agencia

Notícias

Segunda-feira, 16/07/2018 - 12h52

Prefeitura reduz em mais de 96% índice de ocorrências nas escolas com ações preventivas de segurança

Redução dos números é resultado dos investimentos realizados pela gestão do prefeito Edivaldo na área da Educação

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

As ações preventivas colocadas em prática pela Prefeitura contam com parcerias para reforça o trabalho

Com planejamento, ações efetivas, monitoramento, parcerias, criação de postos de segurança e organização das demandas, as escolas municipais estão mais seguras. De acordo com o levantamento da superintendência da área de Segurança Escolar, da Prefeitura de São Luís, em dois anos, os índices de ocorrências diminuíram de 137 para 5, o que representa uma redução de mais de 96%. A queda da taxa é resultado dos investimentos realizados pela gestão do prefeito Edivaldo para o fortalecimento de políticas públicas desenvolvidas especialmente em áreas como Educação.

O secretário de Educação, Moacir Feitosa, destacou a vigilância diurna e noturna como uma das ações estabelecidas pelo prefeito Edivaldo responsável pela maior proteção das escolas contra o vandalismo. "Com medidas eficazes, conseguimos reestruturar adequadamente a segurança nas escolas, o que reduziu de maneira bastante expressiva os ataques sofridos – em média 25 por mês. Hoje esse índice é de praticamente zero,", pontuou o titular da Semed.

O levantamento mostra a redução dos índices entre 2016 e 2018. "Em 2016 foram 137 ocorrências entre furto, roubo qualificado, danos ao patrimônio e incêndio. Já no ano de 2017 sentimos uma significativa melhora com um total de 24 ocorrências nas escolas municipais da rede. Neste ano, entre janeiro a junho, apenas 5 ocorrências. A Prefeitura está empenhada em assegurar a tranquilidade para a comunidade escolar", contou o superintendente da Área de Segurança Escolar, Marcos Sousa Paiva.

O maior controle de entrada e saída de pessoas nas escolas é outra importante ação adotada pela gestão Edivaldo que contribuiu para a redução das ocorrências. Os agentes de portaria foram capacitados e o monitoramento de segurança também foi ampliado nas unidades, oferecendo mais suporte à vigilância.

Trabalhar a cultura de paz também é fundamental para que os índices continuem caindo. O programa "Operários da Paz: Viver em Paz é possível", também é uma das ações desenvolvidas pela Prefeitura de São Luís que está influenciando na construção de um ambiente pacífico e acolhedor dentro e fora das escolas, indispensável para o processo de ensino e aprendizagem. O "Operários da Paz" ajuda os estudantes a lidar de forma saudável com situações conflituosas, disseminando valores da cultura de paz e práticas restaurativas.

PROJETOS

 Ações beneficiam estudantes, professores e a comunidade

As parcerias com outros órgãos em programas e projetos também têm sido importantes para garantir mais tranquilidade e segurança ao corpo docente, discente e aos membros da comunidade, ofertando condições adequadas de proteção aos locais de trabalho.

A Guarda Municipal, por meio do Grupo de Segurança Escolar, é um dos órgãos que está contribuindo para garantir um ambiente mais seguro para todos, com vigilância e palestras para a comunidade escolar, assim como a Polícia Militar do Maranhão (PMMA), com a Ronda Escolar, ação que inclui visitas rotineiras às unidades básicas da rede, colaborando para o aumento da sensação de segurança.

Também em parceria com a Polícia Militar do Maranhão (PMMA), e o Consórcio de Alumínio do Maranhão (Alumar), o Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd) está capacitando crianças e adolescentes das escolas municipais de São Luís para o enfrentamento dessas situações. O programa parte da concepção de que a integração entre a família e a escola e o empoderamento dos estudantes com informações são as principais formas de resistir às drogas e à violência.

Já em parceria com Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão (CBM-MA), estão são desenvolvidos treinamentos com os servidores das escolas, que abordam atitudes preventivas de propagação de incêndios, bem como procedimentos que visam minimizar os seus efeitos. O objetivo é capacitar as equipes de gestores, administrativos, vigilantes e agentes de portaria de todas as UEBS.

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem