agencia

Notícias

Domingo, 04/03/2018 - 13h31

Prefeitura reforça ações na área da saúde da mulher com mutirão de cirurgias ginecológicas

Neste domingo o prefeito Edivaldo esteve no Hospital da Mulher acompanhando os primeiros resultados do mutirão que já contabiliza 25 procedimentos realizados nos dois primeiros dias

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

Prefeito Edivaldo cumprimentou os profissionais de saúde que estão atuando no mutirão de cirurgias

Reforçando a assistência voltada para as mulheres na área da saúde, especialmente durante o mês de março, em que se comemora o Dia Internacional da Mulher, a Prefeitura de São Luís está promovendo um mutirão de cirurgias ginecológicas. A ação que teve início neste fim de semana - sábado e domingo - já realizou 25 procedimentos no Hospital da Mulher. Na manhã deste domingo (4), o prefeito Edivaldo esteve na unidade de saúde para avaliar os primeiros resultados da ação e conversar com equipe médica e pacientes. A meta do mutirão é promover 600 cirurgias até o mês de junho, o que diminuirá a fila de espera em cerca de 90%.

Na visita, o prefeito Edivaldo reforçou o significado do mutirão para reduzir a espera e garantir a saúde das pacientes. "A redução da demanda que a rede de assistência à mulher possuía vai ser muito significativa a partir das atividades durante o mutirão. Estamos garantindo a estas mulheres uma maior qualidade de vida. Esta é uma unidade de referência, que se consolida com esta ação. Todos os esforços estão reunidos para que o atendimento seja prestado com maior agilidade", enfatizou.

No conjunto de cirurgias que estão sendo realizadas no mutirão está procedimentos como histerectomia, laqueadura, miomectomia, herniorrafia, colpoperíneoplastia e outros. A equipe é formada por médicos anestesistas, cirurgiões, ginecologistas e equipe de apoio composta por nutricionistas, enfermeiros, terapeutas ocupacionais e de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) que estão atuando em regime de plantão 24 horas.

O mutirão é mais uma ação prioritária do governo Edivaldo, integrando a política em favor da mulher. A iniciativa do mutirão de cirurgias vem para diminuir a fila de espera, reforça a primeira-dama Camila Holanda, que acompanhou a visita à unidade de saúde. "É uma grande vitória para a gestão e mostra o olhar sensível à política voltada para a mulher, priorizando, dando esse enfoque a um dia tão importante que é o Dia Internacional da Mulher. Nada mais justo dar essa atenção àquela que cuida da casa, dos filhos, trabalha e se divide em mil para dar conta de toda essa demanda que lhe compete", enfatizou a primeira-dama.

 

O secretário municipal de Saúde, Lula Fylho, pontuou os resultados diretos da iniciativa da Prefeitura. "O prefeito Edivaldo foi extremamente sensível à situação destas mulheres, ao determinar uma ação tão resolutiva como o mutirão. Essa ação reduzirá em mais de 90% a fila de espera por esses procedimentos. Então, é de grande resultado para estas pacientes", destacou. Serão realizadas cerca de 25 cirurgias nos fins de semana de mutirão, até o mês de junho. Nos dias úteis, a média é de 12 procedimentos.

As contempladas são pacientes que já consultam na unidade e estavam em tratamento. A serviços gerais Nerivalda Rocha, 42 anos, é uma das atendidas no mutirão. Ela aguardava há um ano e seis meses por uma cirurgia para retirada de miomas e, com o mutirão, foi contemplada. "Estou muito satisfeita. Fiquei surpresa quando me ligaram e me disseram que eu ia operar. Fui muito bem tratada, foi tudo rápido e já estou me sentindo muito bem", disse.

"O mutirão é um esforço da Prefeitura e das equipes médicas para que estas pacientes possam ter seu problema resolvido e para que possamos atender a nossa demanda sem gargalos e no menor tempo possível", reforça a diretora administrativa do hospital, Francisca Duarte. A iniciativa do mutirão é a primeira realizada na unidade e os procedimentos vão ocorrer sempre aos sábados e domingos, até o mês de junho.

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem