agencia

Notícias

Sexta-feira, 16/03/2018 - 16h20

Projeto da Prefeitura, Jardim da Minha Escola, estimula nas crianças a consciência ambiental

A meta é plantar cerca de quatro mil mudas nas escolas municipais ao longo deste ano; a ação integra o programa São Luís Cidade Jardim, implantado na gestão do prefeito Edivaldo

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

A primeira-dama Camila Holanda, madrinha do projeto, acompanha o plantio nas escolas Espécies frutíferas e arbóreas vão deixar mais bonitas e contribuir para a preservação ambiental nas escolas da rede municipal de ensino. Alunos da Educação Infantil e Ensino Fundamental têm a experiência do plantio de mudas com o projeto Jardim da Minha Escola, que integra o programa São Luís Cidade Jardim, implantado na gestão do prefeito Edivaldo. Pela ação, crianças e jovens aprendem os processos de plantio e participam de oficinas com foco na educação ambiental. Este ano, seis escolas já receberam as ações do projeto. A meta é plantar cerca de quatro mil mudas nas escolas durante a ação ao longo deste ano.

Desenvolver a consciência ecológica nas crianças e jovens é o caminho para um meio ambiente preservado, pontua a primeira-dama Camila Holanda, madrinha do projeto. "É importante que possamos semear nessas crianças o amor, cuidado e atenção pela sua casa, que é o meio ambiente. O projeto, idealizado e implantado na gestão do prefeito Edivaldo, visa justamente isso, estimular essa sensibilidade nos pequenos para que disseminem nas suas famílias e no meio social em que vivem", destacou Camila Holanda.

Todo o acompanhando dos alunos é um trabalho coletivo que passa por várias fases e pessoas e sob o olhar atento da comunidade escolar, enfatiza o presidente do Instituto Municipal da Paisagem Urbana (Impur), Luiz Carlos Borralho. "Todas as etapas são de extrema importância, inclusive para o êxito da ação. O acompanhamento técnico é feito por equipe de campo do instituto e está integrado à comunidade escolar. Queremos que a cada nova árvore plantada reforce a esperança por um meio ambiente mais equilibrado", pontuou o gestor.

O projeto inclui orientação ambiental que passa pelo plantio, feita por técnicos e agrônomos do Impur. Durante as atividades, os estudantes aprendem técnicas de manejo, plantio, podas, adubações, limpezas e irrigações. Entre as espécies de frutas plantadas no projeto estão pitanga, acerola, abacate, manga, caju e sapoti; de mudas arbóreas, foram pés de Jacarandá e Ipê amarelo, roxo e rosa. Foram seis escolas da Educação Infantil e Ensino Fundamental contempladas com o projeto, que resultou no plantio de cerca de 500 mudas, entre frutíferas e ornamentais.

Foram plantadas nas unidades de alunos da escola de Educação Básica Pastor Estevan Ângelo, Cidade Operária; da creche Maria de Jesus Carvalho, na Camboa; e as U.E.Bs. Alberto Pinheiro (Centro), Recanto dos Pássaros, Anexo ISEMA - Tancredo Neves, Jackson Képler Lago, todas na região da Cidade Operária. "Essa ação é muito significativa, pois permite que as crianças ampliem o contato com a natureza e atentem para a preservação do meio ambiente", reforça Luiz Borralho. As ações foram retomadas em fevereiro deste ano e está em elaboração o cronograma das próximas atividades que serão promovidas ao longo do ano.

CONSCIENTIZAÇÃO AMBIENTAL

O Jardim na Minha Escola é um dos eixos do macroprograma paisagístico São Luís Cidade Jardim, criado pela Prefeitura em 2014. O projeto tem como objetivo estimular a consciência ambiental e de preservação do meio ambiente nos alunos, professores e por extensão, seus familiares. O projeto trabalha ainda a arborização de áreas internas e externas das escolas.

Estruturado em oito eixos - Jardim da Minha Empresa, Jardim da Minha Escola, Portais da Minha Cidade, Jardim da Minha Casa, Jardim da Minha Rua, Jardim da Minha Praia, Minha Calçada e Minha Árvore - o programa tem como meta trabalhar o paisagismo de rotatórias, adotar praças, além de arborizar canteiros centrais em avenidas e o plantio de árvores. O São Luís Cidade Jardim é coordenado pelo Impur em parceria com as secretarias municipais de Educação (Semed), Meio Ambiente (Semam) e o Comitê Gestor de Limpeza Pública.

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem