agencia

Notícias

Quinta-feira, 05/04/2018 - 18h55

Educação de Jovens e Adultos da rede municipal de São Luís mantêm inscrições abertas

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

A EJA é uma oportunidade única para jovens e adultos que querem aprender a ler e escrever
A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), está com matrículas abertas nas escolas da rede municipal de ensino para os estudantes interessados em fazer os cursos presenciais de Ensino Fundamental na modalidade Educação de Jovens e Adultos (EJA).

A Educação de Jovens e Adultos é uma modalidade de ensino que percorre todos os graus da educação básica do país. Essa modalidade é destinada a jovens e adultos que, por algum motivo, não deram continuidade em seus estudos e para aqueles que não tiveram o acesso ao Ensino Fundamental na idade apropriada. A EJA desenvolve capacidades, saberes, cultura e práticas que ajudam o estudante a lidar com as questões diárias.

Para o secretário de Educação, Moacir Feitosa, o EJA é uma oportunidade única para jovens e adultos que querem aprender a ler e escrever. "É fundamental para resgatar a autoestima e incentivar na formação pessoal e profissional da sociedade. Além de proporcionar a conclusão do Ensino Fundamental aos Jovens e Adultos que estão afastados da escola e desejam retomar os seus estudos" pontuou.

A secretaria adjunta de Ensino (SAE), Maria de Jesus Gaspar Leite, destacou que este é um momento importante para educação considerando a oportunidade para toda a comunidade de São Luís a oportunidade de estudos no Ensino Fundamental na modalidade de EJA. "Temos vagas suficientes para atender às demandas. É importante ressaltar que essas matrículas são feitas diretamente na escola, pois dessa forma agiliza o processo de matricula na rede municipal", frisou.

A superintendente da Educação de Jovens e Adultos, Áurea Borges, explica que a EJA é uma proposta educacional que supera o modelo escolar convencional que proporciona um ambiente de aprendizado que estimula a autonomia. "A EJA utiliza as nomenclaturas 1º segmento (1º ao 5º ano) e o 2º segmento (6º ao 9º ano) para o Ensino Fundamental que ao sair estarão prontos para ingressar o Ensino Médio. Além da questão da escolarização ela permite que o estudante tenha condição de exercer com plenitude sua cidadania", completou a superintendente.

ESCOLA QUE ACOLHE

Sala de Acolhimento da U.E.B. Carlos Saads

Para aqueles jovens e adultos, homens e mulheres, alunos do turno noturno que têm dificuldades de concluir o Ensino Fundamental, por não ter com quem deixar seus filhos, a Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), em parceria com a Fundação Vale e o Instituto Formação, implantaram as salas de acolhimento. São espaços totalmente estruturados para atender os filhos dos estudantes enquanto assistem às aulas. Já foram implantadas três salas de acolhimento nas U.E.Bs. Carlos Saads, Amaral Raposo, em Pedrinhas, e na escola Professor Nascimento de Moraes, na Cidade Operária.

PROJETOS
A Superintendência de Jovens e Adultos desenvolve projetos ao longo do ano, a exemplo do Educar e Incluir, que trabalha a inclusão de idosos na EJA, que iniciou em 2013, mas é trabalhado continuamente. Há ainda o programa Roda de Conversa, que teve início em 2015, com a intenção de incentivar a leitura e a escrita. Estão no planejamento para serem implantados no mês de maio os programas Delas, que vai trabalhar questões de raça e gênero e Educando para a Sustentabilidade.

Mas as escolas desenvolvem também as parcerias. Para a professora da EJA, na U.E.B. Profº Rubem Almeida, da rede municipal, Flor Chaves, a escola é um espaço para desenvolver uma série de projetos que levam consciência e cidadania aos estudantes. "Ano passado tivemos em nossa escola a implantação do projeto Quem escolhe seu caminho você ou as drogas?, projeto da promotora Cristiane Lago, os alunos produziram poesias, músicas sobre o tema e teve premiação. Em um outro momento, o promotor da Vara da Infância e Juventude, Raimundo Nonato Cantanhede, apresentou palestra sobre direitos e deveres dos adolescentes e jovens, além das atividades culturais como a participação de alguns estudantes na Serenata Histórica, onde interagiram com os personagens históricos", pontua.

Para cursar a modalidade EJA é necessário ter completado 15 anos até 30 de março. As vagas são abertas ainda para jovens e adultos.. Os interessados devem procurar a escola levando original e cópia dos documentos de identificação: RG ou Certidão de Nascimento do Estudante (original e cópia); documento de identificação e CPF do responsável, quando menor (original e cópia); comprovante de residência (original e cópia).

Escolas municipais com vagas disponíveis para a modalidade Educação de Jovens e Adultos
Zona Urbana
UEB Alberto Pinheiro, Centro
UEB Ana Lucia Chaves Fecury, São Bernardo
UEB Antonio Vieira, Jardim São Cristóvão
UEB Cidade Olímpica, bairro Cidade Olímpica
UEB Darcy Ribeiro, Sacavém
UEB Dr Neto Guterres, Angelim
UEB Dr Oliveira Roma, Recanto Vinhais
UEB Dra Maria Alice Coutinho, Turu
UEB Governador Leonel Brizola, Vila Luizão
UEB Henrique De La Roque Almeida,
Vila Embratel
UEB Joao Lima Sobrinho, Parque Timbira
UEB Jornalista Neiva Moreira, Bequimão
UEB Jose Assub, Santa Cruz
UEB Jose Cupertino, João Paulo
UEB Jose Ribamar Bogea, Cidade Olímpica
UEB Lindalva Teotonia Nunes, Vila Isabel
UEB Luis Viana, Alemanha
UEB Maria Jose Vaz Dos Santos, João de Deus
UEB Menino Jesus De Praga, Planalto Vinhais II
UEB Ministro Carlos Madeira, Anjo da Guarda
UEB Ministro Mario Andreazza, bairro Liberdade
UEB Monsenhor Frederico Chaves, São Francisco
UEB Newton Neves, Vila Palmeira
UEB Olinda Desterro, Vicente Fialho
UEB Primavera, Cohatrac
UEB Prof Carlos Saads, Vila Mauro Fecury I
UEB Prof Joao De Souza Guimaraes, Divineia
UEB ProfLuis Rego, Vila Itamar
UEB Prof Nascimento De Moraes
UEB Prof Ronald Da Silva Carvalho, Divinéia
UEB Prof Rubem Almeida, Coroadinho
UEB Prof Sá Valle, Anil
UEB Raimundo Chaves, Vila Bacanga
UEB Rivanda Berenice Braga, Barreto
UEB Roseno De Jesus Mendes, Vila Janaína
UEB Santa Clara, bairro Santa Clara
UEB Tancredo Neves, Cidade Operária
UEB Thomaz De Aquino Andrade, Cidade Operária
UI Duque De Caxias, João Paulo
UI Vila Embratel

Núcleo Rural
Escola Casa Familiar Rural
UEB Dom Jose Medeiros Delgado, Vila Cascavel
UEB Evandro Bessa - Sta Barbara
UEB Galileu Clementino Ramos Santos, Santa Bárbara
UEB Gomes De Sousa, Vila Maranhão
UEB Haydee Chaves, Vila Esperança
UEB Honorio Odorico Ferreira, Tajipuru
UEB Major Jose Augusto Mochel, Maracanã
UEB Prof Jose Gonçalves Do Amaral Raposo, Pedrinhas
UEB Prof Luzenir Mata Roma, Vila Nova República
UEB Salomão Fiquene, Tibiri
UEB São Raimundo, bairro São Raimundo
UEB Saraiva Filho, Cajupe
UEB Uruati, Quebra Pote
UEB Zuleide Andrade, Maracanã

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem