agencia

Notícias

Terça-feira, 06/02/2018 - 14h37

Prefeitura capacita vendedores de alimentos que vão atuar nos circuitos oficiais de Carnaval

Capacitação aborda, entre outros temas, as boas práticas de manipulação dos alimentos

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

Comerciantes aprendem sobre assuntos relacionados à manipulação de alimentosComo medida preventiva, visando a segurança alimentar da população e a qualidade dos alimentos ofertados aos consumidores, a Prefeitura de São Luís realizou nesta terça-feira (06) treinamento em boas práticas na manipulação de alimentos voltado para os ambulantes que vão comercializar comida e bebida no circuito carnavalesco. Entre os temas abordados na capacitação destaque para o cuidado com a manipulação e exposição dos produtos. A qualificação foi ministrada pela Secretaria Municipal de Saúde (Semus), por meio da Vigilância Sanitária, em apoio à Blitz Urbana, órgão da Secretaria Municipal de Habitação e Urbanismo (Semurh) responsável pelo disciplinamento e organização dos espaços no entorno dos circuitos carnavalescos.

Além da capacitação, a Vigilância Sanitária também vai realizar fiscalizações durante todo o período carnavalesco nos circuitos da Passarela do Samba (Anel Viário), Madre Deus e Praças Deodoro e Maria Aragão. A ação do órgão será na vistoria das condições de higiene dos produtos, conservação, prazo de validade e formas de manipulação, evitando que alimentos impróprios sejam consumidos e garantindo a segurança alimentar da população.

Segundo a coordenadora da Vigilância Sanitária, Zilmar Pinheiro Rodrigues, a capacitação versa, entre outros assuntos, sobre a forma correta de manuseio e as boas práticas de manipulação e higienização dos alimentos; conservação, armazenamento e acondicionamento dos produtos que serão ofertados pelos ambulantes nos espaços oficiais de folia carnavalesca. O objetivo é evitar a contaminação de produtos e prevenir danos à saúde da população.

"Como os eventos nesses circuitos iniciam muito cedo e duram por quase toda a noite, há necessidade de que os vendedores de produtos alimentícios no entorno desses espaços tenham o conhecimento adequado sobre como manter seus produtos em boa qualidade ao consumo dos clientes, por todo esse tempo. O objetivo é orientá-los sobre como fazer isso, para garantir que as pessoas consumam produtos que estejam adequados à ingestão e, assim, evitar problemas de saúde à população", observou Zilmar Pinheiro.

Ainda de acordo com a coordenadora da Vigilância Sanitária Municipal, a capacitação ministrada aos ambulantes orienta também sobre as embalagens e utensílios que devem ser utilizados conforme cada produto, bem como a vestimenta adequada. Versa também sobre temas relacionados à apresentação pessoal, considerados aspectos fundamentais para a boa imagem do comércio e dos produtos ofertados.

FISCALIZAÇÃO

A Vigilância Sanitária vai atuar com várias equipes devidamente identificadas, que estarão circulando nos espaços onde há vendas de produtos alimentícios. O trabalho será de orientação, mas as irregularidades encontradas estarão passíveis de inutilização e apreensão dos utensílios ou produtos que não estejam de acordo com as normas sanitárias.

O vendedor ambulante Everaldo Silva Castro, um dos participantes do treinamento, destaca positivamente a ação. "Acho importante as orientações repassadas no treinamento, pois, agindo corretamente na produção de nossos lanches, evitamos transtornos à saúde dos nossos clientes e o nosso comércio só tem a ganhar por ofertar produtos de boa qualidade", disse ele.

A vendedora de churrasquinho Edileusa Sousa Cardoso, também considerou relevante o treinamento ministrado pela Prefeitura. "Eu, por exemplo, não tinha muita noção sobre os utensílios adequados que devem ser usados no armazenamento dos produtos. Aprendi isso no treinamento e assim vou fazer na minha barraca", garantiu ela.

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem