agencia

Notícias

Sábado, 23/12/2017 - 17h24

Programa Dançando e Educando da Prefeitura de São Luís promove inclusão de crianças com deficiência

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

Crianças se apresentam em espetáculo que encerrou as atividades de 2017A Prefeitura de São Luís vem investindo em ações que promovem a inclusão de crianças com deficiência. Além do trabalho realizado pela Secretaria Municipal de Educação (Semed), na área da Educação Especial, o poder público municipal tem encorajado a participação das crianças em programas que estimulam o desenvolvimento e a integração social. Uma dessas iniciativas é o programa 'Dançando e Educando', que proporciona o aprendizado do ballet a estudantes da rede municipal de ensino. Este mês as crianças apresentaram o espetáculo "Para Ler e Dançar", que encerrou as atividades de 2017.

Idealizado pela primeira-dama de São Luís, Camila Holanda, o programa foi planejado para também acolher crianças com deficiência. "Desde o primeiro momento, o 'Dançando e Educando' foi planejado para incluir crianças com deficiência. Para nós, da gestão municipal, é uma alegria muito grande ter essas crianças participando do programa e mostrando nesse espetáculo o resultado de toda a dedicação delas. É um resultado positivo, considerando a nossa proposta de democratizar a arte e usá-la como instrumento de transformação na vida das crianças, das suas famílias e da comunidade", disse a primeira-dama.

O programa acolhe crianças com Síndrome de Down e autismo. Durante as aulas, as crianças são motivadas à integração e estimuladas através da dança. Semana passada as crianças apresentaram no palco do auditório Maria Izabel Rodrigues, da Unidade de Ensino Superior Dom Bosco, o resultado dessa integração com o espetáculo "Para Ler e Dançar". O espetáculo reuniu dança e literatura, levando ao palco histórias clássicas como 'Chapeuzinho Vermelho', 'Branca de Neve' e 'Peter Pan', além de personagens do Sítio do Pica-pau Amarelo, entre outros.

ESPECIAL

O secretário municipal de Educação, Moacyr Feitosa, acompanhou a apresentação e destacou que a participação das crianças com deficiência no programa é resultado de investimentos realizados pela Prefeitura para fortalecimento da Educação Especial. "As demais crianças expressam solidariedade e companheirismo através do acolhimento, agindo sem preconceito. Iniciativas como essas fortalecem o trabalho permanente do poder público municipal realizado na área da Educação Especial visando à inclusão das crianças com deficiência", ressaltou.

No palco do auditório Maria Izabel Rodrigues as crianças brilharam com os passos ensaiados e o sorriso no rosto. A apresentação emocionou especialmente os familiares presentes. "Eu fiquei muito feliz e emocionada. Achei tudo maravilhoso. O ballet tem melhorado 100% a vida da Jane, principalmente em relação à disposição e à atenção dela. Ela adora dançar e faz questão de estar presente a todos os ensaios. Estou muito satisfeita com o desenvolvimento dela", contou Adriana Silva, 44 anos, mãe de Jane Victória Silva, que nasceu com Síndrome de Down.

A bailarina, Débora Buhatem, compartilhou a experiência do convívio com as crianças com deficiência durante as aulas do ballet. "Foi um grande desafio pra nós e pra elas também. Vivemos um processo de aprendizado dia após dia e percebemos o quanto a dança estimula as crianças no cotidiano, trabalhando o corpo e a memória. Temos acompanhando o progresso delas, buscando, sempre que necessário, o auxílio de profissionais", disse.

PROGRAMA

O programa 'Dançando e Educando' é executado há dois anos pela Secretaria Municipal de Educação (Semed) e visa favorecer o processo de inclusão social, por contribuir a formação educacional e cidadã e o desenvolvimento biopsicossocial das crianças. Com as atividades do programa, são contempladas escolas do Centro e do Coroadinho. As aulas são conduzidas pela bailarina Débora Buhatem e pela professora Milliane Moreira.

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem