agencia

Notícias

Domingo, 22/04/2018 - 08h54

Prefeitura intensifica cronograma de obras e serviços e amplia frentes de trabalho na cidade

As ações da Prefeitura visam reduzir os danos causados pelas fortes chuvas na cidade, mantendo a mobilidade urbana e a segurança dos ludovicenses

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

Os serviços na área da infraestrutura urbana foram os que mais receberam reforço na última semanaÉ com um conjunto de ações integradas que a Prefeitura de São Luís está trabalhando para minimizar os impactos das chuvas pela cidade. Diante do índice pluviométrico acima do esperado, o poder público municipal colocou em prática um plano de ações que visa atender às demandas da população e prevenir novas ocorrências. Os serviços alcançaram diversos bairros, priorizando áreas críticas. Determinadas pelo prefeito Edivaldo, as ações seguem nas próximas semanas com serviços de contenção de erosão, drenagem, limpeza de bueiros e galerias, requalificação de vias, capina e roçagem, recolhimento de lixos descartados irregularmente, poda de árvores e controle e manutenção de áreas de risco pela Defesa Civil.

"Nossas equipes estão nas ruas, trabalhando intensamente, para atender às necessidades da população. Com os serviços integrados e sendo executados em várias frentes, estamos conseguindo evitar danos maiores causados pelas fortes chuvas que atingiram a cidade na última semana. Estamos com um cronograma intenso de atividades e com um grande contingente de trabalhadores nas ruas", destacou o prefeito Edivaldo, que orientou as ações desenvolvidas ao longo da semana.

Segundo o Laboratório de Meteorologia do Núcleo Geoambiental da Universidade Estadual do Maranhão (Uema), a previsão é de que o volume de chuvas para os meses de fevereiro, março e abril, ultrapasse em cerca de 15% a média histórica já registrada. As ações da Prefeitura visam, mesmo com o aumento considerável no índice pluviométrico, reduzir os danos causados pelas fortes chuvas na cidade, mantendo a mobilidade urbana e a segurança dos ludovicenses.

As estratégias incluem reforço nos serviços de desobstrução de canais, bueiros e galerias, realizados pela Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (Semosp); limpeza, capina e poda de árvores em vias da cidade, executados pelo Comitê Gestor de Limpeza Urbana e pelo Instituto Municipal da Paisagem Urbana (Impur); e o monitoramento das áreas de risco com as equipes da Defesa Civil Municipal, vinculada à Secretaria Municipal de Segurança com Cidadania (Semusc).

Agentes da Prefeitura durante trabalho de desobstrução de canal

O secretário municipal de Obras e Serviços Públicos, Antonio Araújo, destaca que o trabalho do poder público municipal tem apresentado resultados positivos. "Desenvolvemos um trabalho permanente e de forma preventiva. Investimentos do prefeito Edivaldo em obras estruturantes permitiram um avanço na área da infraestrutura na cidade, com redução na quantidade de pontos de acúmulo de água. Temos muito trabalho pela frente ainda, mas estamos empenhados para melhorarmos cada vez mais a infraestrutura de São Luís", reforça.

INFRAESTRUTURA

Os serviços na área da infraestrutura urbana foram os que mais receberam reforço na última semana. Com ações como desobstrução de canais, bueiros e galerias, contenção de erosão e pavimentação, a Prefeitura de São Luís ampliou o cronograma de atividades da Semosp em vários bairros como Divinéia, Renascença, Cidade Operária, Vila Lobão, Vila Conceição, no Calhau, São Francisco, Ponta do Farol entre outros.

A ação contemplou vias de grande fluxo de veículos como a Avenida Jerônimo de Albuquerque. Ao longo da avenida, foram executados serviços como contenção de erosão, nas proximidades do elevado da Cohama e na Curva do Noventa, reconstrução de galeria e limpeza de canal, galerias e bueiros. A desobstrução da rede de drenagem foi realizada também na Avenida Castelo Branco, no São Francisco, na Avenida Guajajaras e nas avenidas Colares Moreira e Professor Carlos Cunha.

Canal do Rio Calhau é desobstruído por retroescavadeira

A Prefeitura de São Luís iniciou, ainda, os serviços de desobstrução de canal em um trecho do Rio Calhau, nas proximidades da Rua Coroatá, na Vila Conceição, no Calhau. No local, a Semosp utilizou máquinas escavadeiras para realizar a retirada de entulhos, restos de vegetação e lixo jogados no leito do canal. Os canais do Cohatrac, Santa Clara, Curva do Noventa, Divinéia também receberam os serviços de limpeza.

Com os serviços de pavimentação, com o Programa Asfalto na Rua, a Prefeitura trabalhou nas avenidas São Luís Rei de França, Franceses, Guajajaras, Jerônimo de Albuquerque, Daniel de La Touche, Vitorino Freire, Holandeses, Carlos Cunha, Paulo VI e no bairro João de Deus. A ação se estendeu à zona rural, no acesso ao Cujupe e na Rua Brasília, no Santa Bárbara.

LIMPEZA

Equipes da Prefeitura lavam a Praça Benedito Leite

A limpeza da cidade é outra ação que contribui para minimizar os impactos das chuvas, já que elimina grande parte do lixo que obstrui o sistema de drenagem. Só em 2018, já foram recolhidas, aproximadamente, 30 mil toneladas de resíduos sólidos descartados irregularmente nas vias públicas da cidade. O serviço tem sido intensificado durante o período chuvoso.

Na última semana, os serviços de capina e varrição foram concentrados nas principais avenidas da cidade como Holandeses, Carlos Cunha, Daniel de La Touche, Beira-Mar, Africanos, Franceses, Kennedy e Guajajaras. Por meio do trabalho do Comitê Gestor de Limpeza Urbana, o poder público municipal atuou ainda na remoção mecanizada e manual de resíduos em áreas como Anjo da Guarda, Chácara Brasil, Jardim Eldorado, Camboa, Anel Viário, Praia Grande, Radional e Jaracati.

Somente em abril já foram feitos serviços de limpeza também em pontos de descarte irregular no Olho d'Água, Anel Viário, Anjo da Guarda, Parque Shalom, Cohaserma, Radional, Centro Histórico, Cidade Operária, Cidade Olímpica, Sá Viana, avenidas Luís Eduardo Magalhães, Luís Rocha, Getúlio Vargas, Portugueses entre outros pontos. Equipes do comitê trabalharam também na lavagem de feiras, mercados e praças como Mercado do João Paulo, Feira Livre do Vinhais, Mercado do Bairro de Fátima, Mercado do Coroadinho, Portinho e Praça Benedito Leite.

DEFESA CIVIL

O trabalho de monitoramento e acompanhamento de áreas de risco na cidade, que é realizado de forma contínua, também recebeu reforço na última semana. Os serviços executados pela Secretaria Municipal de Segurança com Cidadania (Semusc), por meio da Defesa Civil Municipal, incluiu orientação aos moradores, avaliação dos pontos de risco e reforço na proteção de encostas com a colocação de lonas plásticas que contribuem na prevenção de deslizamentos.

Defesa Civil realiza colocação de lonas plásticas que contribuem na prevenção de deslizamentos

Na última semana, as equipes da Defesa Civil visitaram áreas na Vila Progresso, Vila Militar, Cohafuma, Jaracati, Vila Bacanga, Jordoa, Olho d´Água, Vila Luizão, Coroadinho, Vila Conceição (Altos do Calhau), Bairro de Fátima, Divinéia, Piancó, Vila Isabel, Vila Embratel, Vila Bacanga e Vila Dom Luís. A Defesa Civil atuou principalmente na região Itaqui-Bacanga, onde estão localizados 18 pontos de risco, e no Coroadinho, com 16 pontos.

O trabalho da Defesa Civil, além do acompanhamento da situação de cada área, inclui ação de conscientização com as famílias e os moradores da região. A intenção é orientar os moradores a deixarem a área de risco e evitar que novas pessoas ocupem pontos de risco na cidade.

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem