agencia

Notícias

Atualizado em 05/12/2017 às 18h49

Prefeitura participa da abertura do 7º Congresso Estadual do Ministério Público do Maranhão

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

Representando o prefeito Edivaldo, vice Julio Pinheiro participou do Congresso Estadual do Ministério PúblicoO vice-prefeito de São Luís, Julio Pinheiro, representou o prefeito Edivaldo no 7º Congresso Estadual do Ministério Público do Maranhão (MPMA), aberto na noite desta segunda-feira (4), no auditório da Procuradoria Geral do Estado. Com o tema "O Ministério Público e o Cidadão no Combate à Corrupção", o evento levanta debates atuais sobre a corrupção no Brasil, os instrumentos de fiscalização e o papel do MPMA no combate a essas práticas, que já rendeu à instituição o primeiro lugar na premiação do Programa Institucional contra a Corrupção e Sonegação Fiscal, realizado pelo Conselho Nacional do Ministério Público, este ano.

"Um reconhecimento ao trabalho de uma instituição que tem um papel fiscalizador importante para que sejam banidas as velhas práticas da corrupção e que seja respeitada a Constituição e a democracia brasileira", destacou o vice-prefeito Julio Pinheiro, parabenizando o MPMA pelo Congresso e pela premiação.

O procurador-geral de Justiça, Luiz Gonzaga Coelho, ressaltou a importância do Congresso, que encerra as atividades de 2017, com balanço positivo depois de um ano de destaque da instituição no combate à corrupção. "Estivemos presentes em todas as comarcas do Maranhão com várias atividades de recomendações contra o nepotismo, pela adoção de práticas da transparência", disse.

Luiz Gonzaga também falou sobre práticas no Brasil que afetam a democracia e não atendem a vontade popular. "Não se admite que haja políticas que desprezem a voz das ruas e o clamor da cidadania. A persistência pela Constituição Federal é a sobrevivência da democracia. E nesse próximo ano, é importante que as eleições reflitam a vontade popular", frisou o procurador.

DIREITOS

A diretora da Escola Superior do Ministério Público, Ana Tereza Freitas, ressaltou o momento de fragilidade dos direitos sociais no Brasil e disse que é preciso que todos saiam do imobilismo e lute para garantir os direitos e combater a corrupção, tendo a tecnologia das redes sociais como aliada, não somente na transmissão de informações, mas também na transmissão de conhecimento, na formação dos cidadãos. "É preciso fazer valer o papel de cada um na transformação da sociedade, mobilizando com conscientização. Quando os direitos sociais são fragilizados, somos todos nós que perdemos", alertou a promotora.

Além do procurador Luiz Gonzaga, da promotora Ana Tereza e do vice-prefeito Julio Pinheiro, também compuseram a mesa de abertura do evento, que encerra nesta quarta-feira (6), o chefe da Casa Civil do Estado do Maranhão, Marcelo Tavares, representando o governador Flávio Dino; o corregedor-geral do Ministério Público do Maranhão em exercício, Marco Antônio Anchieta Guerreiro; a subprocuradora-geral de justiça para Assuntos Administrativos, Mariléa Campos dos Santos Costa; o deputado estadual Rafael Leitoa, representando a Assembleia Legislativa; o desembargador Marcelino Chaves Everton, representando o Tribunal de Justiça, o presidente da Associação do Ministério Público do Estado do Maranhão (Ampem), Tarcísio José Sousa Bonfim, entre outras autoridades.

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem