agencia

Notícias

Terça-feira, 29/05/2018 - 18h17

Roda de diálogo debate sobre abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes

Evento, promovido pela Prefeitura de São Luís, integra as ações do Comitê de Monitoramento do Plano Municipal de Enfrentamento da Violência Sexual Contra Criança e Adolescentes

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

A secretária Andréia Lauande falou sobre a importância da rede de proteção às crianças e adolescentes A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal da Criança e Assistência Social (Semcas), promoveu na tarde desta terça-feira (29), no auditório do Tribunal de Justiça, Centro, a roda de diálogo "Alguns Segredos não Devem Ser Guardados – Proteja Nossas Crianças e Adolescentes". A atividade, que integra as ações do Comitê de Monitoramento do Plano Municipal de Enfrentamento da Violência Sexual Contra Criança e Adolescentes, encerrou a programação especial alusiva ao 18 de maio - Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes.

A gestora da Semcas, Andréia Lauande, explicou sobre a necessidade da atenção dos profissionais e cuidados ao tratar da temática. "Esse momento é importante para sensibilização de fazermos no dia a dia escutas qualificadas nos ambientes de trabalho. Nosso objetivo é chamar atenção sobre nosso papel, enquanto servidor e canal de apoio a essas famílias. A recomendação do prefeito Edivaldo é de sermos incansáveis na proteção desse público", alertou.

A roda de diálogo reuniu profissionais da área da Assistência Social,  Educação e Saúde, que atuam no atendimento de crianças e adolescentes e suas famílias, com capacidade em auxiliar em uma possível identificação dessas ocorrências, para isso, abordou os temas: 'A Infância e Adolescência na Contemporaneidade'; 'Alguns Segredos que não Devem ser Guardados – Sinais de Abuso Sexual e como Proceder Diante da Identificação' e, por último, 'Atendimento Realizado a Crianças e Adolescentes Vítimas de Violência, Abuso e Exploração Sexual no Centro de Perícia Técnica para a Criança e Adolescente (CPTCA)'. Participaram ainda do evento representantes da União de Conselheiros (as) e Ex-Conselheiros (as) Tutelares do Maranhão.  

A presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) e do Comitê Municipal, Janicelma Fernandes, falou sobre o tema 'A Infância e Adolescência na Contemporaneidade' e abordou o contexto histórico e mudanças de conceitos sobre criança e adolescente. "É relativamente recente a compreensão de que crianças e adolescentes são sujeitos de direitos".

A psicóloga do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) Centro, Célia Queiroz, apontou indícios de mudanças comportamentais das crianças e adolescentes que podem servir como alerta para os profissionais e familiares, como tristeza, choro sem motivo aparente, insônia, sono perturbado, mudanças nos hábitos alimentares, queda no rendimento escolar, entre outros.

ACOMPANHAMENTOS

Os cinco Creas, por meio do Serviço de Proteção e Atendimento Especializado às Famílias e Indivíduos (PAEFI) acompanham atualmente 104 casos de violência sexual contra crianças e adolescentes. O trabalho desenvolvido objetiva retirar a vítima da situação de violência, promover sua reinserção no convívio social e fortalecer os vínculos familiares para a superação da ocorrência.

Durante o mês de maio foram realizadas caminhadas, palestras, blitzes e oficinas com o objetivo de alertar a população para a gravidade da temática. A professora da rede municipal, Suelena Caldas presente na roda de diálogo falou da necessidade de uma atenção maior dos profissionais. "Por trabalhar exatamente com o público, a escola precisa ter um olhar mais atento para essa violação de direito, buscando ajuda dos conselheiros tutelares e demais instituições da rede defesa e proteção", disse.

CANAIS DE DENÚNCIA

As denúncias sobre estas violências podem ser feitas ao disque 100, dos Direitos Humanos; em caso de emergência para o 190; e ainda, em um dos 10 Conselhos Tutelares (CTs) da capital. Os endereços e contatos dos CTs podem ser encontrados pelo site da Prefeitura de São Luís (https://www.saoluis.ma.gov.br/semcas).

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem