agencia

Notícias

Terça-feira, 13/03/2018 - 18h48

Prefeitura realiza evento sobre avaliação na Educação Infantil

O encontro teve a participação da professora Rita de Cássia de Freitas Coelho, do Centro de Políticas Públicas e Avaliação da Educação da Universidade Federal de Juiz de Fora

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

Estudantes da Educação Infantil fizeram apresentação cultural durante eventoA Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), realizou nesta segunda (12) e terça-feira (13), encontro sobre a Base Nacional Comum Curricular da Educação Infantil (BNCCEI). O evento debateu a importância da avaliação para consolidar a identidade da Educação Infantil e melhorar o processo de implementação de políticas com o objetivo de valorizar o segmento cumprindo o programa "Educar Mais: Juntos no Direito de Aprender", lançado no ano passado pelo prefeito Edivaldo. 

O encontro, que teve apresentação cultural de alunos da Educação Infantil, teve a participação da professora Rita de Cássia de Freitas Coelho, do Centro de Políticas Públicas e Avaliação da Educação da Universidade Federal de Juiz de Fora (CAEd/UFJF). Na oportunidade, a palestrante falou sobre a proposta de implantação da avaliação externa da Educação Infantil, que está em estudo pela Semed.

O secretário de Educação, Moacir Feitosa, destacou os avanços na área a partir da gestão do prefeito Edivaldo. "Pelo programa, já implantamos o Sistema Municipal de Avalição de São Luís (Simae/SL), estamos fortalecendo os programas da formação continuada e atualizando a proposta curricular da rede municipal de ensino", disse o titular da Semed.

O primeiro dia de encontro reuniu técnicos, coordenadores e a superintendente da área da Educação Infantil da Semed, Josie Descovi, no auditório da secretaria, no São Francisco, onde foi apresentada a proposta do projeto piloto para avaliação da Educação Infantil na rede pública municipal de ensino de São Luís. As atividades do segundo dia aconteceram no Espaço Orienta, Renascença, e reuniu cerca de 400 professores, coordenadores pedagógicos e gestores da Educação Infantil de São Luís, além de representantes do Fórum Estadual e Municipal de Educação, do Conselho Estadual de Educação, e das secretarias de Educação dos municípios de Paço do Lumiar, Raposa, São José de Ribamar e Santa Rita.

BASE

Neste encontro, Rita de Cássia Coelho apresentou a Base Nacional Comum Curricular da Educação Infantil e também falou sobre o processo de discussão na rede municipal de São Luís da proposta de implantação da avaliação externa da Educação Infantil que, segundo a secretária adjunta de Ensino da Semed (SAE), Maria de Jesus Gaspar Leite, "é uma proposta pioneira no Estado do Maranhão", que será deliberada junto ao secretário de Educação, Moacir Feitosa. "A professora Rita de Cássia veio com dois objetivos básicos: fazer uma explanação sobre a avaliação externa da Educação Infantil, e discutir a organização da proposta curricular da Educação Infantil à luz da Base Nacional Comum Curricular", explica Maria de Jesus.

Em sua palestra, Rita Coelho destacou que as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Infantil (DCNEI) determinam que as instituições que atuam nessa etapa de ensino criem procedimentos para a avaliação do desenvolvimento das crianças. "A avaliação da criança é competência da escola, sem objetivo de promoção e classificação por múltiplas estratégias. Nessa etapa, frequentemente, é qualificada pelo uso de instrumentos normativos, direcionados para a identificação das deficiências das crianças e que não atentam para os componentes social, cultural e de interação inerentes ao processo de ensino e de aprendizagem", observou.

A superintendente da Educação Infantil, Josie Descovi, ressaltou que a avaliação para a Educação Infantil vem para consolidar uma educação de qualidade na rede municipal de ensino. "O papel da Educação Infantil é diferente do Ensino Fundamental no processo de alfabetização, devendo ter práticas adequadas para o mundo da linguagem das crianças, sem cobrar o domínio de códigos. Esse processo não deve ter como objetivo a seleção, precisa considerar o percurso trilhado pelos pequenos, sem julgamentos, notas ou rótulos, e fornecer elementos para a equipe repensar as práticas".

A professora Vera Lúcia Gonçalves Pires, coordenadora do Núcleo de Avaliação, disse que a avaliação ajuda no diagnóstico real da situação da Educação, para intervenções e replanejamento de ações para os próximos anos, visando a melhoria contínua dos indicadores educacionais.

AVALIAÇÃO SIMAE

No ano passado, cerca de 45 mil alunos da rede pública municipal da capital participaram da avaliação diagnóstica do Sistema Municipal de Avaliação Educacional de São Luís (Simae/SL) - método próprio de avaliação de proficiência dos estudantes, criado pela Prefeitura de São Luís. Os alunos matriculados nos 1º, 2º, 3º, 5º, 7º e 9º anos do Ensino Fundamental foram avaliados nas áreas do conhecimento de língua portuguesas e matemática.

O Simae/SL está inserido no pilar Avaliação do programa 'Educar Mais'. A avaliação permite à Secretaria Municipal de Educação (Semed) conhecer o nível educacional dos estudantes da rede, além de consolidar uma cultura de avaliação na rede pública de ensino, baseada em princípios fundamentais, tais como descentralização, gestão participativa e formação continuada, que vão permitir a elevação da qualidade educacional, construída na coletividade e demarcada por indicadores educacionais bem definidos.

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem