agencia

Notícias

Quarta-feira, 04/04/2018 - 09h00

Prefeitura de São Luís estimula cuidado com a voz entre educadores da rede municipal

Escolas receberão a ação que integra a política de valorização dos profissionais do magistério, implementada pela gestão do prefeito Edivaldo

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

’Oficina de Voz’ é realizado pela Semed e Semus em parceria com o CerestPelo quarto ano consecutivo, a Prefeitura de São Luís, por meio das Secretarias Municipais de Educação (Semed) e Saúde (Semus), realiza o projeto 'Oficina de Voz', que tem parceria do Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest - Regional São Luís). A iniciativa é voltada para os educadores da rede municipal de ensino. Em abril, quando se comemora o Dia Mundial da Voz (dia 16), o projeto será levado para oito escolas da rede pública municipal, alcançando aproximadamente 200 educadores. Até o fim do ano, outras escolas receberão a ação que integra a política de valorização dos profissionais do magistério, implementada pela gestão do prefeito Edivaldo.

Nesta terça-feira (3), a ação foi realizada na Unidade de Educação Básica (U.E.B.) de Ensino Fundamental José Assub, no bairro Santa Cruz, e contou com a participação de cerca de 20 profissionais da Educação, sendo a maioria professores. Na quinta-feira (5), é a vez da U.E.B. Paulo Freire receber o projeto.

O secretário de Educação, Moacir Feitosa, explica que esta é a primeira etapa do projeto para 2018 e que até o fim do ano, o 'Oficina da Voz' contemplará mais unidades de ensino. "O objetivo deste projeto, que segue orientação do prefeito Edivaldo, é contribuir para a qualidade de vida e de trabalho dos docentes e demais servidores das escolas da rede, o que também refletirá no aprendizado do estudante", garante Moacir Feitosa.

O projeto 'Oficina de Voz' está inserido no Programa Saúde na Escola (PSE), do Governo Federal, e é executado pela Prefeitura de São Luís, por meio da Semed e Semus. As oficinas de saúde vocal promovidas em parceria com o Cerest duram em torno de uma hora e meia e estão sendo ministradas pelo fonoaudiólogo Manoel Tadeu Rodrigues Cardoso.

EXERCÍCIOS

A programação inclui exercícios respiratórios para promover a oxigenação do corpo, exercícios de postura para aumentar o alcance da voz e ainda exercícios vocais para aquecer a garganta e minimizar o desgaste do aparelho fonador. "Além dos exercícios respiratórios, vocais e de postura, damos dicas de como se alimentar bem para cuidar das cordas vocais, e dicas de mastigação e de hidratação das cordas vocais", informa Manoel Tadeu.

O fonoaudiólogo explica que os exercícios repassados nas oficinas são de fácil assimilação e devem ser feitos todos os dias pelos professores e demais profissionais que têm a voz como instrumento de trabalho. O conjunto de exercícios dura em média de seis a oito minutos para serem concluídos. Assim, o professor deve reservar este tempo antes do início da jornada de trabalho, devendo ainda levar uma garrafa ou copo com água para a sala de aula, para manter as cordas vocais hidratadas.

A professora Alcylene Dutra Pacheco Lima, do 4º ano do Fundamental na U.E.B. José Assub, diz que ficou muito feliz quando soube que a oficina seria levada também para aquela unidade educacional. Segundo a professora, muitos profissionais acabam por contrair problemas de garganta e nas cordas vocais. "A voz é o meu instrumento de trabalho e por isso tenho que ter muito cuidado, utilizando ela da melhor forma. E a oficina veio exatamente para nos ensinar a utilizar a voz de forma adequada, evitando problemas de saúde", destaca a professora.

A gestora da U.E.B. José Assub, Tatiana Gama, que também participou da oficina, afirma que as dicas, exercícios e demais informações repassadas pelo fonoaudiólogo foram importantes para o trabalho diário do educador. "Eu não estou em sala de aula, mas todos os dias recebo pais e responsáveis de alunos para conversar, além dos próprios estudantes, e por isso preciso ter uma boa dicção, uma fala clara e de fácil interpretação. Então, preciso me cuidar, e esta oficina trouxe informações essenciais para a saúde da minha voz", assegura.

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem