agencia

Notícias

Quarta-feira, 23/05/2018 - 18h35

Prefeitura realiza com sucesso cirurgias endoscópicas de coluna na rede municipal

Procedimento, realizado no Hospital da Mulher, foi implantado em março deste ano pela gestão do prefeito Edivaldo e traz benefícios como recuperação mais rápida e menos tempo de internação

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

Prefeitura realiza cirurgia endoscópica de coluna no Hospital da Mulher com equipe especializadaPacientes com problemas de coluna passaram a contar com cirurgia endoscópica na rede municipal de saúde. O serviço foi implantado pela gestão do prefeito Edivaldo, em março deste ano, e os procedimentos são realizados no Hospital da Mulher. A gestão é pioneira ao oferecer esta técnica na rede pública, beneficiando pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS). Antes, quem precisava da cirurgia, tinha que recorrer à rede particular ou ao Hospital Universitário Presidente Dutra, da Universidade Federal do Maranhão (UFMA). 

A cirurgia endoscópica da coluna é uma técnica de mínima invasão e mínima agressividade, que permite visualizar o local exato da doença com um grande aumento através de monitores de alta definição. Entre as principais vantagens do uso do endoscópio está a anestesia local e sedação - não necessita anestesia geral como a cirurgia tradicional; e possibilidade de conversar com o paciente durante a cirurgia. Não há limite de idade ou condição física para ser operado e há menos dor no pós-operatório.

"Essa técnica é o que há de menos invasivo e mais moderno em cirurgia de coluna e possibilita resultados eficientes, com menos traumas para os pacientes e menor tempo de recuperação. Consideramos um grande avanço da gestão do prefeito Edivaldo disponibilizar esse procedimento na rede municipal de saúde", pontua o secretário municipal de Saúde (Semus), Lula Fylho.

Os casos que chegam ao Hospital da Mulher são encaminhados por unidades de saúde da rede municipal, a maior parte do Hospital Djalma Marques (Socorrão I). A Prefeitura organizou toda a estrutura em equipamentos e profissionais especializados para executar o procedimento cirúrgico, realizado por meio de vídeo. A equipe é composta de neurocirurgiões, médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e técnico que opera o aparelho endoscópico.

A diretora administrativa do Hospital da Mulher, Francisca Duarte, pontuou as vantagens do novo procedimento para o paciente. "Representa mais qualidade de vida, uma vez que esta cirurgia diminuiu expressivamente o tempo de internação e o paciente tem uma recuperação quase que imediata. A prestação de serviços na rede municipal e em nossa unidade de saúde é para que haja menor tempo de permanência no hospital, menor risco de infecção e recuperação mais rápida", reforça.

MAIS RAPIDEZ, MENOS DOR

Em comparação à cirurgia convencional, a endoscópica da coluna não requer cortes, nem longo período de internação – o paciente, em geral, é liberado dentro de 24 horas e já tem condições de caminhar, sentar e fazer outros movimentos. Na convencional, a internação podia ultrapassar os sete dias e os movimentos recuperados com apoio de sessões de fisioterapeutas que poderiam durar semanas.

Maria de Lourdes Pinheiro Ribeiro foi a primeira a se submeter ao procedimento no Hospital da MulherA vigilante Maria de Lourdes Pinheiro Ribeiro, 32 anos, moradora do bairro Belira, foi a primeira a se submeter ao procedimento no Hospital da Mulher. Para ela, uma boa surpresa. "Eu já estava em busca de fazer a cirurgia. Sentia muitas dores e isso já me incomodava e me impedia de ter uma vida normal. Não conseguia fazer movimentos simples. Era grande a minha dificuldade. Foi uma alegria saber que ia ser operada com essa técnica nova, rápida e sem cortes", disse ela, que tinha hérnia de disco e operou a coluna lombar.

Maria Ribeiro lembra o tratamento recebido na unidade de saúde e de como o acolhimento dos profissionais contribuiu para sua recuperação. "Foi tudo muito rápido. Fui bem recebida quando cheguei ao Hospital da Mulher. A equipe foi fantástica comigo e me deixou muito tranquila. Me explicaram tudo que ia ocorrer e sobre o pós-operatório. Me senti bastante segura", afirma. A paciente fará um segundo retorno à unidade para prosseguir o acompanhamento médico.

Operada na unidade de saúde utilizando a nova técnica cirúrgica, Patrícia Regina Matos, 40 anos, que mora na Cidade Olímpica, parabenizou o atendimento das equipes e disse ter ficado tranquila durante todo o procedimento. "Eu me senti aliviada em poder tirar esse peso das minhas costas. Eu sentia dores e era muito incômodo viver com esse problema. Passar por essa cirurgia foi mais tranquilo por ter sido rápido e quase sem dor. Estou operada e bem. Minha alta foi rápida, graças a Deus. Agradeço à equipe de médicos e a todos que cuidaram de mim nesse período", disse.

HOSPITAL DA MULHER

A cirurgia endoscópica de coluna é mais um serviço que comprova os avanços que vêm sendo realizados pelo prefeito Edivaldo na saúde municipal. No Hospital da Mulher, por exemplo, as melhorias são significativas. Além de reformas estruturais que possibilitaram a reativação da unidade de saúde logo no primeiro ano de gestão do prefeito Edivaldo, a qualificação dos serviços voltados para a saúde da mulher resultou no reconhecimento, pela Câmara Federal, da unidade como Hospital Amigo da Mulher.

Além disso, desde 2016 o hospital é considerado, pelo Ministério da Saúde (MS), como referência de assistência em alta complexidade na especialidade médica de neurocirurgia. A habilitação confirma que o Ministério da Saúde reconhece que os investimentos feitos pelo prefeito Edivaldo têm proporcionando aos ludovicenses uma rede de saúde pública de qualidade.

 Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem