agencia

Notícias

Quinta-feira, 14/06/2018 - 08h05

Prefeitura beneficia moradores do Cajueiro e da Cidade Olímpica com o programa Peixe Solidário

Ação visa combater a insegurança alimentar e somente em 2018 beneficiou mais de 86 mil famílias com a entrega de mais de 170 toneladas de pescado

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

Programa Peixe Solidário atende famílias que se encontram em situação de vulnerabilidade social

Cerca de oito mil quilos de peixe foram distribuídos nesta quarta-feira (13) para quatro mil famílias da região do Cajueiro e da Cidade Olímpica. A ação é resultado do Peixe Solidário, um programa permanente executado pela Prefeitura de São Luís com o objetivo de combater a desnutrição e a insegurança alimentar na cidade. Só em 2018, mais de 86 mil famílias foram beneficiadas com a entrega de mais de 170 toneladas de peixe. O prefeito Edivaldo esteve na Cidade Olímpica acompanhando a ação.

O programa Peixe Solidário é promovido em parceria com o Governo Federal e executado em São Luís pela gestão do prefeito Edivaldo, por meio da Secretaria Municipal de Segurança Alimentar (Semsa). A secretária municipal de Segurança Alimentar, Fatima Ribeiro, explica que o programa é permanente e pretende alcançar os bairros que apresentam os maiores índices relacionados à insegurança alimentar.

"Conversando com a população, verificamos que tem gente que passa mais de mês sem comer peixe, um alimento super importante para a nutrição, que deve ser consumido com regularidade. Esse é um mecanismo do governo criado para favorecer essas pessoas em situação de vulnerabilidade alimentar. Essa é mais uma ação contínua do prefeito Edivaldo para fortalecer a Política de Segurança Alimentar no município de São Luís", diz a titular da Semsa.

Moradora da Cidade Olímpica, Taiane Costa, 20 anos, conta que já foi beneficiada outras vezes pelo programa. "Já recebi outras vezes e acho esse um programa muito bom. Na minha casa só tem peixe de vez em quando", conta. "Moro com mais três pessoas e é a primeira vez que venho receber o peixe aqui. Acho que é um programa muito bom pra gente, pois nem sempre temos condições de comprar", completou a moradora Maria José Paixão.

Com a ação, são beneficiadas famílias que se encontram em situação de vulnerabilidade social, atendidas pelos Centros de Referência de Assistência Social (Cras) distribuídos pela cidade. Só em 2018, além do Cajueiro e da Cidade Olímpica, já foram contemplados com as ações do programa moradores de áreas como Apaco, Morro do Zé bombom, Vila Conceição, Vila Natal, Vila Riod, Janaina, Liberdade, Vila dos Nobres, Vila Brasil, Residencial Paraíso, Bairro de Fátima, Ipase de Baixo, Vinhais Velho e Ilhinha.

A ação também já passou por áreas como Gancharia, Vila Luizão, Centro, Vila Conceição, João de Deus, Sá Viana, Anjo da Guarda, Alto da Esperança, Vila Riod, Alto do São Sebastião, Estiva, Vila Ariri, Alto da Esperança, Vila Cruzado, Tadeu Palácio, Liberdade, Primavera, Coroadinho, Vera Cruz, Santa Cruz, Vila Isabel, Rio Anil, Pedrinhas, Vila Airton Sena, Itapera, Tajipuru, Vila Valian, Vila Lobão, Vila Palmeira, Barreto e Vila Nova República.

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem