agencia

Notícias

Quarta-feira, 25/04/2018 - 17h30

Inclusão da pessoa com deficiência é foco de seminário promovido pela Prefeitura e Pitágoras

Evento discutiu sobre as ações voltadas para a pessoa com deficiência, a partir da interlocução dos setores público e privado, bem como da sociedade civil organizada

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

A secretária da Semcas, Andréia Lauande, apresentou os avanços da gestão voltados para pessoas com deficiênciaA Prefeitura de São Luís e a Faculdade Pitágoras promoveram, na tarde desta quarta-feira (25), no auditório do Teatro Zenira Fiquene, da Faculdade Pitágoras (Turu), o seminário "A Intersetorialidade e a Inclusão da Pessoa com Deficiência". O evento possibilitou o debate e a troca de conhecimentos sobre as ações voltadas para a pessoa com deficiência, desenvolvidas nos diversos setores das políticas públicas. Organizado pela Secretaria Municipal da Criança e Assistência Social (Semcas), o seminário incluiu a participação das secretarias municipais de Educação (Semed), Urbanismo (Semurh) e Planejamento (Seplan).

"Nós temos o desafio de pensar a inclusão de forma ampla. Reconhecemos nossas limitações, mas a gestão do prefeito Edivaldo tem avançado no sentido de ampliar, qualificar e desenvolver parcerias que melhorem oferta de políticas públicas para este segmento", explicou a gestora da Semcas, Andréia Lauande.

O diálogo intersetorial entre instituições públicas, privadas e a sociedade civil oportunizou a interlocução das diversas áreas a respeito da inclusão de pessoas com deficiência, enquanto uma questão de direito, reconhecida pelas políticas públicas brasileiras e aprofundou as discussões teóricas, fornecendo subsídio para embasar as ações em torno da acessibilidade e inclusão. Foram discutidos temas como legislação, educação inclusiva de pessoas com deficiência intelectual, a assistência social na perspectiva dos direitos da pessoa com deficiência, entre outros.

Patrícia Vilela, coordenadora acadêmica da faculdade Pitágoras apresentou as iniciativas da instituição voltadas para esse público e destacou a importância da sensibilização da comunidade acadêmica e sociedade, bem como, de ações concretas. "Precisamos compreender que inclusão vai além da questão arquitetônica, ela precisa de atitudes tanto das instituições como individuais", disse.

O estudante de Pedagogia Ribamar Correia, 40 anos, considera o debate como uma forma de contribuir para a formação dos docentes. "A partir das informações recebidas aqui temos uma melhor noção das questões que envolvem a temática, nos tornando mais conscientes do nosso papel como cidadão e profissional. Além disso, ajuda a nos colocarmos no lugar do outro, compreendendo as dificuldades".

ASSISTÊNCIA SOCIAL

Entre os serviços executados pela Prefeitura por meio da Semcas para esse público, estão os Serviços de Proteção Social Básica no Domicílio para Pessoas com Deficiência e Idosas, de Proteção Social Especial para Pessoa com Deficiência e idosa, o Acolhimento Institucional Residência Inclusiva e dois Centros-Dia, sendo um para jovens e adultos e outro para crianças e o Beneficio Benefício de Prestação Continuada (BPC).

Os 20 Centros de Referência e Assistência Social (Cras) do município também desenvolvem acompanhamentos, encaminhamentos, orientações e informações para a pessoa com deficiência, assim como, os cinco Centros de Referência Especializada de Assistência (Creas).

Participaram ainda do Seminário representantes das Secretarias de Estado de Desenvolvimento social (Sedes), Direitos Humanos e Participação Popular (Sedihpop), Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência (COMDEF); Defensoria Pública Estadual, Fórum Metropolitano das Entidades de Pessoa com Deficiência e Patologias, Fórum Maranhense das Entidades de Pessoa com Deficiência e Patologias.

SAIBA MAIS

Segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), pessoas com deficiência são mais vulneráveis a abusos e normalmente não frequentam a escola, dessa forma, é necessário maior respeito e inclusão. Outro dado importante é que a maioria das pessoas com deficiência não conseguem acessar o mercado de trabalho. No mês de abril são comemoradas datas relevantes em alusão à pessoa com deficiência como o Dia Mundial de Sensibilização para o Autismo (02/04), Dia Nacional do Sistema Braille (08/04), Dia Nacional de Educação de Surdos (23/04) e o Dia Nacional da Língua Brasileira de Sinais (24/04).

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem