agencia

Notícias

Sábado, 20/01/2018 - 07h50

Prefeitura leva beneficiários do ‘Minha Casa, Minha Vida’ para conhecer pontos turísticos da capital

Moradores do Residencial Amendoeira II, localizado no Maracanã, puderam conhecer mais sobre a história e cultura de São Luís

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

Guia conduz grupo do Residencial Amendoeira em visita ao Centro

Olhares atentos e curiosos para conhecer a história de São Luís, durante passeio cultural que reuniu moradores do Residencial Amendoeira II, localizado no Maracanã. Crianças, jovens e adultos tiveram a oportunidade de visitar prédios seculares, museus, espaços de arte e cultura do Centro Histórico, na tarde de sexta-feira (19). O roteiro, realizado pela Prefeitura de São Luís, integra as atividades do Trabalho Social desenvolvido pela Secretaria Municipal de Urbanismo e Habitação (Semurh), com beneficiários do programa habitacional 'Minha Casa, Minha Vida', do Governo Federal executado pelo município. Cerca de 50 pessoas participaram do passeio. 

"É um pioneirismo da gestão do prefeito Edivaldo pensar o direito à habitação além da moradia. Com este trabalho, os moradores dos residenciais têm a chance de conhecer a cidade onde vivem, de se capacitar e de exercer sua cidadania. O projeto fortalece o relacionamento da gestão com o beneficiário, além de garantir oportunidades de aprendizado consolidando a moradia com dignidade e cidadania", pontuou o titular da Semurh, Mádison Leonardo Andrade. O projeto, que já desenvolve passeio no cinema, este ano mostra seu pioneirismo com o primeiro roteiro pelo Centro Histórico.

O passeio guiado pelo Centro Histórico seguiu roteiro começando pela Igreja da Sé, referência de arquitetura religiosa católica da capital; seguindo pela Praça Benedito Leite, onde hoje é realizada a Feirinha São Luís e homenageia o notório político maranhense. O grupo conheceu ainda a história de prédios como o Tribunal de Justiça, Palácio dos Leões e da Rua Portugal, encerrando na Casa do Maranhão.

A estudante Patrícia Everton dos Santos, 24 anos, ficou deslumbrada com a suntuosidade e riqueza de detalhes do Palácio dos Leões, sede do governo estadual. "Eu imaginava que era bonito, mas não que fosse tão imponente. Fiquei admirada com tantas peças lindas, bem cuidadas, que se vê que são relíquias. É uma experiência muito boa conhecer o que é nosso, nossa história. Gostei e quero visitar mais vezes", disse ela, que levou a sobrinha Maria Eduarda, oito anos, para se divertir e aprender com a ação.

Na Casa do Maranhão, os moradores conheceram um dos mais importantes espaços culturais que congrega peças de arte, vídeo e imagens contando a história do rico folclore local. Os moradores foram informados sobre a história do bumba me boi, tambor de crioula, tribos indígenas e a Festa do Divino. O passeio pela casa de cultura instigou o público que interagiu, questionou e se envolveu com as festas do folclore maranhense.

ENCANTAMENTO

"Eu gostei demais e achei tudo muito interessante, muito bonito e aprendi várias coisas que não sabia. Gosto de bumba meu boi, mas não sabia de algumas coisas que aprendi aqui, como sobre esse boi gigante", disse a jovem, se referindo ao chamado 'Famosão', boi folclórico do município de Humberto de Campos que pesa mais de 200 quilos e é erguido por mais de 20 pessoas que são os 'miolos', pessoas que movimentam o boi.

"Esse é um momento muito importante para todos nós, de conhecimento, de lazer. Foi divertido e incrível. E parabenizo a Prefeitura por pensar em ações deste tipo para nós, que precisamos e nem sempre temos a condição e a oportunidade", disse a aposentada Tânia Rezende, 55 anos.

Para Ana Júlia, nove anos, a experiência despertou para a história de sua cidade. "Pela primeira vez eu faço um passeio desses e gostei muito de conhecer mais onde eu moro. É difícil a gente fazer uma programação dessas e gostei demais", enfatizou a menina.

Ao final da visita, o grupo participou do momento de lanche e seguiram para o Forte de Santo Antônio, no Espigão Costeiro da Ponta d'Areia, finalizando o passeio guiado. Ao longo do ano, os demais moradores dos programas residenciais da Prefeitura serão contemplados com a atividade.

O passeio faz parte do Plano de Desenvolvimento Socioterritorial (PDST), instrumento de planejamento e de orientação de ações intersetoriais, promovido nos residenciais do 'Minha Casa, Minha Vida', integrando o programa habitacional da Prefeitura de São Luís.

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem