agencia

Notícias

Quarta-feira, 25/04/2018 - 15h25

Crianças e adolescentes do Circo Escola de São Luís aprendem em oficina a reutilizar pneus

Atividades reuniu integrantes do programa social da Prefeitura de São Luís em oficina ofertada pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

Oficina de reutilização de pneus teve como um dos objetivos despertar a consciência ecológica nos participantesCrianças e adolescentes integrantes do programa Circo Escola, ação executada pela Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal da Criança e Assistência Social (Semcas), participaram, nesta quarta-feira (25), de oficina de reutilização de pneus descartados. A oficina é uma iniciativa do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), ministrada pelo Grupo de Apoio às Comunidades Carentes do Maranhão (GACC-MA), com o objetivo de promover a conscientização ambiental aliada à arte de transformar elementos poluidores da natureza em novos produtos ambientalmente sustentáveis.

A gestora da Semcas, Andréia Lauande, destacou a importância de trabalhar temáticas ambientais com as crianças e adolescentes. "As ações do Circo Escola fazem parte de um conjunto de iniciativas promovidas pelo Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, que traz como premissa a busca da prevenção às drogas, da erradicação do trabalho infantil e de outras implicações que afetam esse público. As oficinas destacam um dos eixos desse serviço, que é a conscientização ambiental entre os jovens, principalmente no momento em que vivemos quando observamos a necessidade cada vez mais premente de cuidar do planeta", observou Andréia Lauande.

Cerca de 30 crianças e adolescentes de 7 a 17 anos participaram da ação no Circo Escola. Na oficina, eles aprenderam a reutilizar pneus velhos transformando-os em floreiras e outras peças de jardinagem. O módulo contempla ainda formas de corte e pintura do material. Segundo a técnica do GACC-MA, Ana Raquel Rodrigues, as oficinas na área ambiental destinadas a esse público visam fortalecer o exercício da cidadania de crianças e adolescentes, através da participação individual e coletiva em ações que estimulem a consciência ambiental.

PRESERVAÇÃO

"As crianças precisam assumir, desde muito cedo, responsabilidades com a preservação e o equilíbrio do meio ambiente. As oficinas colaboram com esse processo tão importante de engajar os jovens nas atividades em favor do bem-estar das pessoas e do planeta", afirmou Ana Raquel, destacando ainda que o principal resultado esperado é o empoderamento de adolescentes através do conhecimento proporcionado pelo desenvolvimento das ações formativas sobre educação ambiental.

A oficina tem ainda como finalidade causar impacto favorável ao meio ambiente. Com a transformação de materiais recicláveis como pneus velhos, por exemplo, estes produtos deixam de ser depositados no meio ambiente como lixo e se tornam itens de utilidades e decoração, produzindo um reflexo transformador na natureza e na vida das pessoas.

A técnica do GACC informou ainda que, com as oficinas temáticas de transformação de materiais recicláveis, a educação ambiental é promovida sempre de forma lúdica e atrativa, para agregar cada vez mais as crianças e adolescentes nas ações de preservação ambiental. "Além disso, os adolescentes se transformam em multiplicadores de conhecimentos nos seus espaços de convivência, exercendo o protagonismo juvenil junto aos espaços comunitários, especialmente no que diz respeito à gestão ambiental", concluiu Ana Raquel.

Um dos adolescentes participantes da oficina foi Alysson Ruan, 13 anos. "Gostei bastante da oficina porque, além de ocupar nosso tempo com algo proveitoso, a gente ainda aprende uma arte que preserva o meio ambiente", disse o garoto.

A estudante Luana Rodrigues Silva, 13 anos, tem raciocínio similar. "Eu nunca pensei que pudéssemos fazer peças tão bonitas com pneus velhos, que são elementos muito poluidores do meio ambiente. Transformar pneus descartados em arte é um modo muito inteligente de contribuir para um planeta ambientalmente melhor para todos", observou a adolescente.

Já a pequena Ana Sofia Araújo, 8 anos, considerou a oficina uma grande brincadeira. "Foi divertido reutilizar os pneus. Eles ficam tão bonitos que nem parecem pneus velhos e ainda podem enfeitar o jardim de nossas casas", relatou a menina.

 

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem