agencia

Notícias

Sexta-feira, 03/08/2018 - 10h38

Prefeitura de São Luís promove ações sociais em áreas de risco

Neste sábado (4) serão contempladas com a ação social as comunidades do Túnel do Sacavém e Quinta dos Machados

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

O trabalho será executado pela Secretaria Municipal de Segurança com Cidadania (Semusc) e contará com apoio de parceiros

A Prefeitura de São Luís promoverá, semanalmente, ações sociais em comunidades situadas em áreas de risco na capital maranhense. Entre as atividades, que serão desenvolvidas até o mês de dezembro, serão realizadas palestras, abordagens educativas, vistorias em áreas de risco e oferecidos serviços na área da saúde, segurança alimentar e assistência social. O trabalho será coordenado pela Secretaria Municipal de Segurança com Cidadania (Semusc), por meio da Superintendência de Defesa Civil Municipal (Sudec), e contará com apoio de várias secretarias municipais, ONGs, entidades filantrópicas, dentre outros órgãos. Neste sábado (4), serão contempladas com a ação as comunidades do Túnel do Sacavém e Quinta dos Machados. As atividades acontecerão na Estrada da Vitória, a partir das 8h.

O secretário municipal de Segurança com Cidadania, Héryco Oliveira Coqueiro, destacou a importância do direcionamento desse trabalho conjunto entre a Prefeitura de São Luís e entidades sem fins lucrativos, como a Cruz Vermelha, Leo Clube/ Lions, e outras secretarias municipais como as de Saúde e Segurança Alimentar. "Esse trabalho que se inicia neste fim de semana visa atender àquelas comunidades que estão em áreas de risco. O cidadão que sofre com as bruscas mudanças climáticas, principalmente no período chuvoso, vai sentir a presença do poder público mais próxima dele. Esse é o objetivo desse trabalho", disse.

Durante a ação social serão oferecidos serviços de saúde como aferição de pressão arterial, teste de glicemia, teste rápido de HIV, sífilis e hepatite, consulta de enfermagem e orientação na área da saúde bucal com aplicação de flúor. Também haverá atendimento na área de fisioterapia e atendimento psicológico.

Outras atividades como oficinas de produtos recicláveis e confecção de bonecas de pano também fazem parte da ação, assim como as atividades recreativas para as crianças, o teatro de fantoches, o brechó comunitário com a distribuição de roupas e a distribuição de peixe com o Programa Peixe Solidário, da Secretaria Municipal de Segurança Alimentar (Semsa). A Secretaria Municipal da Criança e Assistência Social (Semcas) também participa com o Centro de Referência de Assistência Social (Cras), mostrando seus programas sociais e assistenciais.

"O momento agora é o de prevenção, e a Defesa Civil de São Luís já está trabalhando exatamente nisso. As ações sociais já desenvolvidas, e que serão intensificadas a partir de agora nos pontos de risco, integram o conjunto de estratégias que usamos para chegar até à comunidade-alvo a fim de desenvolver esse trabalho preventivo", informa a Superintendente da Sudec, Elitânia Barros. 

Nas ações sociais, a Sudec conta com diversas entidades parceiras. Entre elas, universidades públicas e privadas, como o Uniceuma; a Cruz Vermelha Brasileira, que entra com a parte de Saúde; o Leo Club, uma Ong internacional, cujo serviço se assemelha com o da Cruz Vermelha; além do apoio da Secretaria Municipal de Segurança Alimentar (Semsa).

GUARDA MUNICIPAL

A Guarda Municipal de São Luís (GMSL) também participará das ações sociais, através do Grupamento de Ações Comunitárias (GAC), que vai levar oficinas às mulheres da comunidade, como a de confecção de bonecas de pano. Durante as ações, a Defesa Civil Municipal vai trabalhar com palestras educativas e preventivas. O objetivo é orientar quem mora próximo ou em local de barreiras e verificar a presença de pontos de acúmulo ou infiltração de água no terreno, haja vista que encharcado, o solo fica mais pesado e mais suscetível a escorregamentos.

Com as orientações, os moradores de áreas de risco aprendem que bananeiras seguram água no terreno e aumentam o risco de escorregamento; que é importante evitar construir próximo às encostas; e que, se seguidas corretamente, as recomendações podem salvar vidas.

PALESTRAS EDUCATIVAS

Um dia antes das ações sociais, acontece uma palestra voltada para a comunidade-alvo, com o tema "Minimização de Riscos de Desastres". Todas as pessoas que participam da palestra recebem, ao final do evento, uma senha para receber cerca de dois quilos de pescado de alto valor nutritivo no sábado, ponto alto da ação social. A Semsa também estará levando importantes palestras para o evento.

Serão contemplados progressivamente com as ações sociais, os bairros Sá Viana, São Raimundo, Cidade Olímpica, Salina do Sacavém, Vila Romário, Vila Lobão, Vila Conceição, Vila Embratel, Coroadinho, Vila Isabel (na área do Anjo da Guarda), Vila Cerâmica, Vila Dom Luís, Vila Maranhão, Vinhais, Vila Cafeteira, Vila Bacanga e Fumacê.

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem