agencia

Notícias

Atualizado em 06/12/2017 às 19h07

Produtos inspecionados em São Luís serão comercializados na região Metropolitana

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

Autoridades participam de assinatura da Instrução Normativa que permite o comércio produtos de origem animal e vegetal registrados pelo SIMSão Luís conta com 41 estabelecimentos comerciais de abate e manipulação em produtos de origem animal e vegetal registrados pelo Selo de Inspeção Municipal (SIM). O selo garante a qualidade dos produtos que abastecem a mesa do consumidor com qualidade e segurança alimentar. São supermercados, abatedouros, frigoríficos, clínicas animais e unidades de beneficiamento de produtos como mel e frango, que passam por rigorosa avaliação da Defesa e Inspeção Municipal da Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento (Semapa), órgão competente para este serviço na capital.

Para que esses produtos registrados pelo município tenham maior escoamento, gerando mais renda aos produtores e empresários, foi assinada, na tarde dessa quarta-feira (6), no Palácio dos Leões, a Instrução Normativa que permite o comércio deles em toda a região Metropolitana. Uma ação conjunta entre Prefeitura de São Luís, por meio da Semapa e o Governo do Maranhão, via Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão (AGED) e da Secretaria Estadual de Agricultura, Pecuária e Pesca (Sagrima).

Para o titular da Semapa, Ivaldo Rodrigues, essa é mais uma importante vitória também na ação contra o abate clandestino. "Um esforço conjunto entre a Prefeitura de São Luís e o Governo do Estado, fortalecendo o Plano de Combate ao Abate Clandestino de Animais, gerando mais confiança no consumidor ao adquirir produtos devidamente registrados. Uma ação que vai abranger todos os 13 municípios da região Metropolitana, aquecendo ainda mais a economia da capital, o que vem fortalecer as diretrizes orientadas pelo prefeito Edivaldo para o setor", destacou o secretário Ivaldo Rodrigues.

Durante a cerimônia de assinatura, estiveram presentes também os representantes dos estabelecimentos que possuem o SIM, que serão diretamente beneficiados pela medida, além de representantes das Prefeituras dos municípios contemplados. Fazem parte da região Metropolitana os municípios de Alcântara, Axixá, Cachoeira Grande, Icatu, Morros, Presidente Juscelino, Bacabeira, Paço do Lumiar, Raposa, Rosário, Santa Rita, São José de Ribamar e São Luís.

Para o secretário da Sagrima, Márcio Honaiser, "o objetivo do Governo do Estado é incentivar o comércio de produtos adequados às normas de inspeção, beneficiando diretamente o setor produtivo e a população, que terá acesso ampliado a produtos com sanidade. Esta medida, inicialmente, contempla os municípios da região Metropolitana, mas já estamos pensando em como ampliá-la a outras regiões do estado".

O presidente da AGED, Sebastião Anchieta, ressaltou que "essa assinatura é mais um importante passo do Governo para a questão do abate clandestino, levando para a mesa do consumidor maranhense alimentos devidamente inspecionados e fortalecendo o trabalho executado pela AGED, além disso, essa movimentação no comércio é muito positiva e estimulará a economia do Estado", disse.

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem