agencia

Notícias

Quarta-feira, 30/05/2018 - 18h41

Prefeitura de São Luís e Detran realizam ação educativa sobre trânsito em escola municipal

Objetivo da ação foi conscientizar sobre a importância da educação para o trânsito por meio de encenações e brincadeiras que encantaram as crianças

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

Palhaço Sinaleiro ensinou aos pequenos a importância de obedecer as leis de trânsito Com uma linguagem lúdica e divertida, as crianças da creche Araripina de Alencar Fecury aprenderam, na tarde desta terça-feira (29), sobre a conscientização no trânsito. A recreação foi realizada pela Prefeitura de São Luís, por meio da Secretária Municipal de Educação (Semed) em parceria com o Departamento Estadual de Trânsito (Detran). A programação faz parte do projeto Paz no Trânsito, desenvolvido pela escola desde o ano passado, com o objetivo de fazer as crianças se envolverem em atitudes voltadas para a compreensão e o respeito no trânsito.

Este ano, o projeto Paz no Trânsito contou ainda com a participação do grupo de teatro Transitarte, que faz parte do projeto Detran vai à Escola, dentro da campanha Maio Amarelo e que tem como personagem principal o palhaço Sinaleiro. Durante a ação, as crianças conheceram as cores do semáforo, o significado de cada uma delas, e ainda aprenderam como deve ser o comportamento no trânsito, isso tudo de uma forma bastante descontraída e lúdica.

Para o secretário municipal de Educação, Moacir Feitosa, a conscientização de assuntos como esse, deve iniciar na infância. "Temos que mostrar para as crianças a importância do respeito no trânsito. E esta fase é a melhor para aprender boas condutas, para, no futuro, serem adultos conscientes. Parcerias como esta são fundamentais no processo de construção do cidadão", pontuou.

Juntar arte e educação é a melhor forma de passar informações para as crianças, observa o integrante da equipe do Detran, Júlio Fernandes. "Sabemos que assuntos complexos para serem ensinado para crianças, têm que ter elementos que prendam a atenção delas, então surgiu o teatro e o uso de fantoches nas nossas palestras educativas. Nos preocupamos em colocar roupas e chapéus coloridos e que cada caracterização fizesse alusão ao semáforo".

A gestora da escola, Romany Fernandes, falou da importância de informação sobre o trânsito nas escolas, mesmo quando o público são crianças de 3 a 5 anos. "A violência no trânsito é muito grande, e eu penso que é o papel da escola mudar isso, mesmo que os nossos alunos sejam tão pequenos, mais é de total relevância ensiná-los desde já. Acredito ainda que esse é o momento perfeito para todos nós começarmos a mostrar para eles o perigo de andar no trânsito sem nenhum tipo de cuidado", ressaltou.

A coordenadora pedagógica, Marcia Nascimento, falou sobre a importância do evento "Esse evento mostra para as crianças como elas devem se comportar no trânsito, a forma adequada de andar no veículo e como devem atravessar a rua. Não podemos esquecer que as crianças também são pedestres. Eles têm que aprender desde a infância ser conscientes sobre as situações que ocorrem no trânsito", frisou.

Para a professora Norma Pinheiro foi interessante e diferente a forma que a equipe de teatro usou para contar as historinhas do trânsito. "Usar a forma divertida de ensinar é uma estratégia bastante aceita por nós educadores, principalmente quando se trata de crianças, isso deixa o assunto muito mais interessante, tanto que elas participam mais, questionam mais e é claro que elas absorvem melhor a proposta. Esse tipo de aprendizado é bastante significativo".

Luna Beatriz, 5 anos, do Infantil 3, fala que se divertiu e aprendeu bastante. "Gostei muito do palhaço, ele ensinou muita coisa do trânsito. Quando eu chegar em casa vou falar para os meus pais tudo que aprendi aqui".

Pedro Lucas, 5 anos, do Infantil 3, disse que aprendeu várias coisas legais "Eu pintei as cores do semáforo, e aprendi muitas coisas legais com o palhaço. Aprendi que tenho que andar pela calçada", relatou.

CAMPANHA MAIO AMARELO

O Movimento Internacional Maio Amarelo foi lançado pela Organização das Nações Unidas (ONU) no ano de 2010. A campanha tem o objetivo de minimizar em 10 anos o número de acidentes fatais no do trânsito.

Este ano o movimento já chega na sua 5º edição tem como tema "Nós somos o transito" e tem a intenção direta de envolver a sociedade nas ações e propor reflexões sobre uma nova forma de encarar a mobilidade. A organização do Maio Amarelo trabalha para estimular todos os condutores, seja de caminhões, ônibus, vans, automóveis, motocicletas ou bicicletas, e aos pedestres e passageiros, a optarem por um trânsito mais seguro.

Durante todo o mês de maio, monumentos históricos, prédios públicos e pontos turísticos de todo o mundo recebem iluminação especial alusiva ao tema. Em São Luís, para chamar a atenção da sociedade para a temática, foram iluminados na cor amarela prédios e monumentos da capital, a exemplo do Palácio La Ravardière, sede da Prefeitura de São Luís; Palácio dos Leões, sede do Governo do Estado; Ponte Bandeira Tribuzzi e o Forte de Santo Antônio da Barra, na Ponta d'Areia.

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem