agencia

Notícias

Domingo, 31/12/2017 - 13h25

Feirinha São Luís especial de pré-réveillon dá início à festa do rei de momo

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

Ao longo de 2017 foram 30 edições da Feirinha São Luís

Sendo realizada desde junho, a Feirinha São Luís chegou ao fim de 2017 com 30 edições e deu início às festas do reinado de Momo, na Praça Benedito leite nesse domingo (31), véspera de Réveillon, com apresentação da escola de samba, Favela do Samba. O projeto da Prefeitura de São Luís, executado pela Secretaria Municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento (Semapa) agrega economia criativa com venda de produtos agrícolas, artesanato, gastronomia além de apresentações culturais no centro histórico, sempre aos domingos de 7h às 15h.

Na programação cultural, teve ainda a apresentação da anfitriã Banda da Feirinha e do bloco tradicional Os Vampiros, além do bloco carnavalesco do cantor Mano Borges, o "Mano Bloco".
"A Feirinha São Luís é um projeto de sucesso, que foi abraçado pela cidade e vai continuar durante todo o ano de 2018 no mesmo formato, trazendo sempre novidades ao público que pode esperar muita coisa boa vindo por aí", garantiu o secretário da Semapa, Ivaldo Rodrigues.

GASTRONOMIA 

Ponto alto da gastronomia no evento, nessa edição da Barraca do Chef, as delícias típicas da culinária maranhense estiveram presentes, especialmente frutos do mar preparados por Douglas Penha, responsável pela cozinha do restaurante Porto Seguro. A proposta da Barraca do Chef é que a cada edição seja apresentado um cardápio com a marca de cada profissional.

Nas edições anteriores passaram pela Barraca do Chef nomes de peso como Melquiades Dantas, Cila Brandão, Juja, Danilo Dias, Thiago Ogro, Felipe Marques, Giuseppe Rocha e Paulo Coimbra, Murylo Luna, Suely Almeida, Adriana Saulnier, Danilo Sousa, Warwick Trinta, Delmo Junior e Ormilo Neto, que conquistaram o público pelos sabores de seus pratos.

A Feirinha São Luís reúne 29 barracas para venda de produtos oriundos da agricultura familiar, 30 destinadas ao artesanato, 22 para alimentação e ainda 11 food trucks. Quem vai à Feirinha pode adquirir produtos agroecológicos diretamente dos produtores. O evento, que tem como um de seus objetivos fomentar a economia criativa aos produtores da capital, é mais um canal de escoamento da produção agrícola. Organizados em mais de 11 polos nos quais comercializam produtos diversos a preços competitivos, os produtores também distribuem seus produtos em mais de 90 pontos de comércio da cidade.

 

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem