agencia

Notícias

Terça-feira, 08/05/2018 - 19h16

Prefeitura de São Luís valoriza e divulga culinária local na 2ª Semana Gastronômica de Turismo

Evento reúne chefs e interessados na gastronomia ludovicense em atividades que prosseguem até quinta-feira (10) na Central de Atendimento ao Turista e no Grand São Luís Hotel

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

Pratos típicos da culinária maranhense foram destacados durante o eventoIngredientes típicos em pratos originais e criativos, valorizando o que São Luís tem de melhor quando ao assunto é culinária. Explorados em palestras e aulas práticas, as comidas locais são o foco durante a 2ª Semana Gastronômica de Turismo. O evento, uma iniciativa da gestão do prefeito Edivaldo, iniciou nesta terça-feira (8), com a participação de educadores, culinaristas, chefes de cozinha e representantes das entidades da rede de gastronomia local. A programação inclui palestras, oficinas, workshops, aulas-show, aulas práticas e exposição de pratos, até esta quinta-feira (10), na Central de Atendimento ao Turista e no Grand São Luís Hotel, ambos no Centro da cidade, das 8h às 18h.

No primeiro dia do evento, o público, em sua maioria de estudantes de cursos técnicos e graduações na área de culinária, interagiu com perguntas e sugestões. A curiosidade pela gastronomia local mostrou a importância e relevância do evento, pontuou a secretária municipal de Turismo (Setur), Socorro Araújo. "O objetivo deste momento, que segue orientação do prefeito Edivaldo, é desenvolvermos os insumos, os ingredientes da nossa região, da gastronomia maranhense em oficinas e mostrando as várias formas de apresentar estes produtos. Com isso, pretendemos valorizar ainda mais o que é tipicamente nosso", enfatizou. A gestora disse ainda que "a proposta é entender melhor a gastronomia maranhense e desenvolver estratégias para divulgar e disseminar o produto para o turismo".

No conjunto de receitas que serão desenvolvidas e testadas no Semana Gastronômica de Turismo está ravioli de juçara, culis de bacuri, vatapá low carb, beiju de juçara e compota de legumes em atividades que incluem oficinas, workshops e aulas-show. "O evento vai contribuir para que as pessoas saibam mais sobre a rica culinária maranhense e para que se entenda o porquê do sucesso e do conteúdo exótico e muito peculiar de alguns pratos", reforça o chef de cozinha, Rafael Libério.

Para a professora do curso de Hotelaria da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), Marilene Sabino, a gastronomia é fundamental para o turismo, é a identidade de um povo e essencial para se estudar também a história das populações. "É uma mostra da forma como fomos criados e que é passada por gerações. Para onde formos, levamos essa influência e experiência gustativa. E não se deve perder essa autenticidade da gastronomia", reiterou.
O presidente da Abrasel-MA, Jori Itamar, apontou a riqueza da gastronomia local. "São produtos que merecem ser mais valorizados, assim como o patrimônio e a riqueza cultural maranhense, para além do Estado, para o Brasil e mundo", enfatizou.

A corretora de plano de saúde, Letícia Cantanhede, 29 anos, já faz curso na área de culinária e pretende ampliar os conhecimentos durante a Semana Gastronômica. Para ela, é um aprendizado único. "Vai acrescentar muito para mim, pois já estou na área e já faço algumas experiências em casa. Aqui estamos orientados por grandes profissionais e conhecedores da culinária, o que vai enriquecer bastante o aprendizado", avaliou.

Letícia Cantanhede foi uma das participantes do evento

Fazer da gastronomia profissão é o desejo do estudante Lenilson Nogueira Monteiro, 21 anos. Essa semana ele inicia a formação na área e a semana de debates e práticas sobre o tema veio acrescentar. "Eu já faço em casa. Modéstia à parte eu cozinho bem e quero me profissionalizar. Quero aprender coisas novas, somar este conhecimento à minha formação e no futuro, ser um chef. O evento traz experiências novas e muito interessantes para mim", avaliou o jovem.

PROGRAMAÇÃO

Nesta quarta-feira (9), a programação prossegue com aula-show, que recebem até 100 pessoas, e oficinas, com até 15 vagas, pois os eventos estão sujeitas à lotação dos espaços onde serão realizadas. No encerramento, nesta quinta-feira (10), a partir das 14h, aula-show e oficinas apresentarão pratos como bacalhau maranhense, diversos tipos de tortas e o aproveitamento integral da vinagreira. No encerramento haverá degustação dos pratos e apresentação cultural do grupo Batuques do Maranhão, na Central de Atendimento ao Turista.

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem