agencia

Notícias

Sexta-feira, 27/04/2018 - 14h24

Prefeitura de São Luís leva atividades de dança a bairros da cidade

Programa Dançando nos Bairros tem como objetivo incentivar a prática de atividades físicas e o lazer em comunidades da capital e soma-se a outras ações da gestão do prefeito Edivaldo voltadas para o bem-estar da população

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

Na área do Rio das Bicas, professora ministra aulas de zumba a pessoas da comunidade
Com o programa Dançando nos Bairros, a Prefeitura de São Luís incentiva a prática de atividades físicas nas comunidades. Desenvolvida atualmente em mais de dez bairros da cidade, a ação é executada por meio da Secretaria Municipal de Desporto e Lazer (Semdel) e soma-se às iniciativas já implementadas pela administração pública municipal para despertar o interesse da busca por uma vida mais feliz e saudável. No final da tarde de quinta-feira (26), as atividades aconteceram na área do Rio das Bicas.

Além da área do Rio das Bicas, o Dançando nos Bairros é desenvolvido em bairros como Vila Bacanga, Vila Embratel, Santo Antônio, Cohafuma, Ipase de Cima e Ipase de Baixo, Cohatrac Primavera, Planalto Pingão, Bom Milagre e Vinhais. As atividades acontecem duas vezes por semana e o cronograma é definido junto às comunidades, que decidem os melhores dias e horários. As atividades são executadas ao ar livre e abertas a novos participantes.

O secretário municipal de Desporto e Lazer, Rommeo Amim, destacou o objetivo do programa incentivado pelo prefeito Edivaldo. "O objetivo é levar atividades físicas aos mais diversos bairros de São Luís. Em todos os espaços que levamos o programa temos uma grande aceitação por parte das comunidades. É importante dizer que o Dançando nos Bairros é destinado a todas as idades e busca atender todos os gostos", disse o titular da Semdel. A intenção é ampliar o alcance da ação e desenvolver em novos bairros. 

 A coordenadora do Dançando nos Bairros, Adriana Silva, ressaltou a proposta do programa. "Nossa proposta é, através de uma atividade divertida como a dança, incentivar a prática de exercícios físicos. Trabalhamos junto às comunidades avaliando se o programa está atendendo às necessidades da população", explicou a coordenadora.

Oito professores fazem parte do projeto e realizam atividades de dança, especialmente a zumba, com os participantes. Com a proposta de ampliação das atividades para novos lugares, o poder público municipal beneficia, ainda, os profissionais das comunidades que atuam na área, abrindo novos postos de trabalho. Os professores que conduzem as atividades, além de estimularem a prática da dança como atividade física, promovem o bem-estar dos participantes, despertando sentimentos positivos como a alegria.

"O maior benefício da dança é promover a alegria, além dos benefícios para a saúde. Nosso objetivo é fazer com que as pessoas saiam de suas casas, se movimentem, se divirtam e saiam felizes daqui. Esse é um programa que alcança muitas donas de casa e o fato de elas estarem aqui é muito bom pra relaxarem e se divertirem. A perda de peso e a melhoria na saúde vem como consequência desse trabalho", destacou a instrutora de zumba, Samara Sardinha.

Maria Cerejo é uma das participantes do programa

"Acho bom demais. Se for preciso eu venho até debaixo de chuva. Faço por recomendações médicas, mas também porque pra mim é um divertimento. É ótimo estar aqui", disse a aposentada Maria Rosa Serejo, 59 anos. "Gosto muito de vir. Moro aqui na Areinha e acho muito importante pra saúde a gente praticar exercícios. Já faço caminhada e, agora, a dança chega para complementar", contou a aposentada Severa Freire, 70 anos.

MAIS AÇÕES

Também com o objetivo de incentivar a prática de atividades físicas, a Prefeitura de São Luís desenvolve o programa São Luís Saudável e o Vida Ativa. O São Luís Saudável, da Secretaria de Desporto e Lazer, é voltado para os idosos e é desenvolvido em núcleos que abrangem vários bairros da capital maranhense. O programa contribui ainda para inserir os profissionais de educação física nos espaços públicos.

Já o Vida Ativa, coordenado pela Secretaria Municipal da Criança e Assistência Social (Semcas), oferece atendimento socioassistencial, atividades físicas, esportivas e recreativas, além de aulas de alfabetização, à pessoa idosa dos diferentes territórios da cidade. A ação tem como objetivo garantir o envelhecimento saudável.

Voltado para o público infantil, a Semdel desenvolve o programa Movimento e Resgate. A ação beneficia crianças e adolescentes de 10 a 17 anos. As escolinhas esportivas que participam do programa contam com material de apoio e oferecem oficinas esportivas de futsal, futebol, basquete, vôlei, handebol, karatê, judô, futebol de campo, atletismo e capoeira.

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem