ocupacional do Caisi, Elayne Leite, explicou que a ação reforça os objetivos das atividades desenvolvidas diariamente pelo centro. "Trabalhamos também com a autoestima desses idosos. Uma das atividades da terapia ocupacional com eles envolve trabalhos manuais, que desenvolve a criatividade e a convivência em grupo. Essa é uma ótima oportunidade para mostrarem os seus trabalhos", contou a profissional.

Para alguns, a mostra foi a primeira oportunidade de expor seus produtos. "Participo há nove anos das atividades no Caisi. Essa é a primeira vez que venho na Mostra de Talentos e gostei muito de participar. No centro estou sempre envolvida com as atividades especialmente na área de educação física, além de contar com acompanhamento médico e, quando necessário, encaminhamento para as especialidades", disse a pensionista Dilva Ferreira, 69 anos.

As atividades despertam nos idosos o interesse pelo aprendizado. A aposentada Isabel Cardoso, 66 anos, enfatizou que o trabalho do centro é um estímulo aos idosos. "Estou aqui para aprender e também ensinar. Trabalho com artesanato e nas oficinas pude aperfeiçoar muitas técnicas. Esse é um serviço muito importante, pois nós, idosos, precisamos estar sempre envolvidos com essas atividades que estimulam a memória e o aprendizado. Eu estava parada antes de começar a frequentar o Caisi, agora desejo me desenvolver cada vez mais", contou.

CAISI

Atualmente, cerca de 17 mil idosos são cadastrados no Centro de Atenção Integral à Saúde do Idoso. O centro oferece serviços especializados nas áreas de geriatria, educação física, fonoaudiologia, nutrição, psicologia, terapia ocupacional, fisioterapia, serviço social. Os idosos contam, ainda, com a assistência prestada através de grupos de convivência sobre saúde do homem e estímulo à memória, além de atividades como artes manuais, pilates, coral, dança e terapia familiar.

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem