agencia

Notícias

Quarta-feira, 23/05/2018 - 10h53

Reforma promovida por Governo e Prefeitura ampliará capacidade de atendimento do Socorrão II

A obra, resultado de parceria firmada entre o prefeito Edivaldo e o governador Flávio Dino, integra as ações de reestruturação do sistema municipal de saúde da capital implantadas na gestão do prefeito Edivaldo

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

Com a reforma, hospital Socorrão II passará a ofertar mais leitos aos pacientes Ampliação do número de leitos, diminuição do tempo de espera por cirurgias, ambientes mais apropriados e confortáveis são as melhorias que serão proporcionadas com as obras de reforma do Hospital Municipal Dr. Clementino Moura (Socorrão II), iniciadas esta semana. A reforma é fruto de parceria celebrada entre a Prefeitura de São Luís e o Governo do Estado, com recursos da ordem R$ 2,1 milhões. Os serviços de melhoria da unidade, executados pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES),  integram as ações de reestruturação do sistema municipal de saúde implantadas na gestão do prefeito Edivaldo, com intervenções visando à ampliação e à qualidade do atendimento na área.

Mantido pelo município, o Socorrão II, na Cidade Operária, realiza atualmente uma média de 700 cirurgias por mês e cerca de 120 atendimentos, diariamente. As obras de reforma na estrutura do Socorrão II iniciaram pelos setores de clínica cirúrgica e o centro cirúrgico, onde já estão sendo executados serviços de substituição total do encanamento de esgoto, colocação de novo revestimento das paredes e do piso; troca da fiação elétrica, do telhado e forros; nova pintura, entre outros serviços.

A reforma da unidade de saúde permitirá ainda reativação de 42 leitos de clínica médica, setor que já está recebendo serviços de reestruturação, e de outros 10 leitos de UTI. Vai garantir também o funcionamento de quatro salas de centro cirúrgico, ampliando o número de pacientes atendidos por mês no hospital que recebe pacientes de todos os municípios do interior do estado. Dentre os serviços a serem executados na unidade estão ainda a correção de infiltrações, ambientação das enfermarias, substituição de louças dos banheiros, revisão da cobertura, recuperação de piso em todos os setores abrangidos pela obra, entre outros serviços.

ATENDIMENTO

O secretário municipal de Saúde, Lula Fylho, destacou o aumento da capacidade de atendimento da unidade com as obras de reforma. "O Socorrão II é uma unidade de urgência e emergência extremamente importante para a dinâmica do atendimento de alta complexidade na capital. Com a reforma, além de ampliar o atendimento, vamos também propiciar mais qualidade às condições de trabalho dos profissionais da Casa e à permanência do paciente internado no hospital", observou Lula Fylho.

De acordo com o secretário de estado da Saúde, Carlos Lula, o Governo do Maranhão tem dois grandes projetos em andamento com a Prefeitura de São Luís na área da saúde. "A parceria entre as gestões estadual e municipal permitirá a expansão do atendimento de urgência na Ilha. Além da reforma do Socorrão II, que garantirá praticamente a abertura de um novo hospital a partir da habilitação dos novos leitos, temos também o projeto de construção do Hospital da Ilha, com 300 leitos", informou Carlos Lula.

Idealizado para ser outro grande hospital de urgência e emergência da capital, o Hospital da Ilha será construído na Avenida São Luís Rei de França, no Turu, visando atender pacientes da Grande Ilha de São Luís e contribuindo para desafogar o atendimento nos Socorrões I e II. O anúncio de construção da nova unidade de saúde foi feita pelo governador Flávio Dino, no fim do ano passado.

SOCORRÃO II

O Socorrão II foi inaugurado em 1998 para reforçar a rede de urgência e emergência do município de São Luís. Contudo, a unidade também realiza atendimentos de pacientes do interior do Estado. É direcionado às urgências clínicas e cirúrgicas de pacientes adultos, com especialidade no atendimento de traumatismos ortopédicos.

Acompanhando o irmão internado no hospital, após sofrer acidente de moto, a dona de casa Nádia Pereira Santos, 42 anos, relatou os benefícios que a reforma da unidade trará aos pacientes. "Com certeza, o hospital vai ficar muito melhor para todos nós. Já temos o atendimento que necessitamos na unidade. Meu irmão está internado aqui e sendo muito bem atendido, mas as melhorias que forem feitas trarão benefícios para toda a população que necessita do atendimento de urgência", disse ela.

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem