agencia

Notícias

Segunda-feira, 28/05/2018 - 12h39

Ministério da Cultura e Prefeitura realizam oficina sobre o Prêmio Culturas Populares

Evento é gratuito e ocorre quarta-feira (30), das 9h às 13h; objetivo é orientar interessados em se inscrever no Edital Culturas Populares do Ministério da Cultura

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

A capital maranhense recebe oficina gratuita para auxiliar os interessados em participar da 6ª edição do Edital Culturas Populares do Ministério da Cultura (MinC). O evento é promovido pelo ministério em parceria com a Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Cultura (Secult), e será realizado na quarta-feira (30), das 9h às 13h, na Escola de Música do Estado do Maranhão Lilah Lisboa de Araújo, localizada na Rua da Estrela, nº 363, Praia Grande.

"Nós somos parceiros do evento. Nosso objetivo é apoiar todos os incentivos que venham fortalecer a cultura popular, principalmente nesse formato de premiação, que disponibiliza recurso para fomentar nossas manifestações culturais", destaca o secretário municipal de Cultura, Marlon Botão.

Para participar do evento não é necessária inscrição prévia. Representantes do MinC estarão à disposição do público para tirar dúvidas, apresentar o edital e orientar como devem ser feitas as inscrições. As oficinas serão ministradas nas cinco regiões do país.

PRÊMIO

O 6º Prêmio Culturas Populares: Edição Selma do Coco é a maior premiação da cultura popular em termos de valores e número de premiados concedida pelo MinC, desde 2007. Lançado em 27 de abril, em Recife (PE), o prêmio homenageia a cantora pernambucana Selma Ferreira da Silva, a Selma do Coco, falecida em 2015.

Nascida em 1929 na cidade de Vitória de Santo Antão, a cantora deixou como principal legado a sua contribuição para a consolidação do coco, ritmo típico do Nordeste brasileiro, como referência nacional, tendo gravado três CDs e participado de festivais internacionais nos Estados Unidos e na Europa, além de ter ganhado o antigo Prêmio Sharp, hoje Prêmio da Música Brasileira.

Nesta edição, serão investidos R$ 10 milhões em 500 iniciativas que fortaleçam e contribuam para dar visibilidade a atividades culturais de todo o Brasil, como o cordel, maracatu, jongo, cortejo de afoxé, bumba meu boi, entre outras. Cada um dos premiados receberá R$ 20 mil, o dobro de 2017.

As inscrições podem ser feitas até 13 de junho, pela internet, na página http://culturaspopulares.cultura.gov.br/, pelo sistema Salic, ou via postal. O edital premiará iniciativas em cinco categorias: 200 prêmios para mestres e mestras (pessoa física); 180 para iniciativas de grupos sem CNPJ; 70 para pessoas jurídicas sem fins lucrativos; 30 para pessoas jurídicas com ações comprovadas em acessibilidade cultural; e 20 para herdeiros de mestres e mestras já falecidos (in memoriam).

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem