agencia

Notícias

Segunda-feira, 26/03/2018 - 17h05

Prefeitura reúne cerca de 500 educadores em formação do Plano de Intervenção Pedagógica

Formações fazem parte do programa "Educar Mais", lançado pelo prefeito Edivaldo, visando a qualidade do ensino e a melhoria dos indicadores educacionais do município

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

As formações do PIP fazem parte do programa ″Educar Mais″, lançado pelo prefeito Edivaldo ano passadoCerca de 500 educadores da rede municipal de Educação da Prefeitura de São Luís participaram de mais um encontro formativo do programa Mais Educação que, por meio do Plano de Intervenção Pedagógica (PIP), executado pela Secretaria Municipal de Educação (Semed), está capacitando os educadores na perspectiva de promover inovações na prática educativa com foco na aprendizagem do estudante. O evento, realizado na última semana, reuniu professores, gestores e coordenadores pedagógicos do Ciclo de Alfabetização (1º, 2º e 3º anos do Ensino Fundamental), em evento no auditório do Centro Educacional Paulo Freire, da Universidade Federal do Maranhão (UFMA).

O secretário de Educação, Moacir Feitosa, destacou que as formações são de fundamental importância para a qualidade da prática pedagógica. "Para a melhoria contínua do trabalho que o professor desenvolve em sala de aula, bem como para as ações de intervenções realizadas pelos coordenadores pedagógicos e a gestão administrativa. É na avaliação da prática e no planejamento de ações para novas intervenções que alcançaremos o nosso alvo, que é promover a aprendizagem do estudante, com pleno domínio da leitura e escrita, conforme orientação do prefeito Edivaldo", assinalou o secretário.

A palestra de abertura, "Educação com qualidade social: a alfabetização como direito fundamental", foi ministrada pela professora doutora Ana Lucia Gazzola, ex-reitora da Universidade Federal de Minas Gerais e ex-secretária de Educação daquele estado, que coordena a equipe de consultoria que está implementando o PIP na capital maranhense.

Ana Lúcia Gazolla parabenizou a iniciativa da gestão do prefeito Edivaldo, que além do trabalho de melhoria da infraestrutura das escolas, está promovendo formações, programas e projetos com o objetivo de melhorar a qualidade da educação em São Luís, o que já pode ser sentido por meio do sensível crescimento dos indicadores educacionais. "As crianças têm o direito de aprender, e todos nós que somos educadores, temos o dever de garantir os seus direitos. Todos nós somos responsáveis pela gestão pedagógica da escola", acrescentou.

Em sua palestra, ela ressaltou o fato de a educação ser um direito de todos, e que deve ser garantido pelo poder público, comunidade escolar e toda a sociedade. "Educação é um direito e está na Constituição. E nós temos que executar isso! Sem Educação não se constrói nada. Se os resultados não estão sendo satisfatórios como nós esperamos que sejam, então precisamos mudar a nossa prática, trabalhando novos elementos, avaliando e buscando formas de identificar os problemas e dificuldades do nosso aluno, pois ele está em sala de aula exatamente para aprender", discorreu a consultora.

AVALIAÇÃO

A professora Alessandra Rodrigues Cordeiro, do 3º ano do Ensino Fundamental na Unidade de Educação Básica (U.E.B.) Amaral Raposo (zona rural), representou os professores do Ciclo de Alfabetização da rede municipal na mesa de abertura do evento. Segundo ela, as formações e palestras voltadas para os professores do Ciclo de Alfabetização estão contribuindo para a avaliação da prática pedagógica, trazendo novos conteúdos que estão favorecendo o processo educativo. "Estamos tendo acesso a elementos extras que com certeza irão contribuir para a avaliação, planejamento e execução de novas ações em sala de aula, que serão decisivas para a melhoria da aprendizagem do estudante", observou.

Ruth-Ane do Nascimento Oliveira, coordenadora do Núcleo de Alfabetização (NALF) da Semed, esclarece que o Plano de Intervenção Pedagógica (PIP) realiza um trabalho permanente de visitas e acompanhamento nas escolas para possibilitar avanços na gestão pedagógica, propor estratégias de intervenção, apoiar os professores e, assim, garantir a aprendizagem dos estudantes no tempo certo. "O plano apresenta-se como uma estratégia de apoio à escola para assegurar o acompanhamento e a orientação do professor, garantindo celeridade ao processo para realizar ajustes e intervenções e, por sua vez, assegurar bons resultados", assinalou.

EDUCAR MAIS

As formações do PIP fazem parte do programa "Educar Mais, Juntos no Direito de Aprender", lançado no mês de junho de 2017 pelo prefeito Edivaldo, visando a qualidade do ensino e a melhoria dos indicadores educacionais do município. O objetivo é qualificar os técnicos para intervenções pedagógicas nas escolas, com foco em alfabetização. Além de conhecer as prioridades, metas e planos de ação da Semed para melhoria da gestão pedagógica de um modo geral.

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem